A relação de Britney Spears com a irmã mais nova, Jamie Lynn, atravessa uma fase conturbada. Esta quinta-feira, 13, a cantora usou as redes sociais para falar sobre a relação entre ambas, depois de a irmã ter dado uma entrevista ao “Good Morning America”, da ABC.

A cantora, de 40 anos, começou por revelar que se encontrava com febre alta e que foi nessas condições que assistiu à entrevista da irmã. “Olhei para o meu telemóvel e vi que a minha irmã deu uma entrevista para promover o seu livro. Vi a entrevista com febre de 40º, o que foi bom, porque tive que me render a não me importar”, escreveu a cantora.

Na entrevista, Jamie disse que Britney estava “fora de controlo”, palavras que a cantora rebateu. “As duas coisas que me incomodaram que minha irmã disse a meu respeito foram que o meu comportamento estava fora de controlo. Ela nunca esteve muito perto de mim há 15 anos, naquela época… então porque é que eles estão sequer a falar sobre isso, a menos que ela queira vender o livro às minhas custas?”, continuou, afirmando depois que a irmã, de 30 anos, nunca precisou de trabalhar.

“Eu sei que isto pode soar tonto para a maioria das pessoas, mas eu escrevi muitas das minhas músicas quando ela era um bebé. Ela nunca teve que trabalhar para ter nada, teve tudo de mão beijada”, continuou.

Por fim, Britney reforçou a ideia de que pretende manter-se longe dos familiares. “A minha família arruinou os meus sonhos e tenta mostrar-me com maluca. Adoram atirar-me para baixo e magoam-me”, escreveu ainda.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Mais no portal