LOS ANGELES, CA – FEBRUARY 9: Sinéad O’Connor at the El Rey Theatre in Los Angeles on February 9, 2020. (Photo by Lindsey Best for the Washington Post)

Sinéad O’Connor foi hospitalizada após a morte do filho Shane, de 17 anos, que tirou a própria vida no dia 8 de janeiro.

A cantora deu entrada numa unidade de saúde no dia 13, quinta-feira, depois de ter partilhado uma mensagem no Twitter a dizer que pretendia “seguir o filho”. 

“Não faz sentido viver sem ele”, escreveu Sinéad, referindo-se a Shane. “Destruo tudo aquilo em que toco. Fiquei cá apenas por ele. E agora ele partiu. Destrui a minha família. Os meus filhos não querem saber de mim”. Mais tarde, revelou: “Estou com a polícia a caminho do hospital”. 

Ainda no Twitter, Sinéad escreveu: “Desculpem se perturbei alguém. Estou perdida sem o meu filho e odeio-me. Ficar no hospital vai ajudar. Mas vou procurar o Shane. Isto é apenas um atraso”. Palavras que estão a preocupar quem acompanha a artista. 

Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Mais no portal