Rita Rocha é uma das maiores afirmações da música portuguesa, dos últimos dois anos (Foto: Sebas Ferreira)

Tem apenas 16 anos, mas a sua voz já nos é bastante familiar. Canta o amor, o desamor e a vida como ela é, numa magnitude e intensidade que vão muito para além da idade que tem. E é por isso que Rita Rocha é um caso sério de talento e uma afirmação da pop nacional. Músicas como “Mais ou Menos Isto”, “Judo” ou “Outros Planos” já fazem parte dos nossos dias e estabeleceram-se no panorama musical português por direito próprio. E tudo porque Rita sempre acreditou que os sonhos podem ser reais, mas passou a experienciar isso quando participou no The Voice Kids e, a partir daí, estabeleceu uma relação de admiração, cumplicidade e amizade com Carolina Deslandes, a sua mentora e uma das suas maiores fãs. Carolina deu-lhe a mão e mostrou-lhe como se agarram os sonhos e hoje Rita percorre orgulhosamente esse caminho onde o talento fala sempre mais alto. Em conversa com a ACTIVA online, mostrou um bocadinho mais de si e deste caminho.

“Não sou de falar, sou de esconder”, cantas. As palavras que não dizes fazem depois mais sentido nas músicas que compões e interpretas?

Sim! Para mim é muito mais fácil expressar qualquer tipo de sentimento através do canto do que propriamente num discurso direto.

As letras que cantas seguem a linha da tua vida. Poderes cantar o que vives, envolva felicidade ou dor, é uma forma de processares os sentimentos?

Sem dúvida. Acho que aquilo que para mim é tão difícil de dizer, torna-se mais fácil de escrever e cantar. Tudo aquilo que não consigo expressar tão bem num discurso cara a cara vai parar às minha notas do telemóvel.

A par da música, a medicina é outra das grandes paixões de Rita Rocha (Foto: Sebas Ferreira

Torna mais fácil de gerir as dores de crescimento?

Eu sou só uma miúda de 16 anos que tem as suas frustrações, inseguranças e ambições próprias da idade. Fica mais fácil geri-las quando escrevo e canto sobre elas.

E como te sentes ao ver tanta gente a cantar-te a ti?

É inacreditável ver que tanta gente se relaciona com as minhas canções. Quando eu me relaciono com uma canção, vai logo parar à minha playlist preferida. E o facto de estar na playlist preferida de alguém é algo que considero um privilégio.

Aquilo que para mim é tão difícil de dizer, torna-se mais fácil de escrever e cantar. Tudo aquilo que não consigo expressar tão bem num discurso cara a cara vai parar às minha notas do telemóvel.

Li uma frase tua em que dizias que costumavas cantar no chuveiro, para zero pessoas. Mas a realidade agora é muito diferente. Como se gere tamanha mudança?

Na verdade, não é muito difícil se tivermos as pessoas certas ao nosso lado. De facto, tudo mudou e muito rápido, mas apesar de ocasionalmente cantar para mais pessoas para além da minha família, também continuo a cantar no banho sozinha.

Percebeste cedo o que querias fazer e é cedo que estás a conseguir concretizar os teus sonhos. Falar de felicidade é pouco para tudo o que isto representa?

Acho que é quase impossível descrever em palavras o que sinto com isto tudo. Acho que qualquer palavra é pouco.

A música sempre fez parte dos sonhos da cantora

Tens 16 anos, mas quem te ouve dificilmente o adivinha. Quando se canta o amor e o desamor, há uma profundidade inerente?

Acho que canto sobre o amor desde que me lembro e acho que é transversal a todas as idades. Com dez anos escrevia sobre o amor de uma determinada maneira e hoje em dia escrevo de outra. Provavelmente aos 30 vou continuar a escrever sobre o amor, mas de outra maneira… A profundidade do tema não está tanto na idade, mas na visão que temos dele, sendo que nunca é suficiente, há sempre coisas a dizer sobre o amor.

A palavra normalidade ainda cabe nos teus dias de adolescente ou torna-se difícil enquadrá-la, com tudo o que tens vivido através da música?

Depende do que se considera normalidade. Consigo fazer tudo que fazia antigamente, mas aprendi a organizar melhor a minha vida.

É inacreditável ver que tanta gente se relaciona com as minhas canções.

Como imaginas os próximos anos?

Não gosto muito de pensar no futuro, gosto de desfrutar o presente que está a ser tão bom. Mas, se o futuro se equiparar com este presente, sei que vou ser uma privilegiada porque vou estar a fazer aquilo que realmente gosto.

Sentes que encontraste o teu destino?

Acho que sempre soube que queria fazer da música grande parte da minha vida e sei que, se o conseguir, é muito devido a todas as pessoas que caminharam ao meu lado e uma grande agência que acreditou em mim quando eu própria não acreditava.

Palavras-chave

Relacionados

Mais no portal

Mais Notícias

Mostramos tudo com estas 20 peças transparentes

Mostramos tudo com estas 20 peças transparentes

Número de casas à venda em Portugal cai para mínimos de 15 anos

Número de casas à venda em Portugal cai para mínimos de 15 anos

Análise em vídeo ao primeiro 100% elétrico da Toyota, o BZ4X

Análise em vídeo ao primeiro 100% elétrico da Toyota, o BZ4X

Livros: 7 novidades e um passatempo

Livros: 7 novidades e um passatempo

Frio e lareiras provocam elevadas concentrações de partículas poluentes no Norte -- estudo

Frio e lareiras provocam elevadas concentrações de partículas poluentes no Norte -- estudo

Que Brasil é esse?, questiona Jonathas de Andrade em

Que Brasil é esse?, questiona Jonathas de Andrade em "Olho-Faísca", no MAAT

Únicos os cocktails, única a sua criadora. Bem-vindos ao Uni, o novo bar de Constança Cordeiro

Únicos os cocktails, única a sua criadora. Bem-vindos ao Uni, o novo bar de Constança Cordeiro

Em “Sangue Oculto”: Teresa e Carolina trazem Beni de volta a casa

Em “Sangue Oculto”: Teresa e Carolina trazem Beni de volta a casa

Mais 80% dos portugueses sabem como prevenir a diabetes tipo 2, segundo um estudo

Mais 80% dos portugueses sabem como prevenir a diabetes tipo 2, segundo um estudo

Mudança do tempo em Portugal continental com regresso de chuva e neve na quarta-feira

Mudança do tempo em Portugal continental com regresso de chuva e neve na quarta-feira

Em “Sangue Oculto”: Guilherme trai Júlia e salva Beni do hospício

Em “Sangue Oculto”: Guilherme trai Júlia e salva Beni do hospício

Downloads cósmicos

Downloads cósmicos

Massandra 1949: uma viagem pela História das Guerras

Massandra 1949: uma viagem pela História das Guerras

A atravessar a reta final da gravidez, Cláudia Raia posa nua aos 56 anos

A atravessar a reta final da gravidez, Cláudia Raia posa nua aos 56 anos

Inteligência Artificial escreve série inspirada em Seinfeld. Está suspensa por piada transfóbica

Inteligência Artificial escreve série inspirada em Seinfeld. Está suspensa por piada transfóbica

Internet: 11 dicas a seguir

Internet: 11 dicas a seguir

População de coruja-das-torres em Portugal alvo de primeiro censo nacional

População de coruja-das-torres em Portugal alvo de primeiro censo nacional

Moda: Esquiar com estilo

Moda: Esquiar com estilo

Organização Mundial da Saúde vai abrir centro de excelência em Portugal

Organização Mundial da Saúde vai abrir centro de excelência em Portugal

Vicaima antecipa as principais tendências para 2023

Vicaima antecipa as principais tendências para 2023

Agenda para pais e filhos: o que fazer em fevereiro com os seus filhos

Agenda para pais e filhos: o que fazer em fevereiro com os seus filhos

Para evento em Alicante, Letizia recupera vestido que estreou há um ano em Viena

Para evento em Alicante, Letizia recupera vestido que estreou há um ano em Viena

É possível construir casas mais baratas?

É possível construir casas mais baratas?

Shakespeare musical no Trindade

Shakespeare musical no Trindade

O Governo juntinho

O Governo juntinho

O Gosto dos Outros: Tiago Penão

O Gosto dos Outros: Tiago Penão

Daniel Oliveira e Andreia Rodrigues aproveitam fim de semana com as filhas na neve

Daniel Oliveira e Andreia Rodrigues aproveitam fim de semana com as filhas na neve

Quatro livros, muitas vozes da literatura em português

Quatro livros, muitas vozes da literatura em português

Em “Flor Sem Tempo”: Leonor ameaça voltar a Vila Santa e vingar-se

Em “Flor Sem Tempo”: Leonor ameaça voltar a Vila Santa e vingar-se

Dead Space em análise: O bom filho à casa torna

Dead Space em análise: O bom filho à casa torna

Jovens retiram tempo à família, ao sono, e ao exercício para estarem 'online'

Jovens retiram tempo à família, ao sono, e ao exercício para estarem 'online'

Leveza visual: objetos puros

Leveza visual: objetos puros

Nissan mostra protótipo do conceito elétrico Max-Out

Nissan mostra protótipo do conceito elétrico Max-Out

Maior avião elétrico e a hidrogénio voa durante dez minutos no Reino Unido

Maior avião elétrico e a hidrogénio voa durante dez minutos no Reino Unido

Dell vai despedir 6650 devido a quebra nas vendas

Dell vai despedir 6650 devido a quebra nas vendas

Rafeiro do Alentejo,

Rafeiro do Alentejo, "condenado à nascença", é o cão mais velho do mundo, segundo o Guinness

Não contem comigo!

Não contem comigo!

Velcro, uma ideia que colou

Velcro, uma ideia que colou

Sofá e pufe Loop, é mesmo divertido sentar

Sofá e pufe Loop, é mesmo divertido sentar

Conheça as empresas distinguidas nas 1000 PME

Conheça as empresas distinguidas nas 1000 PME

A coleção vibrante primavera-verão 2023 de Alexis Mabille desfila em Paris

A coleção vibrante primavera-verão 2023 de Alexis Mabille desfila em Paris

Mónica Jardim à descoberta da bela Itália

Mónica Jardim à descoberta da bela Itália