Adolescentes: eles têm vergonha que a mãe...

DANCE – Mesmo que as mães sejam jovens, giras e desempenadas, não é nada bem visto pelos filhos que elas andem alegremente a abanar-se nas discotecas. Uma mãe não é suposta dançar ou ter qualquer outro comportamento que eles consideram mais próprio do adolescente. Uma mãe deve manter-se sentadinha a um canto, de saia preta pelo joelho.

RIA MUITO ALTO – Principalmente em público. Tudo o que os faça lembrar que a mãe pode ter uma vida sexual ou romântica, e por isso estar muito feliz, é um drama.

FALE ALTO – É uma variante do rir alto que não tem a componente sexual mas tem a componente do ‘e agora ficam todos a olhar para nós’. Um adolescente que se preze quer fundir-se com o papel de parede, e quer que a mãe faça exactamente o mesmo.

 

SE VISTA À CIGANA para uma reunião da escola – Ou aquilo que eles acham que é vestida à cigana, que pode incluir qualquer tipo de roupa que não seja calças ou saia preta e camisa branca.

 

FALE DELES AOS AMIGOS – Principalmente na presença deles. Quem precisa de porta-voz são os bebés. Um adolescente quer ser independente, e não precisa de uma mãe que fale por ele.

 

CONTE HISTÓRIAS de quando ele era pequenino – “Ó Joana, tu sabias que o Tomás usou chucha até aos cinco anos? E quando tinha dois anos costumava andar pela sala a correr só com a fralda e a babar-se para dentro do aquário e a querer tirar os peixes da água… Era tão fofo!” Não estranhe se ele ficar três semanas sem lhe falar.

 

OS BEIJE e lhes chame “meu amor” – O que se compreende. Qual é o matulão que gosta de ter a mãezinha agarrada às grades da escola a gritar: “Zequinha, querido não te esqueças do gorro.”

 

USE ALCUNHAS na presença dos amigos – Como “quiducho”, “Niquinhas”, “Xuxu”, mas especialmente as terminadas em ‘inho’. Um rapaz com o sólido nome de Francisco não precisa que lhe chamem Kikinho em frente dos amigos.

 

SEJAM MELGAS – Eles estão no quarto a estudar ou a ouvir música ou a conversar ou o que quer que seja, e elas passam a vida a abrir a porta para perguntar se eles querem mais uma torradinha com marmelada, se já fizeram os trabalhos, se já não têm mais aulas e quando é que vão todos juntos ao jardim Zoológico.

 

LHES LIGUE PARA O TELEMÓVEL- Principalmente quando é para perguntar se querem peixinho ou franguinho ao jantar, e a que horas chegam, e se não era melhor virem fazer os trabalhos para casa.

 

FALE COM O DIRECTOR DE TURMA – Para perguntar por que é que o malvado homem embirra tanto com o seu querido filho. 

 

IMPONHA HORÁRIOS – Nos dias que correm, já nem a Cinderela chegaria à meia-noite…

 

LHES PEÇA QUE TELEFONEM – É quase impossível para uma mãe não pedir a um filho para lhe ligar quando vai viajar ou quando não tem a certeza de saber do paradeiro dele, mas quase todos se sentem incomodados em fazê-lo. Enfim, tente ser razoável: console-se com um toque ou uma mensagem curta, por exemplo, que é mais fácil de enviar sem que ninguém dê por isso.

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais no portal

Diz Quem Sabe

Tudo o que precisa de saber sobre a reabilitação oncológica

Um artigo de opinião assinado pelo médico Énio Pestana, do Hospital CUF Cascais, sobre este tipo de cuidados.

Beleza

Conheça as grandes vantagens dos champôs sólidos

Preparámos também uma lista de produtos que pode incluir na sua rotina de cuidados capilares.

Nas Bancas

Como salvar as suas plantas

Na ACTIVA Verde, já em banca, os conselhos para escolher e cuidar das suas plantas.

Nas Bancas

Este casal mostra-nos como é viver "fora da rede"

Uma casa de madeira foi o início da mudança.

Nas Bancas

Receitas (de chef): desperdício zero

Sabia que está a deitar fora uma das melhores partes dos seus legumes?

Comportamento

A sustentabilidade chegou ao sexo

Conheça quatro formas de ajudar a salvar o planeta entre quatro paredes.

Moda

7 coleções que mostram que a moda sustentável é o estilo do futuro (a começar agora)

Coleções sustentáveis que são um “must-have” para receber o calor

Saúde

Experimentei um copo menstrual pela primeira vez - e foi assim que correu

Nunca é tarde para tomar uma decisão com impacto positivo no ambiente.

Beleza

Saiba como criar uma rotina de beleza mais sustentável

Pequenas mudanças de hábitos podem fazer uma grande diferença no compromisso com a sustentabilidade.

Lifestyle

Faça você mesma: receitas de detergentes ecológicos

Para além destas seis sugestões, partilhamos outros truques que podem ajudar o lar a ser mais "eco-friendly".

Nas Bancas

Activa Verde: é urgente mudar o futuro

Nas bancas!