Guia do gastrossexual: o homem que torna a culinária erótica
Não fazer mais do que a nossa obrigação, mas achamos tão comovente um homem preocupar-se com o nosso bem-estar gastronómico que até já lhes pusemos um nome. Conhece algum gastrossexual? Então agarre-o bem, que vai valer a pena a refeição.

Como distingui-lo

É fácil: é o que não só a convida para jantar como se oferece para ser ele próprio a fazê-lo. E não lhe serve batatas fritas de pacote com frango assado comprado na churrascaria da esquina. Este tira o dia para fazer ragout de borrego com chalotas e endívias e outras coisas que você nem saberia reconhecer se as encontrasse à sua frente no supermercado. Ele não tem esse problema porque não frequenta supermercados: vai à praça. A hortelã que entra no cocktail de espargos com cerejas é biológica, o borrego do ragout andou a correr pelos campos até ao dia em que veio parar ao seu prato, o boi dos bifes foi enriquecido com ómega 3 e passou a sua infância, adolescência e idade adulta na Companhia das Lezírias pastoreado por campinos de barrete, a massa dos raviolis foi confeccionada de raiz desde o zero (não plantou o trigo da farinha, mas lá chegará um dia, quando tiver outra quinta que não a do Farmville) e o arroz-doce não é o da avó, leva recheio de morangos (mesmo) silvestres e licor de canela (artesanal). Faz gala em juntar ingredientes que no seu estado natural nunca se avistariam a menos de 400km, como leite-creme com morcela, linguiça com lúcia-lima ou queijo da ilha com ananás das Caraíbas, e consegue a proeza de fazer com que os dois não soltem um grito de horror quando se encontram, enfim, cara a cara.

Onde encontrá-lo

Nos cursos de culinária avançada, especialmente os zen tipo gastronomia vegetariana, exótica, indiana, molecular ou aqueles que ensinam a fazer sushi desde o passo 1, "Ir ao Japão comprar algas verdadeiras que as que se vendem cá são todas do mercado negro e já passaram de validade desde Gengis Cão."

• Na praça: é o que trata os comerciantes pelo nome, sabe o que é que distingue uma acelga de uma beldroega e qual é o tempo das endívias, e como saber se um melão está mesmo no ponto ou era melhor oferecê-lo ao Cristiano Ronaldo.

• Nas lojas de fanqueiros: daquelas manhosas, onde ele diz que estão as verdadeiras facas capazes de estripar um boi. Não que ele tenha alguma vez ou tencione vir a estripar um boi. Mas é sempre bom estar preparado para tudo.

• Nas cozinhas dos amigos: tem a mania irritante de entrar por elas adentro e desatar a dar ordens como se estivesse na casa dele, e levar as mãos à cabeça a dizer "meu Deus, Bernardo Maria, este tacho liberta mais partículas tóxicas que um petroleiro", "não tens uma faca que corte mais do que margarina light?", "para que é que compraste a Bimby se depois não a usas?".

Como passar no exame

Esse não está com meias-medidas: quando a conhece, convida-a imediatamente para almoçar num restaurante gourmet. Não relaxe a postura: o convite não é inocente. Ele está fisgado em descobrir se você vai cair no chão desmaiada quando se vê perante um prato tipo perninhas de rã com puré de alheira. Mesmo os mais soft que a levam a um restaurante básico de comida à portuguesa estão a observá-la para ver com que alegria leva à boca um pastel de bacalhau e se é mulher para se bater com um pudim de abade de Priscos ou não pede sobremesa, ou, pior, pede salada de frutas. Se em frente de um festim de ostras com limão e cheesecake de carambola você disser "eu gosto de cheesecake, mas é mais com coisas cor-de-rosa em cima, tipo morangos" ou "ai ostras é que não, é nojento, parecem-me sempre orelhas cristalizadas cheias de ranho com água do mar e tive um tio que morreu com um grão de areia de uma ostra a fazer-lhe cócegas no esófago, morreu de tanto rir, coitado", esqueça. Um gastro não é para si.

Como reconhecê-lo

Pelo mais óbvio: a cozinha dele parece uma câmara de tortura medieval. Tem instrumentos que você nem sabe para que servem (e é melhor não perguntar). Na parede há uma fila de facas que ele trouxe da Turquia abraçadas ao coração como homenagem ao Império Otomano e até hoje não sabe como é que conseguiu passar com elas pela alfândega, mais um sabre do Japão que jura que é imbatível para fatiar rabanetes, isto sem contar com a Bimby que ele tem, mas faz questão de dizer que só usa para picar cebola, que ele é muito macho e pode fazer tudo o resto à mão com um sabre japonês, obrigada. Apesar de ter a Bimby, também tem máquinas para fazer em separado o que a Bimby faz por junto. Tem máquinas para espremer, moer, triturar, secar, coar, lavar, assar, fritar, liquidificar, congelar, soprar, cozer ao vapor, cortar em forma de árvore de Natal e em forma de outras coisas (a de cortar em forma de outras coisas ele tem escondida), para fazer pão, bolos, iogurtes, gelados, pipocas, tostas, massa de esparguete e etc. Um enorme etc. Uma máquina de fazer etceteras. Isto além da biblioteca, claro. Você pensa na sua cozinha e aquilo que lá tem de mais elaborado é, deixa ver, uma torradeira?



Como seduzi-lo

Não é preciso: a parte boa é que ele faz tudo, pelo menos na fase de apuramento do campeonato. Basta comer tudo o que ele lhe põe à frente dando gritos de alegria (cuidado com os perdigotos, que eles podem ser gourmets mas são esquisitos com os vírus e acham que podem apanhar gripe A atrasada se alguém espirrar para cima do risotto deles). Pode ainda soltar exclamações de êxtase enquanto pronuncia frases como: "Este soufflé de carapau/folhado de beringela/gaspacho de mirtilos está verdadeiramente genial." Se, além de o conseguir fazer, conseguir manter ao mesmo tempo um ar distinto, ele vai amá-la de paixão. Os gastros amam mulheres suficientemente distintas para se poderem levar a restaurantes trendy e suficientemente resistentes para se poderem levar a tascas no Turquemenistão. Nota: não se esqueça de que tudo tem um preço. As estatísticas dizem que o número de homens na cozinha actualmente é cinco vezes superior a 1960, mas não especificam o que eles fazem ao certo na cozinha, e uma coisa lhe garantimos: não é lavar a loiça. Nem esfregar a bancada. Nem limpar separadamente as 17 partes da máquina de sumos.

Como lidar com a concorrência

Não vai ter um caso só com ele. Vai ter um caso com ele e com a Bimby e com toda a parafernália de etceteras. Vai encontrá-lo a meio da noite a estudar um livro de receitas e a dizer: "Este gajo não percebe nada de culinária." Vai apanhar ainda com todos os amigos dele com quem ele costumava ir correr tascas ao fim-de-semana e com quem há-de continuar a fazê-lo e, o que é pior, com as amigas, as amigas que ele há-de continuar a convidar, porque um gastrossexual não precisa apenas de um sabre para cortar rabanetes, precisa de audiência.

Partilhar

Clique para subscrever a NEWSLETTER ACTIVA.pt!

Siga-nos no Twitter

Palavras-chave

Relacionados

Mais no portal

Mais Notícias

SUV elétrico Polestar 3 é lançado a 12 de outubro

SUV elétrico Polestar 3 é lançado a 12 de outubro

“The Bear”, na Disney+: A cozinha é uma panela de pressão

“The Bear”, na Disney+: A cozinha é uma panela de pressão

O pior dos cenários!

O pior dos cenários!

Obrigações sustentáveis, sim, mas se não cumprir paga mais

Obrigações sustentáveis, sim, mas se não cumprir paga mais

A PRIMA gosta dos pratos da Casa Davolta, dos novos modelos Hunter e do regresso do Chefs on Fire

A PRIMA gosta dos pratos da Casa Davolta, dos novos modelos Hunter e do regresso do Chefs on Fire

Temperaturas acima dos 30 graus, poeiras e aumento do perigo de incêndio nos próximos dias

Temperaturas acima dos 30 graus, poeiras e aumento do perigo de incêndio nos próximos dias

Tops e leggings: 31 ideias para regressar ao ginásio

Tops e leggings: 31 ideias para regressar ao ginásio

José Eduardo Moniz e Manuela Moura Guedes felizes com o casamento da filha, Madalena Moniz

José Eduardo Moniz e Manuela Moura Guedes felizes com o casamento da filha, Madalena Moniz

Tribunal francês reduz multa recorde da Apple para 372 milhões de euros

Tribunal francês reduz multa recorde da Apple para 372 milhões de euros

Internamentos e óbitos causados pela gripe estão subnotificados

Internamentos e óbitos causados pela gripe estão subnotificados

Joana Aguiar usa vestido igual ao de Cristina Ferreira

Joana Aguiar usa vestido igual ao de Cristina Ferreira

Homeing está de volta com as tendências em design de interiores

Homeing está de volta com as tendências em design de interiores

Drama no final de

Drama no final de "Lua de Mel": Ângela morre nos braços de Sandra

Princesa Charlene do Mónaco assiste ao desfile da Akris na Semana da Moda em Paris

Princesa Charlene do Mónaco assiste ao desfile da Akris na Semana da Moda em Paris

Teste em vídeo à scooter elétrica BMW CE 04

Teste em vídeo à scooter elétrica BMW CE 04

Viagem fotográfica

Viagem fotográfica "Viver entre o que é deixado para trás"de Mário Cruz em Almada até dezembro

Seat Mó eScooter 125 em teste: Faz todo o sentido

Seat Mó eScooter 125 em teste: Faz todo o sentido

Transforma-te num morcego assustador

Transforma-te num morcego assustador

Victoria Beckham estreia-se na Semana da Moda em Paris, acompanhada pelo filho e a nora

Victoria Beckham estreia-se na Semana da Moda em Paris, acompanhada pelo filho e a nora

A Pipoca Mais Doce desmente novos projetos na SIC:

A Pipoca Mais Doce desmente novos projetos na SIC: "Não há"

João Mota: O temor do ator na hora do regresso

João Mota: O temor do ator na hora do regresso

Vinhos: um bom lugar ao sol

Vinhos: um bom lugar ao sol

“Cindy Sherman: Metamorfoses”, em Serralves: Uma encenação em 100 imagens e um mural inédito

“Cindy Sherman: Metamorfoses”, em Serralves: Uma encenação em 100 imagens e um mural inédito

Citroën apresenta Oli, um conceito automóvel “radical, responsável e otimista”

Citroën apresenta Oli, um conceito automóvel “radical, responsável e otimista”

Família: quanto tempo podes estar em frente a um ecrã?

Família: quanto tempo podes estar em frente a um ecrã?

Projeto G.O.T.A. sensibiliza viticultores do Douro para gestão eficiente da água

Projeto G.O.T.A. sensibiliza viticultores do Douro para gestão eficiente da água

Novo aeroporto: um caso de estudo. Crónica de Joana Marques

Novo aeroporto: um caso de estudo. Crónica de Joana Marques

Imobiliário: Preços de Lisboa ultrapassam os de Madrid, Barcelona e Milão

Imobiliário: Preços de Lisboa ultrapassam os de Madrid, Barcelona e Milão

O Outono/Inverno nas lojas Gato Preto

O Outono/Inverno nas lojas Gato Preto

Carolina Carvalho e David Carreira vão ser pais e já revelaram o sexo do bebé

Carolina Carvalho e David Carreira vão ser pais e já revelaram o sexo do bebé

Como a doença inflamatória intestinal transforma a juventude

Como a doença inflamatória intestinal transforma a juventude

20 peças para um regresso ao escritório em estilo

20 peças para um regresso ao escritório em estilo

Índice de transmissibilidade da Covid-19 baixou para 0,98 em Portugal

Índice de transmissibilidade da Covid-19 baixou para 0,98 em Portugal

Era uma vez uma maravilhosa preta da Guiné

Era uma vez uma maravilhosa preta da Guiné

O Senhor Gonçalo M. Tavares

O Senhor Gonçalo M. Tavares

Dez sugestões de sutiãs em renda

Dez sugestões de sutiãs em renda

Pó

Hilary Swank grávida de gémeos aos 48 anos

Hilary Swank grávida de gémeos aos 48 anos

Manda no seu telemóvel ou o telemóvel manda em si? O que fazer antes que seja tarde demais

Manda no seu telemóvel ou o telemóvel manda em si? O que fazer antes que seja tarde demais

Regresso de La Niña sugere que falta informação importante nos atuais modelos climáticos

Regresso de La Niña sugere que falta informação importante nos atuais modelos climáticos

Quem foi Alfred Nobel?

Quem foi Alfred Nobel?

Na Caras Decoração, outubro chega com design e muito bem-estar

Na Caras Decoração, outubro chega com design e muito bem-estar