A cada idade o seu prazer: aos 20 anos

A seu favor…

… a disponibilidade. Se estamos no auge da forma, aguentamos ‘directas’ e subimos três lanços de escada sem ficar ofegantes, é claro que isso traz benefícios acrescidos na cama. Do ponto de vista físico não há melhor altura para as ‘maratonas’ sexuais.

…a vontade de experimentar. Há muita coisa a explorar e a curiosidade é um factor estimulante, tal como a sensação de fazer algo pela primeira vez e apreciar prazeres até aí desconhecidos.

O perigo é…

…tornar-se competitiva. Numa idade propensa a excessos, pode cair no erro de encarar o sexo como uma competição, com metas a alcançar, o que pode ser gerador de ansiedade. Lembre-se que quantidade não é qualidade. Não tem de entrar no livro de recordes do Guiness, basta divertir-se.

…não saber lidar com as suas inibições. É comum em mulheres jovens haver ainda dificuldades na exposição do corpo ou em explorar o seu próprio prazer, que a impedem de desfrutar do sexo em plenitude. No extremo, isto resulta em falta de interesse sexual, um problema mais mental do que sexual propriamente dito e que pode advir de factores tão diversos como “a educação repressiva ou tensões externas, problemas com o companheiro ou medicamentos”, explica a terapeuta sexual Ruth Westheimer, no livro ‘Prazeres Eróticos e Sensuais.’ (Europa América).

Como aproveitar ao máximo

-Conheça o seu corpo. Perceba do que gosta e não gosta verdadeiramente, por oposição ao que pensa que é suposto gostar. A masturbação pode ser uma boa via de auto conhecimento. E se há altura boa para levar à prática as posições do kamasutra (ou inventar o seu próprio kamasutra) é agora.

-Converse com o seu companheiro caso sinta que tem alguma inibição. De facto, não falar é o pior que pode fazer. Não construa tabus, muito menos no sexo. Steve Lindauer, autor do livro ‘Sedução, Amor e Sexo, Segredos para uma vida Íntima Feliz’ (Europa-América) salienta a importância de aprender a “deixar-se ir”. Para muitos casais isto significa ultrapassar restrições irracionais e a comunicação é uma boa forma de começar.

– Estimule o desejo sexual. O velho adágio “quanto mais se tem mais se quer” não está longe da verdade, a crer na terapeuta Ruth Westheimer. Por isso, desenvolva a sua capacidade erótica, ou seja: pratique!

 

A palavra delas

“Só somos jovens uma vez e aos 20 tive a minha fase de loucura, com encontros de sexo casual e muitos parceiros, mas também acho que corri alguns riscos desnecessários.”

Mafalda Antunes, 29

“O bom de ter 20 anos é que ainda somos completamente espontâneas e não pensamos no futuro, vivemos o presente de forma mais apaixonada e isso torna o sexo mais intenso.”

A CADA IDADE O SEU PRAZER: AOS 30

A CADA IDADE O SEU PRAZER: AOS 40

A CADA IDADE O SEU PRAZER: A PARTIR DOS 50

Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Relacionados

Mais no portal