160618959.jpg

Dizem que o amor verdadeiro é difícil de encontrar e muitos estão convencidos que ainda é mais raro apaixonarmo-nos ao primeiro olhar. Mas, como é revelado num estudo recente, da Interflora, realizado na Grã-Bretanha, são bastantes aqueles atingidos pela seta do cupido à primeira vista: são 31%, subindo a percentagem para 37% entre aqueles com 55 anos ou mais.

Infelizmente, grande parte deste amor permanece silencioso, com um em cada seis britânicos apaixonado por um colega de trabalho, mas mantendo os seus sentimentos em segredo.“Talvez não seja surpreendente apaixonarmos-mos por quem vemos diariamente, no seu melhor comportamento”, explica Dr. Gayle Brewer, psicólogo da Universidade Central de Lancashire, “mas é certo preocuparmos nos com as consequências de uma rejeição de alguém com que trabalhamos no dia-a-dia”.

O mesmo se passa quando os homens estão apaixonados pela namorada ou mulher de um amigo ou familiar – o que de acordo com o estudo acontece com 11%. As repercussões podiam ser ainda maiores caso fosse tornado público, sugere o psicólogo em declarações ao Daily Mail, mas acrescenta: “Este tipo de amor não declarado pode ser perturbador e impedir uma pessoa de seguir em frente e encontrar a verdadeira felicidade.”

Mais de metade dos inquiridos refere que não passou uma só noite com a sua companheira ideal. Infelizmente, muitas vezes há uma diferença entre o que queremos e conseguimos. “Parece que muitas pessoas, passam o tempo a pensar num relacionamento com alguém que não é o seu atual companheiro”, diz Gayle, concluindo: “é muito fácil romantizar o que um relacionamento podia ser”.

Numa era de internet, amor virtual e namoro através das redes sociais, a pesquisa constatou que ainda ansiamos pelos tradicionais gestos românticos, sendo que as cartas manuscritas, lideram as preferências dos britânicos: 41% das mulheres dizem que um cartão ou uma carta de amor escrita à mão é o caminho para o seu coração, enquanto os homens são mais propensos a professar o  seu amor eterno por texto.

“A tecnologia desempenha um papel cada vez maior na nossa forma de comunicar, mas quando se trata de dizer “eu amo-te” preferimos a abordagem tradicional” enfatiza Michael Barringer, diretor de marketing da Interflora, e acrescenta “Um grande número recorre aos sites de namoro e usa os media, mas é reconfortante ouvir que gostam de receber uma nota escrita à mão e ainda se apaixonar à primeira vista. Isso indica que somos uma nação de românticos, mesmo que a pesquisa sugira que muitos ainda não se sentiram capazes de dizer ao objeto de seu desejo como eles realmente sentem.”

Outros dados apresentados pelo estudo referem que 19% dos homens enviaram sms’s a dizer “Eu amo-te”, contra com 17 % das mulheres que o escrevem em carta. Por sua vez, um quinto dos britânicos acredita que o amor deve ser declarado com flores e um décimo considera ser mais romântico declarar-se com um poema.

Num universo de 2000 pessoas, 12% já enviaram um cartão de São Valentim ou um presente a alguém que não era seu parceiro na altura. Já 6% dos homens confessam terem enviado cartões para causar ciúmes à sua companheira, em contraste com 16% das mulheres que afirmam enviar cartões a um amigo para animá-los.

Relacionados

Comportamento

Crónica: All you need is Love? 12 Dicas para o Pânico de São Valentim

Para quem está triste com a aproximação do Dia dos Namorados (o que é desnecessário porque como já disse aqui, tudo isso é relativo e a data vale o que vale) aqui ficam alguns conselhos - tried and true - para ver as coisas por outra perspectiva e remediar o "problema" o mais rapidamente possível, sem cair em manobras "raposa que não vai às uvas".

Comportamento

Crónica: Destruir um relacionamento em 4 passos

Química, paixão, profundidade de sentimentos, atracção, compatibilidade intelectual e gostos em comum são os ingredientes chave dos relacionamentos que deixam marca. No entanto, mesmo quando existe tudo isto, é fácil arruinar uma bela história de amor com  quatro disparates simples . Erros que se instalam e que são capazes de corroer a relação com mais potencial.  Ora vejamos como dar cabo de algo que podia ser promissor com estes venenos...e os antídotos correspondentes.

Comportamento

Será que as vegetarianas têm relações sexuais mais frequentemente?

Então e se decidisse fazer um pratinho de tofu com brócolos da próxima vez que cozinhar para o seu companheiro? Não só é um prato saudável, mas também a sua vida sexual pode melhorar só com essa pequena mudança!

Comportamento

Mentir ou não mentir ao amor da sua vida?

Quando se deve mentir? E será que tudo se deve dizer? Fomos investigar alguns dos 'temas' mais tentadores.

Comportamento

8 sinais de que a sua relação está em risco

São bandeiras vermelhas que podem ser aviso de rutura ou apenas sinal de alguma coisa precisa de mudar...

Mais no portal

Comportamento

4 formas de salvar o planeta entre quatro paredes

A sustentabilidade chegou ao sexo.

Moda

Parfois: 5 colares perfeitos para o verão

Cor não lhes falta!

Comportamento

Os 10 países mais ecológicos do mundo ficam na Europa - mas Portugal não é um deles

Veja em que posição estamos e o que podemos aprender com as nações que dão o exemplo.

Moda

Conheça cinco marcas de moda que estão a mobilizar-se pelo planeta

O resultado são estas coleções, que aliam estilo a consciência ambiental.

Beleza

As novidades de beleza para um estilo de vida mais sustentável e consciente

Para celebrar o Dia da Terra, assinalado anualmente a 22 de abril.

Lifestyle

O segredo de Vanessa Martins para poupar até 5 litros de água por dia em casa

Um pequeno gesto com grandes repercussões.

Mulheres Inspiradoras

Quatro ambientalistas portuguesas que tem mesmo de conhecer

Aqui ficam alguns exemplos de mulheres que renovam diariamente o compromisso de conservação e preservação ambiental.

Saúde

Grávida? Entenda a importância da gestão da ansiedade e do exercício físico

Uma fase de várias mudanças que exige um grande sentido de adaptação.

Moda

Roupa interior e de banho criada a pensar em mulheres que passaram por uma mastectomia

A Mango estreia-se neste tipo de underwear e swimwear específicos, sendo que todos as lucros da venda desta coleção serão doados à associação teta & teta.

#VozActiva

Madalena Brandão: "Ser mãe é uma aprendizagem constante"

No #VozActiva deste mês, a nossa protagonista de capa fala sobre a jornada que é a maternidade. Uma conversa a não perder!

Nas Bancas

A sua Activa ao alcance de um click

Abril águas mil e aquela preguiça de correr debaixo de chuva até ao quiosque para comprar a Activa mais recente? Não stresse. Basta assinar a ACTIVA digital e tem acesso a tudo, sem se molhar.