122558854.jpg

Pronto, está bem que não era marido que fizesse muito jeito em casa: praticamente só vinha ao castelo para fazer mais um infante, e sendo que D. Mafalda, que era saboiana, não devia falar uma palavra de português, a conversa também não devia ser intelectual. O primeiro ‘workaholic’ conhecido em terras lusas, era dedicado ao seu trabalho e incansável no que toca a cortar cabeças aos mouros.

Lição a aprender: Os portugueses que andam por aí curvadinhos e magricelas, que não têm um músculo em cima das costelas, que passam a vida a queixar-se de dores nas perninhas e nas costinhas, de enxaquecas e arranhões no dedo, ‘ai não posso comer isto que sou alérgico à alface’, que apanham uma gripe e já acham que têm febre amarela, deviam aprender a endireitar a espinhela, botar a armadura nos costados, ferver o azeite (biológico) e a ir-se aos mouros (enfim, isto nos tempos que correm, é melhor tomar no sentido figurado). Também não lhes ficava mal declararem independência da mãezinha. Também não é preciso chegar ao extremo de a pôr a ferros e exigir o reconhecimento do reino de Odivelas, mas homem que é homem é rei de sua própria alma.

Ambientalistas como…D. Dinis

Ambientalista e versejador: que mais se pode querer? É verdade que não era o mais fiel dos maridos, é verdade que não era grande apreciador de rosas (mas nenhum homem que é homem é grande apreciador de flores, eles gostam é de coisas em grande tipo cactos do Arkansas e plantas carnívoras da Amazónia), é verdade que era demasiadamente apreciador de marmelada conventual, mas não se pode ter tudo.

Lição a aprender: Portugueses: aprendam a fazer poesia como deve ser – ainda por cima, nós não somos exigentes, se nos aparecerem com um manjerico e uma quadra ao Santo António que não rime ‘paixão’ com ‘tesão’, já ficamos razoavelmente satisfeitas. Também não exigimos que metam a sachola ao ombro e vão plantar um pinhal inteiro em nossa honra, mas se se lembrarem de regar as plantas, se não deitarem beatas para o chão, e se reciclarem as garrafas de cerveja, não pedimos mais.

Românticos como…D. Pedro

É verdade que era um bocadinho dado à cabidela, é verdade que a maioria de nós preferia um namorado mais calmo, e também é verdade que, a sermos rainhas, preferíamos sê-lo enquanto ainda estivessemos vivas, de modo a apreciar melhor a sensação. Claro que não dava jeito nenhum ter um sogro do pior como D.Afonso IV, que o melhor que arranjou para dar as boas-vindas à nora foi ‘anda cá, deixa-me cá dar-te umas facaditas por interpostos esfaqueadores’. Mas enfim, não se pode dizer D. Pedro que não soubesse o que queria ou que ficasse à espera sentadinho a ver o que acontecia.

Lição a aprender: Já que vão ser namorados/amantes/maridos/pretendentes, façam-no em termos: sejam impetuosos! Decididos! Lutem pelo que querem! Em vez de ficarem a babar-se em silêncio e a olhar para a mulher da vossa vida com ar de carneiro mal morto e a escrever-lhe odes em segredo durante quatro anos enquanto ela trabalha na secretária ao lado da vossa, declarem-se! Arrisquem uma tampa! Homem que é homem já levou mais tampas que uma garrafa de água reciclada!

Bons pais como…D. João I

Foi dos poucos reis portugueses que foi fiel à mulher. Claro que o facto de D. Filipa ser inglesa também deve ter tido qualquer coisa a ver com o facto, dado que não é impunemente que se trai uma inglesa, mas fosse como fosse, deu um excelente pai.

Lição a aprender: Em vez de andarem por aí a dizer que precisam de tempo para se decidirem e só aos 83 é que decidem ser pais, os homens portugueses podiam seguir o exemplo do nosso rei mais sensato, e dedicarem-se a criar uma família que se possa apresentar a alguém. Duvida-se que D. João I mudasse fraldas ao infante D. Pedro e se levantasse de noite para pôr a chucha ao infante D. Henrique, mas a verdade é que hoje em dia, qual é o pai que se pode gabar de ter dado ao mundo uma ‘Ínclita Geração’?

Corajosos como…Bartolomeu Dias

Atravessou o Cabo da Boa Esperança (até aí conhecido pelo pouco animador nome de Cabo das Tormentas) num barquinho tipo casca de nós, numa tempestade de morrer e com uma horda de marinheiros amotinados todos a quererem voltar para casa. Palavras para quê. Já não se fazem homens assim.

Lição a aprender: Claro que nem toda a gente nasceu com estofo de herói. Muitas vezes conseguir levantar-se da cama, deixar a criança na escola com os atacadores apertados e chegar mais ou menos intacto ao trabalho já é heroismo suficiente. Mas também se podiam esforçar um bocadinho: agora que já estão os Cabos das Tormentas todos atravessados, ainda temos a boa esperança de acreditar que, qualquer dia, os homens portugueses sejam suficientemente corajosos para tomarem conta do bebé, fazerem o jantar de vez em quando, lavarem a loiça se for preciso, e não pensarem sempre neles próprios em primeiro lugar.

Charmosos como…Camões

Desculpem lá, mas se um homem só com um olho conseguiu tanta namorada, algum encanto havia de ter… É verdade que, segundo a lenda, preferiu salvar o livro a salvar uma mulher, mas também é verdade que devia ter sido a conclusão lógica: ‘a tipa, mais ano menos ano, vai-se desta para melhor, e o livro daqui a quinhentos anos inda há-de fazer parte do programa de português para chagar a cabeça aos miúdos’. De qualquer maneira, qual é o homem hoje que consegue ser viajado, interessado, culto, imaginativo, curioso e bom conversador (não estivemos lá, mas quase que jurávamos que era um bom conversador)?

Lição a aprender: Como afirmou Raul Solnado, o mal dos portugueses é que “todos querem ser Camões, mas ninguém quer ser zarolho”. É verdade que não tinha um olho: mas perdeu-o por uma boa causa, batendo-se em duelo pela mulher da sua vida (ou pelo menos, da sua vida naquela altura). É verdade que também não queríamos que eles andassem por aí a perder olhos por nossa causa, até porque so têm dois e fazem-lhes falta, mas não podiam pelo menos dizer-nos que nos amam mais vezes e levar-nos a jantar fora (escusava de ser à Índia, podia ser ao vegetariano do Nepal) e dizer-nos que eramos a mulher da vida dele mesmo que já andasse de olho em mais duas ou três Catarinas que não nós.

Assine uma destas revistas e escolha um presente grátis. Estadas em hotéis, produtos de beleza e muitos outros. Aproveite. Assine aqui

Relacionados

Comportamento

Como conseguir que ele a convide para sair

Cá estamos com um programa imbatível para conseguir que o caramelo por quem você está apaixonada faça finalmente qualquer coisa.

Comportamento

"Eu fui a outra": testemunhos de quem foi a 'amante'

Destruidoras de lares ou companheiras fiéis? Nas páginas que se seguem damos voz às amantes. Elas falam-nos de dilemas morais, culpa e prazer, de paixões avassaladoras que, em alguns acasos, são destrutivas e de como a vida não se pinta só a preto a branco.

Comportamento

10 coisas que é mesmo proíbido fazer por amor

Por muito apaixonada que esteja, atenção: há certos aspectos da sua vida de que não pode abdicar!

Comportamento

Porque motivo é que os homens fogem de nós?

São eles mesmo, os homens, quem nos contou na primeira pessoa o que os assusta numa mulher, a ponto de pensarem logo: "não, com esta não quero nada!"

Comportamento

Os sinais que lhe dizem que ele está apaixonado por si!

Para que uma paixão tenha continuidade é preciso que o apaixonado saiba se é correspondido. E neste campo parece haver uma espécie de linguagem secreta entre os apaixonados

Comportamento

Como é ele na cozinha?

Há os homens que fazem tudo, os que não fazem nada, e os que funcionam só com o frigorífico. E o seu, como é?

Comportamento

O casamento pode ser o fim da relação?

Quando fazemos o balanço aos anos de casamento, quantas vezes pensamos: "onde está o rapaz que nos cobria de beijos e nos levava a passear?". Dois terapeutas de casal e quatro membros do clube dos casados dizem-nos se, afinal, existe vida amorosa depois do altar.

Comportamento

O que diz de um homem aquilo que ele come?

Enrola-se em esparguete ou é mais batatas fritas? Adora jaquinzinhos ou pela-se por caviar? As preferências gastronómicas do amor da sua vida podem dizer muito sobre as suas preferências amorosas. Por Catarina Fonseca

Comportamento

Guia completo sobre choninhas

Todas nós conhecemos espécimes representantes da raça. Mas quantas de nós sabemos distingui-los e neutralizá-los? Aqui fica um guia especial para lidar com gente absolutamente desinteressante.

Comportamento

5 Sinais de Que Ele Gosta Mesmo de Si

Descubra já se ele tem mesmo um fraquinho por si ou se gosta de si como de uma amiguinha.

Mais no portal

Beleza

Conhece este truque caseiro para disfarçar olheiras?

Simples e rápido!

Lifestyle

Truques simples para 'melhorar o ambiente' depois de usar a casa de banho

Aqui ficam três sugestões.

Nas Bancas

A ACTIVA de fevereiro, com Helena Isabel na capa, chega amanhã às bancas!

Uma edição imperdível!

Lifestyle

Portugal considerado o melhor país do mundo para trabalho remoto e viagens

Eis os motivos para o nosso país ser tão convidativo para quem procura combinar o teletrabalho com momentos de lazer.

Saúde

Vírus Sincicial Respiratório: a patologia que está a preocupar os pediatras

Um artigo de opinião assinado pela chefe de serviço de Pediatria e coordenadora de Neonatologia do Centro hospital Universitário de Lisboa Central.

Comportamento

7 dicas que podem mesmo mudar a sua vida

De acordo com as experiências reais de milhares de pessoas.

Moda

Há uma nova loja de e-commerce de malas e acessórios 100% portuguesa

Conheça a MissCath.

Moda

Bordeaux: a cor que transforma os nossos visuais de inverno

Inspire-se nestes acessórios Parfois.

Saúde

Novo tratamento oral da Pfizer mostra-se eficaz contra a Ómicron

A nova variante é bastante transmissível.

Celebridades

Do sangue ao anel com espinhos: o noivado invulgar de Megan Fox e Machine Gun Kelly

O artista e a atriz deram o próximo passo no relacionamento de uma forma muito característica.

Celebridades

Kylie Jenner chega aos 300 milhões de seguidores no Instagram e quebra recorde

A jovem foi a primeira mulher a atingir este feito na rede social e, em geral, só fica atrás de um português.

Lifestyle

Ora aqui está a receita de um 'shot' bem saudável

Não podia ser mais fácil de preparar este Shot Erva Trigo repleto de nutrientes saudáveis e saciantes.