sophie marceau.jpg

Era uma senhora muito serena, muito sábia, com uma classe à prova de bala. Nos seus tempos de rapariga fora a incontestável ” bela do baile”. Fazia os bons partidos das redondezas andar num virote, mas apaixonou-se irremediavelmente pelo meu avô – paixão correspondida que nem a morte separou – que era um bon vivant de primeira. Jovem e bem parecido, o avô punha tanto as meninas casadoiras como as “raparigas doidivanas” de cabeça à roda. Era muito popular, convidado para toda a parte. Como o futuro sogro, altivo como uma águia e vigilante como um falcão, só deixava as filhas assistir a festas muito escolhidas, de quando em vez, em muitos bailes ele não podia contar com a companhia da namorada. Com a desculpa de que ” não se dança sem par” lá ia recebendo as atenções desta e daquela admiradora, facto que deixava a minha avó à beira de um chilique. Antes que fosse tarde demais e que ele ” fugisse com uma maluca qualquer” ela não foi de modas: pôs-lhe um par de patins que quase o matou de desgosto. Andaram dois anos nisto, sem se falar, fazendo fosquetas e partidas um ao outro – e ela sem se ralar nem perder a compostura – mas o amor acabou por levar a melhor. Graças a essa e a outras experiências que passou ao longo da vida, ela sempre me disse ” o que tiver de ser nosso, à mão nos vem ter”. Seja o amor, o sucesso, o trabalho…não vale a pena uma pessoa consumir-se, desesperar, correr atrás, andar em ânsias ou fazer força. Quanto mais intensidade colocamos em desejos que não está na nossa mão realizar, pior: estraga a pele, atormenta a alma e não resolve nada. E como se consegue essa calma, essa tranquilidade transcendental, perguntava eu? É pôr o coração ao largo! Seja o que Deus quiser! Deus lá sabe o que é melhor!  Não era fácil explicar porque é uma coisa que só se consegue praticando, fake it ´till you make it. Passa por pegar na coisa que mais queremos, ou que mais nos preocupa, e separar-nos mentalmente dela: tratá-la como se não seja nada connosco; não querer saber e ter raiva de quem sabeo que for será, o que não tem remédio remediado está, há mais coisas na vida, mais marés que marinheiros e muito peixe no mar. É uma táctica de desapego com algo de oriental, que exige esforço, mas uma vez dominada nunca nos deixa na mão. Depois de anos de prática, em diferentes sectores da existência, atesto a eficácia dessa filosofia de vida quase zen, que me poupou  muitas angústias e desgostos e me permitiu reagir com uma calma diabólica a situações de deixar qualquer um em parafuso. Se calhar devia haver workshops destas coisas, para quem não teve uma super avozinha.

Autoria: Imperatriz Sissi

CLIQUE PARA VISITAR O BLOGUE

Relacionados

Mais no portal

Mais Notícias

Karumi, novo banco de Álvaro Siza Vieira

Karumi, novo banco de Álvaro Siza Vieira

VOLT Live: Reparação de baterias em carros elétricos

VOLT Live: Reparação de baterias em carros elétricos

Ainda podes votar nas fotos de animais mais cómicas de 2022

Ainda podes votar nas fotos de animais mais cómicas de 2022

A playlist de Ana Bacalhau

A playlist de Ana Bacalhau

Estamos em plena peak season. E agora?

Estamos em plena peak season. E agora?

Na primeira pessoa:

Na primeira pessoa: "A minha irmã deu um beijo ao pai e foi para o quarto. Fechou a porta e atirou-se do 13º andar"

Candeeiros, 10 esculturas de luz

Candeeiros, 10 esculturas de luz

JL 1360

JL 1360

Final de “Lua de Mel”: Renato e Dina assumem romance

Final de “Lua de Mel”: Renato e Dina assumem romance

Lisboa com níveis de poluição superiores ao tolerado pela OMS

Lisboa com níveis de poluição superiores ao tolerado pela OMS

Eco-Rally de Lisboa: os elétricos passaram pela capital

Eco-Rally de Lisboa: os elétricos passaram pela capital

Design, música e tecnologia no novo livro da Phaidon

Design, música e tecnologia no novo livro da Phaidon

Toda a correspondência de Charles Darwin está disponível online

Toda a correspondência de Charles Darwin está disponível online

"Crimes do Futuro", de David Cronenberg: Uma tatuagem no fígado

As fotos do jantar de Natal da Nespresso

As fotos do jantar de Natal da Nespresso

O alimento que o rei Carlos III proibiu em todas as residências da família real britânica

O alimento que o rei Carlos III proibiu em todas as residências da família real britânica

O novo romance de Lídia Jorge

O novo romance de Lídia Jorge

Ganha convites duplos para 'O Gato das Botas:O Último Desejo'

Ganha convites duplos para 'O Gato das Botas:O Último Desejo'

Dez camisolas para aquecer o Natal

Dez camisolas para aquecer o Natal

Tribunal evita despedimento de vice-presidente da Twitter na Irlanda

Tribunal evita despedimento de vice-presidente da Twitter na Irlanda

Greve na escola

Greve na escola

Fátima Lopes inaugura nova loja na Avenida da Liberdade, em Lisboa

Fátima Lopes inaugura nova loja na Avenida da Liberdade, em Lisboa

"Wednesday", na Netflix: Uma aberração pop na nova série de Tim Burton

Kate usa pregadeira com significado especial na receção ao presidente da África do Sul

Kate usa pregadeira com significado especial na receção ao presidente da África do Sul

Betty Grafstein celebra 94

Betty Grafstein celebra 94

Testes à covid-19 deixam de ser recomendados a pessoas sem sintomas e internados com visitas

Testes à covid-19 deixam de ser recomendados a pessoas sem sintomas e internados com visitas

Fátima Lopes inaugura nova loja na Avenida da Liberdade, em Lisboa

Fátima Lopes inaugura nova loja na Avenida da Liberdade, em Lisboa

Juíza coloca em causa a autoria da música

Juíza coloca em causa a autoria da música "Roda viva": Chico Buarque ou Eduardo Bolsonaro?

Trufa branca de Alba: O ingrediente de luxo serve-se nestes cinco restaurantes, em Lisboa

Trufa branca de Alba: O ingrediente de luxo serve-se nestes cinco restaurantes, em Lisboa

A 58.ª edição da Capital do Móvel abre portas, na Alfândega do Porto, dia 26

A 58.ª edição da Capital do Móvel abre portas, na Alfândega do Porto, dia 26

Campanha dos Bancos Alimentares

Campanha dos Bancos Alimentares "superou todas as expectativas" - Isabel Jonet

Porque é que os habitantes da China estão a levantar folhas brancas em protesto?

Porque é que os habitantes da China estão a levantar folhas brancas em protesto?

Quanto valem os dados que não usamos?

Quanto valem os dados que não usamos?

LeasePlan conclui que elétricos são mais económicos para 87% dos perfis de utilização

LeasePlan conclui que elétricos são mais económicos para 87% dos perfis de utilização

5 restaurantes para viajar à mesa

5 restaurantes para viajar à mesa

Vírus sincicial responsável por 6,7% das hospitalizações de crianças até 5 anos

Vírus sincicial responsável por 6,7% das hospitalizações de crianças até 5 anos

Hubble deteta colisão de galáxias longínquas

Hubble deteta colisão de galáxias longínquas

Jardim Zoológico de Lisboa tem nova cria de veado-da-birmânia, uma espécie em perigo

Jardim Zoológico de Lisboa tem nova cria de veado-da-birmânia, uma espécie em perigo

Matilde Breyner: “Interromper a gravidez foi um ato de amor”

Matilde Breyner: “Interromper a gravidez foi um ato de amor”

JL 1357

JL 1357

Portugal pode voltar a ser

Portugal pode voltar a ser "relevante" através do mar - Bolieiro

Aptoide recebe investimento de 12 milhões de dólares

Aptoide recebe investimento de 12 milhões de dólares