133898315.jpg

Getty Images/iStockphoto

3 -5 anos:

•  A primeira coisa a saber: é preciso dinheiro para comprar coisas.

•  O dinheiro não ‘vem’ do Multibanco como os ovos vêm da galinha. O dinheiro ganha-se trabalhando em várias profissões. Explique-lhe que tipo de trabalho faz.

•   Às vezes é preciso esperar e poupar para comprar qualquer coisa que se quer.

Como treinar:
Ensiná-lo a distinguir o valor das moedas. Dar-lhe pequenas quantias para ele pagar alguma coisa, como um jornal ou um chocolate. Ensinar que há muitas atividades que não custam dinheiro e dão prazer, como brincar com os amigos, passear ao ar livre ou jogar à bola. E comece desde pequenino a discutir abertamente assuntos de dinheiro: não faça dele um tabu.

6 -10 anos:

•  É altura de aprenderem que cada pessoa escolhe como gastar o seu dinheiro. Se comprarmos algumas coisas, não podemos comprar outras.

•  Antes de comprar, convém comparar preços em diferentes sítios.

•  Pôr o dinheiro no banco ajuda a protegê-lo.

Como treinar:
Ensine a diferença entre precisar e querer. Leve-o ao supermercado e fale com ele enquanto faz as compras. Mostre-lhe a importância de fazer uma lista, para não comprar por impulso. Explique a diferença entre coisas caras e baratas, e encarregue-o de comprar alguma coisa. Não recompense com dinheiro as boas notas nem as tarefas caseiras e também não retire a mesada quando ele tiver uma negativa.

11 – 13 anos:

•  Ensine-lhe que se deve poupar sempre uma parte daquilo que se recebe.

•  Nunca se deve partilhar informação financeira online, por uma questão de segurança.

•  Deve-se desconfiar das maneiras fáceis de ganhar dinheiro.

Como treinar:
Encoraje-o a poupar, para comprar alguma coisa que queira muito. Duas ou três vezes por ano, vá com ele ao banco depositar o que poupou. Explique como funciona um cartão de crédito: se não conseguir repor tudo o que falta nesse mês, vai ter de pagar mais do que aquilo que gastou. Abra uma conta para o seu filho e explique-lhe como funciona. Convide-o a participar no orçamento familiar e ouça as suas sugestões.

14 – 18 anos:

•  Habitue-o a fazer uma lista daquilo que gasta e daquilo que poupa. Se for pedir muito, pelo menos habitue-o a guardar os recibos daquilo que comprou, para não perder o pé aos gastos.

•  Antes de ele tomar uma decisão sobre o curso que vai seguir, convém comparar os custos das universidades que quer frequentar. Discutam os gastos e como podem pagar.

Como treinar:
Explique para que servem e como funcionam os impostos, e que as pessoas pagam consoante aquilo que ganham. Ensine-lhe que existem alternativas em tudo – como gastar, como poupar, onde investir – e como pode jogar com todas elas.

Mais de 18:

•  Mostre-lhe que é vantajoso escolher uma conta que poupe automaticamente todos os meses uma parte do dinheiro.

•  Poupar leva tempo e é um investimento no futuro. Ajude-o a começar um Plano de Poupança e Reforma.

•  Os pais não são a galinha dos ovos de ouro: mais cedo ou mais tarde ele vai ter de se desenvencilhar sem eles. Saberá sobreviver sozinho?

Como treinar:
Definam quais são os objetivos dele para os próximos anos: comprar casa? Alugar? Comprar carro? Qual será a maneira mais prática e segura de começar uma vida independente?

 

Dar ou não dar semanada?
Esta é uma questão que os pais têm de decidir, é uma opção deles, mas continua um instrumento útil na aprendizagem dos mini-gestores. A mesada não deve ser demasiada (caso em que a ‘lição de poupança’ se perde) nem irrealista (caso em que o ‘assalariado’ desiste logo de poupar).

Portanto, faça um cálculo dos gastos que a criança terá durante a semana e acrescente mais algum. “Não se sinta desanimado se a criança gastar todo o dinheiro da mesada”, adverte o site www.asfac.pt, da Associação de Instituições de Crédito especializado.

“Cometer erros é normal e vai ensiná-lo a evitar erros maiores. O importante é não lhe dar mais dinheiro, para que da próxima vez ele espere antes de gastar tudo o que tem.” De qualquer maneira, lembre-se de uma regra de ouro: o dinheiro dele é para gastar da forma que ele bem entender… Ou seja, respeite o dinheiro dele. Afinal, decidir onde gastar é uma das principais lições de economia… O que não quer dizer que não imponha certos limites…

“Quando não concordar com as compras do seu filho, tente apenas estabelecer algumas restrições a gastos com os quais não concorda.” Lá por ser mãe dele, não está obrigada a dar-lhe tudo o que ele pede. O conselho clássico permanece válido: não se atormente por não dar ao seu filho tudo o que ele pede. Não deixe que ele perca, como dizem os psiquiatras, esse precioso dom que é a capacidade de desejar…

Relacionados

Comportamento

O que nunca deve dizer a quem tem e não tem filhos

Quando se tem filhos, é normal que já não se lembre de como era não ter. E quando não se tem, também ninguém está livre de ouvir uma 'boca'. Cuidado com comentários que podem soar ofensivos...

Comportamento

Como criar uma criança bem-sucedida?

Respondemos à pergunta com outra: o que é para si o sucesso? Só depois de responder conseguirá começar a traçar a melhor rota para lá chegar. Aviso à navegação: dá trabalho... mas compensa!

Comportamento

De quantas horas de sono precisa o seu filho?

Há cada vez mais estudos a mostrar os efeitos dos maus hábitos de sono nas crianças. O preço é alto, sobretudo para as raparigas

Comportamento

Adolescentes: os perigos do 'sexting'

SMS atrevidas, fotografias e vídeos de conteúdo erótico ou pornográfico: os jovens também usam as novas tecnologias para explorar a sexualidade. Mas há riscos graves. Esteja atenta e ajude o seu filho a defender-se.

Mais no portal

Beleza e Saúde

5 produtos de skincare que testei há um ano e agora fazem parte da minha rotina

O mais barato custa menos de 3 euros.

Moda

Springkode e Portugal Fashion juntos em novo projeto

Uma iniciativa que visa promover uma consciência ética e reformular o modo de funcionamento da indústria da moda.

Moda

Criei 5 visuais diferentes com uma peça de roupa que todas temos no roupeiro

Por vezes - e falo por experiência própria -, só precisamos de um pouco de originalidade para não nos cansarmos daquilo que vestimos.

Moda

Camila Coelho usa T-shirt de marca portuguesa

Temos todos os detalhes sobre a peça.

Lifestyle

Entenda como criar objetivos de poupança em família

No novo episódio da rubrica Finanças de A a Z, explico-lhe como conseguir fazer um planeamento financeiro de modo a juntar algum dinheiro ao fim do mês.

Beleza e Saúde

COVID-19 e queda de cabelo: entenda a relação

E perceba o motivo pelo qual os médicos não estão surpreendidos com esta "consequência".

Celebridades

Kourtney Kardashian choca seguidores com novo visual do filho

O pequeno Reign sofreu uma mudança radical - e a internet não está a saber lidar.

Lifestyle

Livro da semana: "O Enigma do Quarto 622", um mistério repleto de emoções e reviravoltas

Um livro de Joël Dicker, publicado pela Alfaguara.

Celebridades

Megan Fox declara-se a Machine Gun Kelly

Após a separação de Brian Austin Green, a atriz vive um romance ao lado do artista.

Moda

10 macacões a menos de 20 euros

Inspire-se nestas sugestões de uma das peças mais práticas para o verão.

Lifestyle

Receitas Felizes: salada de lentilhas

Uma opção fresca, cheia de nutrientes e poucas calorias.

Moda

Rita Ora desfila duas grandes tendências de swimwear deste verão

A cantora britânica fez subir as temperaturas com uma publicação recente nas redes sociais.

€2,95 por edição 20% desconto  

Assine já!

Papel