147784341.jpg

Como é que ele beija, como lhe dá a mão, qual a expressão do olhar ao falar consigo, como movimenta as mãos, como a abraça? Da próxima vez que se encontrar numa destas situações não deixe de reparar no modo como o seu namorado/marido/pretendente se movimenta. A linguagem corporal que acompanha cada uma destas acções pode querer dizer muito. E todas nós sabemos como é difícil fazer um homem falar, por isso esteja atenta.

Uma questão de distância

Numa primeira fase, a do enamoramento e sedução, um dos primeiros sinais de que ele está, de facto, interessado em si é a distância a que se aproxima. Se reparar, em todas as situações guardamos uma certa distância das outras pessoas. A zona de intimidade, aquela onde só os nossos familiares, amigos mais próximos e namorados/maridos entram, situa-se entre os 15 e os 46 cm. Daí que qualquer toque no ombro, uma mão a escapar em direcção à sua ou o encostar-se a si enquanto passeiam não é inocente. Ao entrar na sua zona intima, ele está a ver se recebe troco ou, pelo contrário, se é repudiado.

Quando ele fala

Observe atentamente todos os seus gestos, sobretudo as mãos. Alguém que está a ser totalmente honesto enquanto fala manterá pelo menos uma palma da mão à vista do seu interlocutor. Do mesmo modo, quando alguém tenta proteger-se ao mentir ou omitir factos tenderá a esconder as mãos, colocando-as dentro dos bolsos, por exemplo. São gestos intuitivos, mas que podem revelar muito sobre o discurso da pessoa, é só ficar atenta.

O olhar

Diz o povo que os olhos são o espelho da alma, e com uma certa razão. Também no capítulo das manifestações amorosas, os olhos têm um papel fundamental. Testes já realizados revelam que as pupilas se dilatam quando alguém tenta agradar a outra pessoa ou se encontra sexualmente excitado. Ao contrário, em situação adversa ou de agressividade as pupilas tendem a diminuir de tamanho. Conta-se, até, que há alguns séculos as prostitutas chinesas punham gotas de beladona nos olhos para obter a dilatação da pupila, sabendo da relação entre isto e a excitação sexual. Por isso, da próxima vez que estiver a falar, em momentos de maior intimidade, com o seu amor, não se esqueça de o olhar bem nos olhos. Mas não se deixe levar por olhares demasiado melosos pois podem esconder as verdadeiras intenções de quem os lança. Saiba ainda que, em fase de enamoramento, o olhar do interessado dirigir-se-à para a zona abaixo dos seus olhos, queixo, pescoço e seios. Se também estiver interessada, retribua.

Aquele abraço

Já com o processo de namoro em curso, todos os gestos são importantes. O abraço é das manifestações de afecto mais íntimas. Há, até, quem dê maior importância ao abraço, do que ao beijo, pela sua amplitude e intimidade. Um abraço de verdadeiro amor é dado com “os braços todos”, tomando de assalto o tronco do parceiro. O verdadeiro apaixonado fecha os olhos e cerra os dentes quando abraça. Olhar para o lado enquanto abraça é o pior sinal de todos: mostra desinteresse ou exibicionismo, como que a fazer crer aos outros que a paixão é verdadeira.

Se ao abraçá-la, o seu namorado/marido o faz colocando uma mão à volta do seu pescoço e a outra à volta da cintura, tenha cuidado. Tal atitude significa a busca de um certo distanciamento, pois nesta posição os troncos não entram totalmente em contacto. No caso dos namorados, isto pode querer dizer uma certa fuga ao compromissou ou desconfiança. Pode ainda haver o medo inconsciente de cair no ridículo, com um daqueles abraços apertados de que falávamos há pouco.

Um abraço em que os ombros se tocam pode ser um convite ao sexo. É que, segundo os especialistas, quando os ombros se tocam, a pélvis tem tendência a inclinar-se para a frente. Bem, mas se o seu parceiro é muito mais alto do que você, é natural que ele a abrace pelos ombros, uma vez que é a posição mais cómoda para ele.

O beijo

Um amante que cobre o rosto da sua amada com as mãos enquanto a beija é um homem apaixonado e carinhoso. Ao receber este beijo duas coisas podem acontecer: ou fica completamente rendida ou sente que ele não é o homem da sua vida.

Se ele coloca as mãos nos seus ombros durante o beijo, mantendo uma certa distância entre os troncos, pode não estar completamente seguro dos seus sentimentos. Nesta posição perde-se alguma da química do contacto corporal, o que se pode revelar fatal caso o efeito pretendido fosse uma louca noite de sexo. É que, ainda por cima, os ombros são, normalmente, uma zona neutra em termos de estímulo erótico.

Um homem que nos agarra pela cintura enquanto beija pode estar a demonstrar que está com a líbido em cima. Ao fazer este gesto, ele estará também a aproximar ambas as pélvis durante o beijo, numa atitude genuinamente erótica.

Ao caminhar na rua

Quando vão passear lado a lado esteja desperta para todos os pormenores. Se ele lhe puser a mão sobre o ombro estará a querer manifestar publicamente o interesse que sente por si. Um rapaz com boas intenções, portanto! Porém, esta atitude pode também significar uma atitude possessiva, como que a marcar território. De qualquer dos modos, estará, sem grandes dúvidas, apaixonado.

Se ao caminharem juntos ele rodeia o seu tronco com o braço, deixando cair a mão despreocupadamente, isto pode querer dizer que ele vê em si, além de namorada, uma grande amiga. Cuidado, não se vão confundir os sentimentos.

Há ainda a hipótese de ele rodear o seu tronco mas apoiar a mão no seu traseiro. Trata-se de um gesto extremamente erótico, revelando que as hormonas estão em alta. Esta atitude poderá chocar algumas mulheres, podendo parecer um gesto grosseiro ou dominador. Cabe-lhe, a si, decidir se se sente confortável. Caso não goste da maneira como ele a agarra, ao manifestar o seu desagrado esteja atenta aos sinais de resposta. Se ele não mudar de atitude, se calhar é melhor ser você a mudar de namorado.

Mão na mão

Repare bem na forma como ele lhe dá a mão. Se encosta a palma da mão contra a sua, isto significa que tem um enorme carinho por si. Mas pode haver algo mais. Acariciar a palma da sua mão com o polegar é, por sua vez, um gesto de grande intimidade e que pode revelar um desejo contido de fazer amor.

Entrelaçar os dedos nos seus é revelador de grande paixão e desejo. Há até quem chame a esta posição de mãos dadas o anel do amor.

Se, pelo contrário, apenas lhe dá as pontas dos dedos, isso mostra que pretende manter uma certa distância e evitar uma intimidade excessiva. Mesmo assim, se achar que vale a pena, dê-lhe o benefício da dúvida. Ele pode ser apenas um homem tímido.

Silêncio

Os gestos ganham ainda maior importância quando ele não fala… mesmo! Não parta logo para a ignorância e tente perceber o que, realmente, lhe vai na alma. Se esta situação acontecer de manhã bem cedo, é possível que o rapaz ainda esteja a acordar. E nem todos acordam bem-dispostos, sorridentes e com vontade de grandes diálogos. Outro aspecto a ter em conta é o trabalho. É bem possível que nem tudo ande sobre rodas no emprego dele. Ou então pode estar sujeito a uma enorme situação de stress, logo, sem grande vontade de falar e retribuir mimos. Por esta altura você já estará a perguntar: “E o que é que eu tenho a ver com isso?!” Tudo! Imagine que a má-disposição afinal não tem nada a ver com uma súbita vontade de acabar com a relação. Pelo contrário. Querendo fazer tudo para lhe agradar, o seu apaixonado decidiu fazer uma dieta para perder aquela barriguinha inestética e tudo não passa de síndroma de privação de comida!

Porém, não aceite o silêncio permanente. Se os sintomas se prolongarem por mais de um ou dois dias parta para a acção e aborde-o.

SIGA A ACTIVA NO FACEBOOK

Palavras-chave

Relacionados

Comportamento

Os mitos que nos estragam a vida amorosa!

Por vezes, as ideias feitas que temos sobre o que é uma relação perfeita acabam por não nos ajudar... Descubra quais são os mitos que andam a estragar-lhe a vida... sentimental. Você reconhece-se em alguma destas situações?

Comportamento

Que tipo de homem é que atrai?

Nem sempre o nosso homem preferido é aquele sente maior atracção por nós. Veja, através da característica da sua personalidade que mais sobressai, qual o tipo de homem que está mesmo caidinho por si...

Comportamento

Qual a maior loucura que já fez por um homem?

Comprar-lhe uma prenda que a endividou até ao tutano? Enviar-lhe flores para o escritório? Partilhe connosco a sua história no que se refere a provas de amor.

Mais no portal

Lifestyle

Livro da semana: "A Educação de Eleanor" faz sorrir ao mesmo tempo que emociona

Um livro de Gail Honeyman, publicado pela Porto Editora.

Celebridades

A internet não estava preparada para estas fotografias antigas de Kylie Jenner

A socialite celebrou o 23º aniversário, no passado dia 10 de agosto.

Beleza e Saúde

Covid-19: fumadores passivos correm maior risco de infeção?

Entenda a relação e perceba quais as melhores formas de se proteger.

Moda

Há novidades quentinhas a sair do forno da Parfois

Os novos acessórios e vestuário da marca portuguesa destacam-se pelos tons terra.

Comportamento

Diz quem sabe: não se esqueça de se amar primeiro

Uma lição de autoestima inspirada numa famosa série. “Porque Carry Bradshaw teria sido uma ótima Coach!”.

Celebridades

Chris Pratt e Katherine Schwarzenegger dão as boas-vindas ao primeiro filho

Chris Pratt e Katherine Schwarzenegger celebraram o primeiro aniversário de casamento em junho e assinalam agora a chegada do primeiro filho.

Moda

Estes são os modelos de 'beachwear' a que estas famosas não resistem

A época balnear já está mais do que aberta e as redes sociais são a prova disso.

Moda

Coleção "eco friendly" de calçado com modelos a partir dos 12,99 euros

As propostas são da Seaside.

Moda

Estes são os ténis que vão dar um novo fôlego à sua corrida

O regresso de um clássico, em novas cores.

Celebridades

Simon Cowell no hospital após acidente de bicicleta

O jurado do 'America´s Got Talent' está no hospital.

Lifestyle

Unique Sushi Lab: onde comer é sempre uma (boa) surpresa

O restaurante que os amantes de sushi têm de conhecer e que ér capaz de converter mesmo os mais desconfiados em fãs da culinária japonesa. A culpa é do chef Johnny Keep.

€2,95 por edição 20% desconto  

Assine já!

Papel