iStock-626810090.jpg

Não consigo encontrar um namorado

“Há várias razões: para começar, há poucos homens interessantes, é o que me dizem as mulheres. Mas também pode ter a ver com a ansiedade feminina. As mulheres estão muito ansiosas para encontrar parceiro e isso assusta os homens. Eles ainda gostam de conquistar. Comece por saber quais as características que procura e não inicie uma relação com alguém de quem não gosta só porque está sozinha. Não há homens perfeitos, mas devemos persistir em encontrar alguém que nos ame de verdade. É legítimo ser exigente. Se passar por uma fase a solo, aprenda e divirta-se com os amigos. Hoje já ninguém precisa de um homem para ser feliz. Importante – não vale a pena namorar homens em fase de divórcio: não estão preparados e a relação não tem futuro.”

Ele não me ouve…

“Pode ser falta de tolerância, de compreensão, de generosidade, e sobretudo de empatia. Se é intrínseco à pessoa, ela não vai mudar. Se é uma fase, é possível ‘treinar’. Aliás, é das primeiras coisas que se aprende em terapia: escutarem-se olhando nos olhos um do outro. Ouvirem-se significa respeitarem-se. Geralmente, os homens têm medo de ouvir e as mulheres têm medo de falar. Recebo mulheres fantásticas com um medo horrível de dizer o que sentem. Elas têm muita dependência emocional, e os homens jogam muito com o medo que elas têm de ficar sozinhas. Não se calem. Quem não ouve, não ama.”

Não responde às mensagens ‘queridas’ que eu envio

“É interpretado pelas mulheres como rejeição. Pode simplesmente não lhe apetecer responder, pode estar num momento mau, pode precisar de sossego, e as mulheres não sabem lidar com isto. No início da relação, ele pode estar a pensar se quer ou não quer comprometer-se (o compromisso é cada vez mais difícil, o saltar de relação em relação é publicitado em toda a comunicação social). Ou tem mesmo outra relação e está a pensar com quem quer ficar. Isto acontece. Às vezes há mesmo razão para as mulheres se preocuparem. Mas não pressionem! Tentem perceber o que está a acontecer, não se deixem arrastar nessas situações de equívoco que geram uma ansiedade brutal, e confrontem-no. Mais vale esclarecer a situação.”

Estamos sempre a discutir

“A maioria dos casais deixa de saber conversar e cai logo na ‘guerra’: é o registo da culpa, da generalização, da vitimização e da ameaça. Sentimo-nos muito inseguros do amor dos outros. E como não conversamos, vamos acumulando ressentimentos, mágoas do passado não resolvidas, e defesas que construimos quando nos sentimos ameaçados. Há que demolir esses muros e conversar sem magoar o outro. Isto dá trabalho, mas ter uma relação dá trabalho.”

Ele não diz ‘amo-te’

“Mais uma vez, tem a ver com o medo do compromisso: há pessoas que tiveram uma relação primária sem vínculo seguro, sem afetos, e não conseguem amar os outros. É muito difícil amar uma pessoa que não se ama a si própria. Portanto, este ‘amo-te’ nunca vai acontecer. Se isto for muito importante para si, deve procurar outro companheiro. Depois, há os que saltam de relação em relação, fugindo da intimidade, porque têm medo de sofrer. As mulheres acham que a culpa é delas quando tem a ver apenas e só com os homens. Há muitos que começam a ‘inventar’ discussões para que a culpa pareça delas e a relação acabe. É muito importante que as mulheres percebam estes sinais e se afastem. Porque não vão ter uma família nem um projeto comum com estes homens que não conseguem manter uma relação.”

Porque é que os homens são tão inseguros perante mulheres de sucesso?

“Muitos homens perguntam-se ‘porque é que ela precisa de mim?’. Eles têm muito receio de serem postos de lado. É muito cultural: hoje, as mulheres já não precisam de homens que lhes resolvam os problemas, precisam de partilha emocional e amor. Querem sentir-se uma prioridade na vida de alguém. E muitos homens dizem ‘eu não consigo estar à altura’. As mulheres esforçam-se muito para ‘puxarem’ sozinhas uma relação, mas uma relação depende de duas pessoas. Elas querem homens à altura delas ao nível dos afetos, e os homens acham que têm de ter carros e dinheiro.”

Ele traiu-me…

“Há muitos homens que não conseguem manter vínculos sólidos e de fidelidade. E outros precisam de adrenalina extra, de situações de risco. Ou então trata-se de um caso pontual, em que a pessoa foi à procura de valorização fora do casamento.
Se um casamento pode sobreviver a uma traição? Pode. Sem dúvida. Cada vez mais acredito que é possível reconstruir a confiança, mas a relação será uma nova relação. Muitas vezes melhor.”

Assine a ACTIVA por apenas €2,60/mês. Aproveite esta oferta especial, tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo e arquivo digital, leia em qualquer lugar e cancele quando quiser. ASSINE AQUI

Relacionados

Comportamento

12 coisas que eles mudariam na relação

Pequenas implicâncias que não matam, mas moem. O que fariam eles desaparecer se lhes dessem uma varinha mágica e um desejo para concretizar?

Comportamento

Charlotte Casiraghi em estilo descontraído (e quase sem make up) na Semana da Moda de Paris

O estilo foi casual e resultou.

Comportamento

Como não odiar o marido depois de ter filhos

O título não é nosso, mas de um livro escrito por uma jornalista americana que, após tempos conturbados no casamento, decidiu pôr no papel várias estratégias (de terapeutas e até um negociador do FBI dá o seu contributo) para pôr fim à guerra-fria lá de casa.

Comportamento

Quando a terapia de casal salva de facto um casamento

Vera e João. Marta e Bernardo. Dois casais à beira do divórcio que com ajuda especializada deram uma nova vida, e um futuro, à sua relação.

Mais no portal

Saúde

Sabe o que é a distimia?

A doença pode ser semelhante à depressão. Conheça as diferenças e saiba como tratar.

Saúde

Como é que a ansiedade pode sabotar o seu relacionamento?

Este é um transtorno psicológico que merece tratamento.

Beleza

Este truque simples tem muitos benefícios para a pele e o cabelo

Os especialistas dizem que vale muito a pena fazer esta substituição à noite.

Nas Bancas

Conheça melhor o delicioso mundo de Luísa Villar

Uma artigo para ler e saborear com todos os sentidos, sobre esta mulher inspiradora que decidiu mudar de vida aos 50 anos.

#VozActiva

Helena Isabel abre o coração sobre o significado da idade

O que é a idade e o que é que ela nos traz? Helena Isabel, a protagonista de capa da nossa edição de fevereiro (nas bancas) responde no #vozactiva deste mês.

Diz Quem Sabe

Síndrome do Impostor: quando somos o nosso pior inimigo

Saiba como contornar o problema.

Saúde

Porque é que a COVID-19 causa confusão mental?

Um estudo recente encontrou respostas.

Saúde

Este truque potenciam os inúmeros benefícios do alho

Confira como deve consumir este poderoso alimento.

Lifestyle

Instituto Macrobiótico fecha portas após 40 anos

As dificuldades financeiras trazidas pela pandemia foram motivo apontado.

Lifestyle

EasyJet tem viagens a partir de 14,99 euros

Aproveite!

Moda

As tendências de botas que vão vingar em 2022

De acordo com a Zara.

Saúde

5 truques para proteger as mãos do frio

Gestos que podemos ter para evitar danos nesta parte do corpo que, regra geral, está muito exposta e acaba por sofrer lesões quando as temperaturas estão mais baixas.