thumbnail_nadia pereira .jpg

A chegada de um recém-nascido é sempre um momento de extrema emoção e mudança profunda da dinâmica familiar, sendo o sono um dos elementos que mais sofre alterações.

O recém-nascido necessita de dormir várias horas, cerca de 16 a 20h num dia, mas por razões nutricionais e de imaturidade dos ciclos de sono, o sono divide-se em períodos de 1-4h, após as quais está desperto para alimentação e cuidados.

A partir dos 3-5 meses de idade a maioria dos bebés tem a capacidade de dormir por períodos maiores durante a noite, de cerca de 5-6h, estando mais ativos e despertos durante o dia. E podemos dizer que, a partir dos 6-9meses, tem a capacidade de dormir a noite toda ou, melhor dizendo, tem a capacidade de durante a noite ter um período de sono mais longo, com microdespertares fisiológicos, não necessitando da intervenção dos pais para readormecer e não necessitando de ser alimentados.

Ciclos de sono

O sono de crianças e adultos organiza-se em ciclos, com cerca de 90-120 minutos de duração, e cada ciclo tem diferentes fases, desde sono mais superficial até sono mais profundo. Na transição de ciclo podem ocorrer pequenos despertares, que na criança maior e no adulto são imperceptíveis, mas na criança mais pequena, principalmente nas que têm alguma dificuldade em conciliar o sono sem ajuda dos pais, pode significar um acordar a meio da noite e o reclamar da atenção dos cuidadores.

Associações ao Sono

As condições em que o bebé adormece, seja a mamar, beber biberon, chuchar na chupeta ou no dedo, aconchegar a uma fralda, segurar na mão da mãe, são comportamentos que, se repetidos ao longo do tempo, se tornam elementos de conforto para o adormecer, ou seja, associações ao sono.

O que acontece é que, sempre que o bebé quiser adormecer, vai necessitar destes elementos. Tendo em conta que numa noite de sono existem vários micro-despertares, o mais provável é que a criança necessite da repetição do comportamento que a faz adormecer habitualmente, e se este estiver dependente da presença dos pais, irá certamente reclamar a sua atenção.

Ou seja, um bebé que só consegue adormecer a mamar, quando durante a noite despertar irá chamar a atenção da maneira que melhor sabe, e geralmente é através do choro, até a mãe lhe dar de mamar, independentemente de ter fome ou não. Muitas das vezes as próprias mães referem que basta mamar por alguns minutos e está de novo a dormir. O mesmo é verdade para o biberon.

É claro que um recém-nascido tem necessidade de ser alimentado várias vezes durante a noite, e mesmo o bebé até aos 9 meses pode necessitar de refeições a meio da noite. Mas podemos dizer que depois dos 12 meses, salvo indicação médica específica, já não há necessidade de alimentar a criança no período noturno.

Porque não adormecer a comer, então?

Porque se a rotina do bebé para adormecer incluir leite materno ou biberon, que são momentos que aumentam a sensação de bem-estar, esta vai tornar-se uma associação positiva ao sono. E naturalmente, sempre que quiser readormecer, vai necessitar destes elementos.

Por outro lado, sabemos que a partir do ano, as refeições a meio da noite são um factor de risco para o desenvolvimento de cáries e outros problemas dentários.

O que fazer se o meu bebé só adormece a comer?

Devemos gentilmente fazer a transição para novas associações ao sono, estimulando a autonomia do bebé no momento do adormecer.

Deve criar-se uma rotina agradável antes da hora de dormir, privilegiando o afecto e evitando atividades muito estimulantes, que se irá repetir consistentemente ao longo dos dias. Após esta rotina, que poderá em casos de crianças mais pequenas incluir uma pequena ceia (leite materno ou biberon), o bebé deverá ser colocado no berço ainda acordado e calmamente fazer a transição para o sono, idealmente sem a presença dos pais.

Em crianças maiores os objectos de transição (peluche, doudou, fraldinha,…) e a chupeta são bons auxílios para um adormecer tranquilo.

Mais no portal

Lifestyle

5 dicas de Mindy Weiss para organizar o casamento perfeito

Weiss é a organizadora de eventos favorita de Hollywood, sendo que,...

Comportamento

Vamos desmistificar o mito da virgindade?

Recentemente, o rapper T.I. gerou controvérsia ao revelar que subme...

Lifestyle

Josefinas vence prémio internacional por campanha contra a violência doméstica

A marca portuguesa de calçado está de parabéns.

Moda

15 ténis brancos aprovados para o outono

Queremos um de cada, por favor!

Moda

Quatro modelos de ténis que arrasam em qualquer look de festa

Para quê sacrificar o conforto, certo?

Comportamento

Missão amor-próprio: como descobri-lo, alimentá-lo e evitar armadilhas

Gostar de nós próprios devia ser
a nossa primeira missão na vida, m...

Moda

3 peças que aliam o código streetwear e o da alta-costura

Para 'looks' com personalidade.

Moda

Conheça a Maria por trás da marca portuguesa de bodies Maria.Bodyline

A marca encantou várias "It-girls", incluindo a italiana Francesca ...

Beleza e Saúde

Diz quem sabe: Como comer de forma saudável fora de casa

Momentos esporádicos de diversão com família e amigos são desejávei...

Beleza e Saúde

6 maneiras simples de cortar calorias durante o dia

Pequenas mudanças na forma de comer e cozinhar vão diminuir a sua i...

Moda

Tezenis x Mr. Wonderful: é impossível resistir a estes pijamas!

Diversão e originalidade são as palavras de ordem nesta colaboração.

Celebridades

People's Choice Awards: Kim e Kourtney Kardashian protagonizam momento constrangedor na red carpet

Nas redes sociais, os fãs acusaram Kim de querer protagonismo.