Se já começou alguma dieta e desistiu na primeira semana por causa da fome, saiba que não está sozinha. Aquela sensação de vazio no estômago, que para cada pessoa “ataca” em determinado horário, é uma das principais vilãs para quem quer fazer opções mais saudáveis.

E se sente mais atormentada por este problema do que algumas das suas amigas, não é impressão sua. O que faz algumas pessoas nascerem com essa tendência um tanto ingrata é um gene, o FTO, que regula os níveis da grelina, a hormona que aumenta o apetite. Há também quem tenha uma menor sensibilidade à hormona leptina, que está envolvida no processo de saciedade.

Contudo, esqueça a ideia de silenciar essa voz interna: se não sentisse fome, não saberia quando o seu corpo precisa de nutrientes para as funções vitais. O melhor a fazer é tentar reconhecer quando esse sinal é físico ou emocional.

Fome física

Quando a barriga “ronca”, isso é um sinal de fome fisiológica. Antes de mais, reavalie a sua rotina. Tente dormir bem (ajuda nas escolhas alimentares), beba bastante água (evita que confunda sede com fome) e pratique exercício físico com regularidade.

“Estudos mostram que a atividade física estimula a produção da hormona PYY, que atua no controlo do apetite,”, explica o endocrinologista Guilherme Renke à revista “Boa Forma”.

E o mais importante: na sua agenda, o horário das refeições deve ser sempre uma prioridade. Quando passamos muito tempo sem comer, sentimos tonturas, dores de cabeça e irritação.

Se come nos horários certos e, mesmo assim, sente muita fome, talvez o problema esteja na escolha dos alimentos, nomeadamente muito pobres em fibras e proteína. Sem essas substâncias, a fome costuma ser mais intensa, especialmente por volta das 16H, quando os níveis das nossas hormonas sofrem algumas oscilações. A situação piora se abusar de produtos carregados de açúcar, sal e gorduras saturadas.

“São comprovadamente produtos que causam dependência, como qualquer droga ou substância viciante,” acrescenta Renke sobre este tipo de alimentos, que ativam 

Este tipo de alimentos ativa os centros de recompensa e prazer do cérebro. Consequentemente, criamos a necessidade física de voltar a comer num curto espaço de tempo.

Unrecognizable young woman eating donut at city street.

Fome psicológica

Este tipo de fome surge quando estamos tristes ou ansiosos. Aqui, a principal dificuldade está no costume de “alimentar as emoções”.

“A tal fome psicológica aparece quando se sente a necessidade de usar a comida para compensar a tristeza, a ansiedade ou até mesmo o cansaço depois de um dia longo de trabalho,” afirma a nutricionista Daniela Cyrulin à revista “Boa Forma”. 

Nem sempre é fácil lidar com isto sozinha, portanto procure um profissional para perceber quais são os “gatilhos emocionais” que a fazer comer em excesso, mesmo quando não sente fome.

Fome social

Ela aparece quando sente o cheirinho de um bolo a sair do forno ou quando vê uma linda foto de comida no Instagram. Este impulso não tem nada a ver com a fome física ou psicológica, “porém, a vontade não atendida pode voltar com mais força e transformar-se numa compulsão,” diz a nutricionista Sophie Deram no livro “O Peso das Dietas”.

Em vez de fugir das tentações, permita-se: uma pequena quantidade será o suficiente para satisfazer o desejo. Só existe um problema quando os excessos se tornam um hábito.

Palavras-chave

Já nas bancas!

Assine a ACTIVA por 6 meses a partir de 10 euros Assine já

Relacionados

Mais no portal

Moda

Victoria's Secret vendida a fundo de investimento por quantia milionária

A Victoria's Secret voltará a ser uma empresa privada, com capital fechado.

Inspirações

Quem é a Carolina Deslandes? A cantora responde

Na #VozActiva deste mês.

Celebridades

Tudo o que Meghan vai poder voltar a usar ao deixar a casa real britânica

Unhas coloridas, vestidos curtos ou sandálias abertas são algumas das opções.

Celebridades

"O maior arrependimento da minha vida": é assim que Ben Affleck descreve o seu divórcio com Jennifer Garner

Jennifer Garner e Ben Affleck estão separados desde 2015.

Moda

Letizia usa capa oversize da Zara que é um must-have da estação

A rainha esteve presente na sede da UNICEF em Madrid.

Comportamento

Voz ACTIVA Podcast: Margarida Vieitez e Patrícia Matos revelam-nos o lado menos conhecido de 24 personalidades nacionais

As autoras do livro 'Sucesso Emocional' entrevistaram 24 personalidades para tentar compreender como gerem as emoções.

Celebridades

Aos 16 anos, Millie Bobby Brown faz desabafo sobre hipersexualização

A atriz de "Stranger Things" diz-se frustrada pelo tratamento que recebe da imprensa.

Moda

Meghan Markle e os seus sapatos feitos a partir de garrafas de água

Meghan tem privilegiado o uso de marcas de moda mais sustentáveis.

Moda

Disney lança coleção de vestidos de noiva inspirados nas princesas

É a primeira vez que a Disney faz uma parceria com a marca de vestidos Allure Bridal.

Celebridades

Nova Miss Alemanha tem 35 anos, é empresária e mãe

Leonie Charlotte von Hase foi a grande vencedora desta edição do concurso, que pretende acabar com os estereótipos.

Beleza e Saúde

Esta é a receita caseira perfeita (e deliciosa) para os lábios secos

Só vai precisar de três ingredientes!

Celebridades

Namorada de Al Pacino termina relação e diz que o ator é "velho" e "mesquinho"

Meital Dohan é 39 anos mais nova que Al Pacino.

Assine a ACTIVA por 6 meses a partir de 10 euros

Já nas bancas!

Assine já