O psicólogo clínico J. Scott Fraser reuniu algumas das características comuns a quase todos os casais problemáticos, baseando-se em vários estudos e pesquisas sobre a matéria. O resultado foi uma lista interessante e detalhada acerca de tudo aquilo que pode correr mal na relação, bem como a probabilidade de tais obstáculos serem de fácil superação ou não.

  1. Todos os problemas são ciclos viciosos.
    Vários casais enfrentam grandes dificuldades em ultrapassar certos problemas ou mesmo diferenças entre si e estes tornam-se ciclos viciosos. Por exemplo, um parceiro procura algum tipo de conexão, através de conversas, sexo, programas a dois, entre outros, e o outro prefere ter uma maior independência e tempo sozinho. Isto leva ao tal ciclo que, gradualmente, deixa uma das partes a sentir-se abandonada e a outra invalidada, exacerbando as tais diferentes necessidades.
  2. “Conta bancária emocional” negativa.
    O que várias pesquisas demonstram, como seria de esperar, uma relação feliz e duradoura é marcada por um maior número de interações positivas, em comparação com as negativas. E vice-versa: casais problemáticos têm, por norma, esta “conta bancária emocional” com um saldo bastante negativo, marcado por um número de interações positivas pouco significativo.
  3. Inícios de interação negativos.
    Ora, quando há algum tipo de desentendimento no casal, a forma como o tópico é abordado é de máxima importância. Se o assunto escala rapidamente, desde algo neutro para algo extremamente negativo, de tom eventualmente agressivo, é mau sinal. É comum que inícios difícies sejam indicadores de finais difíceis.
  4. Os quatro cavaleiros.
    Eis as características mais corrosivas: criticismo, postura defensiva, desprezo e criação de barreiras. A primeira pode vir de mãos dadas com o sarcasmo e, normalmente, envolve expressões como ‘tu nunca’, ‘tu fazes/ és sempre‘…A segunda surge como resposta à primeira, caracterizando-se pela incapacidade de responsabilização e consequente culpa do outro. A terceira é, por norma, a mais indicativa de divórcio: envolve qualquer forma de superioridade por parte de um parceiro, quer seja a gozar com o outro em público, a corrigi-lo durante uma discussão, a revirar os olhos. A quarta implica o afastamento de uma das partes de qualquer tipo de interação com o outro.
  5. Tentativas de “reparação”falhadas.
    Um grande sinal de que algo não está bem é quando o casal não consegue emendar determinado problema durante ou depois da discussão. Ou seja, quando discutem, se uma das partes tenta chamar a outra a atenção para algo que está a fazer, de modo a evitar que o conflito escale para algo mais negativo, e tal “reparo” não é bem aceite, pode indicar graves problemas a longo prazo.
  6. Problemas perpétuos.
    A capacidade de o casal distinguir um problema com solução e um que não a tenha pode determinar o sucesso da relação. O autor cita um estudo de do especialista clínico em relações John Gottman, que revelou que 69% das discussões dos casais eram sobre diferenças sem solução e que duravam há anos. Estas, normalmente, baseiam-se em vulnerabilidades, incompatibilidades entre ambos e acaba por causar dor e falta de confiança. evidenciando as características mais negativas da união.

Palavras-chave

Tempos difíceis exigem a melhor informação

Tempos difíceis exigem a melhor informação É por isso que a Trust in News decidiu oferecer um pack mensal de revistas digitais a um preço simbólico: €9,90 por 9 revistas: VISÃO, VISÃO História, VISÃO Júnior, VISÃO Saúde, Jornal de Letras, Exame, Courrier Internacional,  ACTIVA e Exame Informática. Para ler no seu smartphone, tablet ou computador, facilmente e em sua casa. Está garantida uma boa leitura para toda a família! #euleioemcasa Saiba mais

Relacionados

Mais no portal

Lifestyle

Passou a #BlackOutTuesday. E agora?

Saiba como pode continuar a fazer a diferença na luta antirracista.

Moda

Estes são os dois truques que me ajudam a encontrar o visual perfeito

Conheçam-nos e vejam os cinco 'looks' que recriei com roupa que tinha em casa.

Moda

Steve Madden e Winnie Harlow juntos numa coleção de fazer perder a cabeça

A marca de acessórios juntou-se à famosa modelo internacional para criar uma coleção de sandálias arrojada e cheia de cor.

Inspirações

Quem é Ella Jones? Conheça a nova presidente da Câmara de uma cidade americana marcada pelo racismo

Ella Jones será a primeira pessoa negra a liderar Ferguson, uma cidade que se tornou símbolo de protestos antirracismo em 2014, após a morte de um jovem de 18 anos pela polícia.

Beleza e Saúde

7 coisas que deve desinfetar em casa para evitar ficar doente

Numa altura em que estamos mais conscientes para a importância de higienizar tudo aquilo em que tocamos e o que nos rodeia, saiba por onde deve começar dentro de casa.

Beleza e Saúde

Médicos explicam os riscos de ir à praia durante a pandemia

Embora possa parecer seguro, esta atividade requer alguns cuidados.

Moda

4 tendências de calçado da Mango que queremos já

Reunimos algumas propostas da marca espanhola para quem já está a preparar o regresso ao trabalho.

Celebridades

Esta celebridade acabou de se assumir bissexual

Após se saber, recentemente, que o namoro que vivia há cerca de três anos tinha chegado ao fim.

Beleza e Saúde

Faça este exercício para melhorar a sua vida sexual

Hilaria Baldwin partilhou a demonstração de um exercício simples, que pode ser feito em qualquer lugar e tem benefícios para a vida sexual.

Moda

O vestido que pode levar ao próximo evento especial custa menos de 16 euros

Simplicidade e elegância: os elementos-chave para arrasar.

Lifestyle

As viseiras divertidas que as crianças não se vão importar de usar

Tem a opção 'Pirata' e 'Unicórnio', entre outras.

Inspirações

Paulo Pascoal: "Temos de deixar de ver os negros como 'os outros'"

Falámos com o ator Paulo Pascoal sobre o significado do assassinato de George Floyd, nos Estados Unidos, e o impacto que este teve (e continua a ter) em todo o mundo.

€2,95 por edição 20% desconto  

Papel