Um “orgasmo de pele”: eis como Ainsley Hawthorn, especialista em estudos sensoriais, caracteriza o fenómeno frisson, isto é, os arrepios ou formigueiros que sentimos no corpo quando ouvimos uma música que nos emociona ou uma história impressionante. Mas não se fica por aí. Hawthorn decidiu investigar o modo como as personalidades das pessoas que os sentem são diferentes daquelas que nunca tiveram esta sensação.

Ora, comecemos por analisar aquilo que acontece no nosso corpo quando temos um “orgasmo de pele”. De acordo com as experiências de vários cientistas, dá-se um aumento do ritmo cardíaco e da atividade cerebral nos centros de recompensa, também associados ao prazer sexual ou alimentar, libertando dopamina. Ou seja, o nosso organismo reage de forma semelhante quando temos um orgasmo deste tipo e quando desempenhamos atividades básicas de sobrevivência.

Mas, afinal, o que diz sobre a nossa personalidade? Investigadores de Harvard analisaram os cérebros de 10 pessoas que costumavam experienciar o frisson de forma intensa com o de outras 10 que nunca tinham tido tal sensação. Os resultados mostraram que o primeiro grupo tinha um muito maior volume de conexões entre o córtex auditivo, onde se processa o som, e as áreas do cérebro responsáveis pela recompensa e emoções.

Além disto, descobriu-se que as pessoas que sentem os “orgasmos de pele” partilham um traço de personalidade: abertura à experiência. Segundo o psicólogo Mitchell Colver, “as pessoas que possuem este traço têm imaginação muito ativa, apreciam a beleza e a natureza, procuram novas experiências, refletem sobre os próprios sentimentos e gostam da diversidade“.

Por fim, o referido especialista sugere que o frisson não tem tanto a ver com a profundidade da emoção da pessoa num determinado momento, mas sim com o quão “imersos” estão em alguma experiência artística. No fundo, quanto mais concentrados estivermos na experiência, mais hipóteses teremos de ver o nosso corpo reagir à mesma através da famosa pele de galinha.

Palavras-chave

Mais no portal

Imagem de Sucesso

As regras de estilo para escolher "looks" mais frescos sem descurar a elegância

Este é o tema do novo episódio da rubrica Imagem de Sucesso.

Diz Quem Sabe

Ervilha amarela: uma nova alternativa aos alimentos de origem animal?

Um artigo de opinião assinado pela nutricionista Ana Leonor Perdigão.

Diz Quem Sabe

Tudo o que precisa de saber sobre a reabilitação oncológica

Um artigo de opinião assinado pelo médico Énio Pestana, do Hospital CUF Cascais, sobre este tipo de cuidados.

Saúde

Podcast: Sandra Gomes Silva responde às nossas questões sobre vegetarianismo

Os prós e os contras de um tipo de alimentação que leva em conta preocupações éticas e ambientais. Afinal, precisamos mesmo da carne para sermos saudáveis?

Saúde

O vegetarianismo melhora a vida sexual? Eis o que diz a Ciência

Não podemos subestimar o poder de uma dieta à base de plantas.

Mulheres Inspiradoras

Tem mesmo de conhecer estas ambientalistas portuguesas

Aqui ficam alguns exemplos de mulheres que renovam diariamente o compromisso de conservação e preservação ambiental.

Beleza

Conheça as grandes vantagens dos champôs sólidos

Preparámos também uma lista de produtos que pode incluir na sua rotina de cuidados capilares.

Nas Bancas

Como salvar as suas plantas

Na ACTIVA Verde, já em banca, os conselhos para escolher e cuidar das suas plantas.

Nas Bancas

Este casal mostra-nos como é viver "fora da rede"

Uma casa de madeira foi o início da mudança.

Nas Bancas

Receitas (de chef): desperdício zero

Sabia que está a deitar fora uma das melhores partes dos seus legumes?