Fracasso ou o sucesso são resultado das nossas acções, escolhas, dos nossos hábitos, e sobretudo, das nossas crenças, com todas com as devidas consequências que teremos de suportar. Lamentavelmente, não existe uma fórmula mágica para o sucesso, apenas aquela que criar para si próprio e para a qual agir em conformidade (todos os dias), porque tudo se baseia em planos de acção (simplificados em: meta a alcançar, tempo necessários, recursos que já possui, e aquilo que está disposto a fazer ou abdicar). Nesta estória de fracassos e sucessos, normalmente 3 coisas acontecem para não conseguir chegar à sua meta, seja ela profissional ou pessoal:

  1. acredita que não pode;
  2. que não consegue;
  3. e que não merece!

Agora pense nestas três crenças limitantes aplicadas a qualquer área da sua vida, na qual se sente insatisfeito, e adicione um conjunto de hábitos nocivos nestas crenças.Apesar de o sistema de crenças limitantes ser amplamente estudo e debatido no Coaching, é uma matéria demasiado complexa para generalizações, uma vez que todos somos uma história (e ainda bem!). Contudo, se não está a chegar onde pretende, existe algo que o impede, vale a pena analisar o porquê

As crenças limitantes baseiam-se em interpretações e pensamentos que assumimos como verdade e que nos impedem de desenvolver competências e habilidades, limitando-nos e levando-nos à resignação de que não podemos ser melhores do que aquilo que somos (um clássico do nosso dia-a-dia para dizer a verdade!). Por detrás de cada fracasso, há uma crença limitante, que originou um feedback menos positivo e dissonante com as metas a que se propôs.

Crenças limitantes podem ter origem em experiências passadas (algumas até traumáticas), modelos de educação, relacionamento, valores, concepções e ideias que lhe foram passados, e um conjunto de vivências que moldaram a sua personalidade. O Coaching ajuda os seus clientes a perceber que todos os fracassos são aprendizagem; e que para alterar hábitos e alcançar metas, o caminho certo é de ACÇÃO, criando um modelo de transição que começa com o problema/ situação que o cliente quer mudar, onde o cliente se vai comprometer com um plano de objectivos, com vista à mudança desejada, até chegar ao seu destino final.

Quando numa sessão de coaching perguntamos ao nosso cliente “O que o impede de alcançar a sua meta?”; sabemos que a resposta seguinte contém uma série de informação pré adquirida e enraizada no subconsciente, que integra um conjunto de valores e crenças que na realidade não servem à meta que se pretende alcançar (comece por fazer esta mesma pergunta a si mesmo: o que a impede?). O Coaching utiliza a técnica de PAW para ajudar os seus clientes a alcançar as suas metas, que se baseia em três importantes premissas, que levam a uma alteração de crenças:

  • Possibility (possibilidade) : É possível atingir a minha meta
  • Ability (habilidade): Sou capaz de atingir a minha meta
  • Worthiness (merecimento): Mereço alcançar a minha meta.

Estas três premissas podem ser aplicadas a qualquer área da sua vida. Relembre-se qualquer crença limitante que tenha adquirido, ela encontra-se na sua mente. É importante destacar que as maiores limitações da nossa vida (autoimpostas por nós, aquelas “grades” que criamos e nos aprisionam) são vividos nas nossas mentes, alguns nunca se transformarão em factos reais.
Ninguém (repita: ninguém) pode determinar quais os seus limites (em boa realidade, até hoje não conhecemos os limites físicos do Ser Humano na sua totalidade).
Todos temos áreas da vida em que a mudança das nossas crenças limitantes e hábitos são mais fáceis que outras, aceite isso com naturalidade.
Relativamente a alguns aspectos terá de trabalhar um pouco mais, até que consiga uma mudança efectiva, em conjunto com a aquisição de novas crenças e hábitos que estarão de harmonia com os seus objectivos e valores.
Não nos enganemos: a aquisição de um novo hábito implica a aquisição de um comportamento alternativo repetido um sem número de vezes, até se tornar predominante e ficar automatizado (mais uma vez, o caminho é de acção, de prática, de colocar os “pés ao caminho” e “mãos na massa”).
Antes de se focar na sua meta, procure dirigir a sua atenção para todas as etapas do processo, de forma, a obter um feedback positivo das acções necessárias à concretização do objectivo, para tal comece por ponderar todos os passos/etapas que serão necessários, quem necessita de estar envolvido, que meios têm ao seu dispor e dos quais ainda vai precisar; qual o tempo necessário para cada etapa; e deve, acima de tudo, comprometer-se com isso (de todas as formas possíveis).
Todos (sem excepção) estamos programados para seguir a lei do menor esforço, e mudar não é fácil, mas é possível. O sucesso que tanto quer obter é produto de hábitos diários, de pequenos esforços, e de micro etapas, que originam um feedback positivo, reflectido num conjunto de acções que levam ao resultado desejado.

Faça este pequeno exercício sobre Crenças Limitantes:

  • Anote com precisão as suas palavras em relação à sua crença limitante: identifique a origem da sua crença; encontre o motivo da mesma;
  • Seguidamente, questione-se porque quer mudar;

Relativamente à mudança de hábitos nocivos e que o impedem de alcançar uma determinada meta, pondere sobre:

  • Quais são os benefícios deste hábito? O que quer em vez disso?
  • Quando é que este hábito começou?
  • Como é que se sente sobre isso?
  • Como é que este hábito se enquadra na sua vida neste momento?

Se concluir que não consegue mudar um determinado hábito nocivo reflicta sobre estes pontos:

  • Este hábito está alinhado com os valores mais importantes para si?
  • Dispõe de todos os recursos para a mudança de hábitos?
  • Está disposto a sentir o desconforto que uma mudança acarreta? Têm coragem?

Por último, textos como este servem apenas para relembrar o leitor de uma única verdade: somos aquilo que escolhemos ser, por de trás das nossas crenças, valores, fracassos e aprendizados, existe a possibilidade de escolher, e é essa acção que irá despoletar o processo de transição, que o levará à mudança, que irá traduzir-se em acções, e à aquisição permanente de novos hábitos que estejam em harmonia com aquilo que, na realidade, deseja para si próprio. Todas as escolhas têm uma consequência, e se escolher permanecer num circuito de crenças e hábitos que não o levam a lado nenhum, simplesmente não culpe a vida e os outros, pela sua escolha!

Palavras-chave

Tempos difíceis exigem a melhor informação

Tempos difíceis exigem a melhor informação É por isso que a Trust in News decidiu oferecer um pack mensal de revistas digitais a um preço simbólico: €9,90 por 9 revistas: VISÃO, VISÃO História, VISÃO Júnior, VISÃO Saúde, Jornal de Letras, Exame, Courrier Internacional,  Activa e Exame Informática. Para ler no seu smartphone, tablet ou computador, facilmente e em sua casa. Está garantida uma boa leitura para toda a família! #euleioemcasa Saiba mais

Mais no portal

Celebridades

April Ivy: os desafios de lançar um novo single em quarentena

A Activa esteve à conversa com a artista, que acabou de divulgar a música mais especial até à data.

Celebridades

Mário Marta e Lura refletem sobre o sucesso de "Aguenta"

O videoclipe do tema, que assinala a primeira colaboração entre estes amigos de longa data, já soma um milhão de visualizações no YouTube.

Moda

33 saias para quando não tivermos apenas de nos preocupar com a "parte de cima"

Os modelos de tamanho midi plissados são a super-tendência para a estação primavera-verão

Moda

Kelly Bailey mostra as suas peças favoritas entre as novidades My Intimate Cantê

Não foi uma tarefa fácil, mas estas são as escolhas da atriz.

Celebridades

Kourtney Kardashian recebe elogios ao mostrar o corpo tal como é

A socialite mostra-se à vontade com as suas formas.

Lifestyle

Diz quem sabe: dicas para reorganizar as finanças em época de pandemia

Quando o inesperado acontece, há que saber adaptar-se.

Beleza e Saúde

Este é o tapete de ioga de que Meghan é fã

A falta de tempo já não é desculpa para não fazer exercício físico.

Moda

23 peças da Mango para usar em casa e mais tarde levar à rua

A marca espanhola reuniu um conjunto de peças para ficar em casa muito confortável.

Celebridades

William pondera retomar a carreira de piloto para ajudar na luta contra a Covid-19

O duque de Cambridge confessou que os acidentes que testemunhou como piloto o afetaram psicologicamente.

Celebridades

Quando Kate e Meghan tinham 12 anos, estas eram as músicas que estavam em número 1

Músicas que pode recordar durante esta quarentena.

Moda

As 7 peças que prometem dar luta ao pijama em tempos de quarentena

No novo episódio da rubrica Imagem de Sucesso, conheça as peças de roupa essenciais para encarar o isolamento com estilo.

Lifestyle

Quarentena: 15 pessoas revelam os factos mais hilariantes que aprenderam sobre os parceiros

O período de isolamento está a ser bastante revelador.

€3,70 por edição + OFERTA  

Papel + Oferta

Papel + Oferta: €3,70 / edição