Sinto que há imensas famílias neste momento a sentirem-se em baixo, tristes, com as baterias descarregadas , excessivamente cansadas. De repente as nossas vidas deram uma volta de 180º e as famílias estão confusas, inseguras, exaustas com o que se está a viver.

Este estado de emergência apanhou-nos a todos de surpresa e acabou por abanar os nossos mundos, mais ou menos organizados, numa rotina mais ou menos equilibrada. Apercebemo-nos que, de um momento para o outro, aquilo que fazia sentido há uns meses, já não faz qualquer sentido agora.

Foi e continua a ser necessário, urgente, reprogramar hábitos, adotar novos estilos de vida e o mais importante de tudo, ser resilientes.

Gostaria muito de contribuir para o bem estar da vossa família e de vos ajudar de alguma forma, por isso, partilho 5 dicas que considero serem muito importantes para que possam (sobre)viver na quarentena em família o melhor possível.

– Dormir bem

Não posso deixar de falar da importância que o sono tem. Descansar bem é vital na tomada de (boas) decisões, para a nossa sanidade mental e os nossos níveis de paciência, de tolerância, gerindo melhor o nosso autocontrolo, não só da boa disposição, mas também alimentar. Essencial que os adultos procurem descansar as 8h por noite e as crianças as suas 12h noturnas e as sestas se for o caso, dependendo da idade, sendo que até aos 6 anos eu recomendaria uma hora para descanso, depois de almoço.

Crianças descansadas caiem menos, choram menos, são menos exigentes e mais bem dispostas e alimentam-se melhor. Dormir bem é um pilar-base para o bem-estar de toda a família.

– Elevar a energia

Pode parecer mais fácil não nos arranjarmos logo pela manhã, como faríamos habitualmente, num dia comum durante a semana. Não nos arranjarmos, dá-nos uma aparência superficial de pouparmos tempo e que facilita logisticamente. Contudo, quando nos preparamos como se fôssemos sair o nosso nível de energia aumenta, o que nos faz sentir mais confiantes e mais produtivos. O estar de pijama, por exemplo, o dia inteiro, faz-nos sentir com mais preguiça, com menos disposição para resolver, levantar, para executar.

Proponho que as manhãs sejam idênticas àquelas que teriam se fossem trabalhar: acordar, tomar banho, vestir para ir trabalhar, maquilhar (se for o caso), tomar pequeno-almoço e começar o dia de trabalho, mesmo que em casa. De certo esta mudança de atitude mudará o resto do dia.

– Rotinas de sono

Muitas famílias viveram o seu dia-a-dia antes da quarentena com várias fugas à rotina, uma vez que estamos tão pouco tempo com os mais pequenos permitimos que não se faça a sesta, e que a hora de ir para a cama possa ser mais tardia. Não investimos em regras, nem em rotinas.

A quarentena exige mais disciplina neste sentido. Apesar de ser uma situação temporária, é longa e ninguém sabe ao certo de quando durará, efetivamente. Por isso, idealmente manter o ritmo que as crianças tinham antes de tudo isto acontecer fará toda a diferença.

Dá-lhes a oportunidade de descansarem mais, relaxarem mais e estarem mais bem dispostas para o dia, sabendo exatamente o que esperar. Assim como alivia os pais, tranquilizando-os.

O momento das sestas ou do descanso, ou o facto dos mais pequenos irem para a cama cedo, ajuda os adultos também a organizarem-se e a cumprirem tarefas que exijam eventualmente mais concentração.

A situação em que vivemos, é temporária, mas longa. Vale a pena “investir” o nosso tempo em criar esta rotina de sono.

– Definir prioridades

Para os pais mais ansiosos, para os pais que sentem que de facto o tempo não chega e que há muita coisa para fazer no dia-a-dia, com os filhos, com a casa, as refeições a solução passa por definir as prioridades.

O que é que realmente importa? De que forma é que eu me posso organizar? De que forma é que a minha família se pode organizar? Lanço o desafio de, em família, ou individualmente, estabeleça a sua lista de prioridades. Coloque-a visível para a consultar as vezes que sentir que está a perder o “Norte”.

Esta lista vai fazer com que se sinta mais tranquilo, mais organizado e todas as tarefas vão parecer menores e descomplicadas.

Evite levar este tempo em casa, como uma corrida contra o tempo, contra tudo e contra todos. Não é. Respire fundo. “Feito é melhor que perfeito” como diz um grande amigo nosso.

– Ser grato

Os pais vivem, de forma geral, num estado de ansiedade muito grande, o que influencia diretamente o estado emocional dos mais pequenos também. Solução? Sejam gratos. Em família, ou individualmente, escrevam, ou no caso de crianças mais novas, desenhem. Comuniquem desta forma para pensarem, exteriorizarem e focarem naquilo que têm de melhor. Quando fazemos este exercício passamos a relativizar o que está pior, ou menos bem.

Isto altera de imediato a nossa energia, a nossa disposição para muito melhor. Quando as crianças e adultos fazem este exercício, estão ao mesmo tempo a controlar a sua ansiedade. A controlar o seu sistema nervoso. Estão a conduzir os seus pensamentos para o que é bom, bonito, simples. Acredito que esta prática diária poderá ajudar a “salvar” a sua família, assim como a sua sanidade mental, por isso, desafio a escrever uma lista de gratidões, a conversarem sobre as oportunidades que estão a ter nesta fase.

Agradecer o facto estarmos todos juntos, agradecer o facto de estarmos saudáveis, de termos boas condições para vivermos bem e felizes em família

Palavras-chave

Mais no portal

Moda

Soluções de roupa interior para mulheres que têm mamas assimétricas

Neste episódio da rubrica Imagem de Sucesso, deixo algumas dicas para quem tem seios de tamanhos, formas, posições ou volumes diferentes.

Beleza e Saúde

Experimentei um hidratante facial caseiro que só leva um ingrediente

E estou aqui para contar os resultados. Não se deixem enganar pela imagem - garanto que o creme não ficou branco, muito menos tão artístico.

Celebridades

Ariana Grande assume novo namorado

A artista partilhou fotografias bastante explícitas.

Moda

Parfois: a mala do verão a menos de 8 euros

Não há como não adorar os saldos.

Beleza e Saúde

Coronavírus: Casados há 53 anos, morreram de mãos dadas, no mesmo dia

Falamos de um casal do Texas, de 80 e 79 anos, internados por pouco mais de uma semana.

Beleza e Saúde

O mundo é um lugar estranho, portanto experimentei fazer Reiki — e acabei em lágrimas

Aqui, a cura faz-se pelas mãos e, mesmo sem toques, é impossível não nos sentirmos tocados por esta experiência libertadora.

Lifestyle

Livro da semana: "Uma Gaiola de Ouro", uma história que é um grito feminista

Um livro de Camilla Läckberg, publicado pela Suma de Letras.

Inspirações

10 inventoras negras que tornaram as nossas vidas bem mais fáceis

Sem o espírito de inovação e de empreendedorismo de cada uma destas mulheres, estas 10 invenções poderiam nunca ter existido.

Lifestyle

Vídeo viral mostra como picar um dente de alho em 10 segundos

Quer a cozinha seja ou não o seu forte, esta técnica promete facilitar o processo.

Lifestyle

4 dicas de poupança financeira para mulheres empreendedoras

No primeiro episódio da rubrica Finanças de A a Z, deixo algumas sugestões para criar um negócio e potenciar o seu crescimento.

Celebridades

Em tempos de pandemia, foi assim que Khloé Kardashian celebrou o aniversário

O evento teve direito a máscaras personalizadas - mas não só.

Inspirações

Normalizar corpos normais: o movimento que se tornou viral

Pessoas de todo o mundo têm partilhado imagens dos respetivos corpos, de modo a provar que é normal sermos diferentes.

€2,95 por edição 20% desconto  

Papel