Os vampiros são personagens da crença popular que, estando mortas, saem à noite das sepulturas para sugar o sangue dos vivos. Estamos bem conscientes de que estas criaturas não passam dos planos do imaginário e da ficção, contudo existem outras bem reais, cujo alimento de eleição é a energia alheia. 

Falamo-vos de vampiros emocionais, ou seja, de pessoas que têm a capacidade de drenar o otimismo e a serenidade de quem os rodeia. Os mais malévolos podem fazê-la acreditar que não é digna de amor, por exemplo. Outros causam danos com pequenas observações anticlimáticas: “Ganhaste uns quilinhos!” ou “Sofres de hipersensibilidade” são alguns exemplos de comentários que, de um momento para o outro, abalam a autoestima.

Os cinco tipos de vampiros emocionais

Para proteger a sua energia, é importante manter a distância este tipo de pessoas. Por isso mesmo, a revista americana “Psychology Today” reuniu algumas estratégias para identificá-las e fazer-lhes frente. 

 1. O Narcisista

Têm como lema de vida “Eu primeiro”. Tudo gira em torno deles. Estas pessoas têm um senso grandioso de auto-importância e de que têm direito às coisas, usurpam a atenção e desejam ser admiradas. Aliás, são perigosas exatamente porque lhes falta empatia e têm uma capacidade limitada de amor incondicional. Se as coisas não forem feitas à maneira delas, tornam-se punitivas, retraídas ou frias.

Saiba como pode proteger-se: Mantenha as expectativas realistas. Estamos a falar de indivíduos emocionalmente limitados, portanto não espere que sejam altruístas ou que amem sem amarras. Além disso, não permita que sua autoestima dependa deles e, se possível, não lhes entregue os seus sentimentos mais profundos ‘de bandeja’. Para comunicar de uma forma bem-sucedida, a verdade é que terá de mostrar como algo poderá beneficiá-los.

2. A Vítima

Estes vampiros usam e abusam da atitude de coitadinhos. O mundo está contra eles e é a razão da sua infelicidade. Quando confrontados com soluções para os problemas, dizem: “Sim, mas…” Eventualmente, poderá dar por si a fazer uma triagem das chamadas que recebe ou a evitá-los propositadamente. Como amiga, até pode querer ajudar, mas a energia pesada destas pessoas chega a ser avassaladora.

Saiba como pode proteger-se: Estabeleça limites com gentileza, mas firmes. “Adoro-te, mas só posso ouvir-te durante alguns minutos, a não ser que queiras falar de soluções” é um bom exemplo disso.

3. O Controlador

Como o nome indica, são pessoas que tentam controlar os outros, incluindo a maneira de ser e como se sentem, de uma forma obsessiva. Têm uma opinião sobre tudo e tentam ganhar o controlo ao invalidarem as emoções alheias, especialmente quando estas não se enquadram no seu ‘livro de regras’. Muitas vezes, iniciam frases com um clássico “Sabes do que precisas?” e, de seguida, passam a dar opiniões não solicitadas. Quem está do outro lado sente-se dominado, rebaixado ou deprimido.

Saiba como pode proteger-se: O segredo para o sucesso é nunca tentar controlar um controlador. Seja saudavelmente assertiva, mas não lhes diga o que fazer. “Valorizo o teu conselho, mas acho que tenho de superar isto sozinha” é uma boa forma de fazê-lo. Seja confiante e não se faça de vítima.

4. O Falador Constante

Estas pessoas não estão interessadas nos seus sentimentos. Aliás, na verdade, só se preocupam com elas próprias. Até pode esperar por uma janela de oportunidade para expor o seu ponto de vista, mas ela nunca chegará.

Saiba como pode proteger-se: Estes indivíduos não respondem a dicas não verbais. Por mais difícil que seja, terá de falar e interrompê-los. Aí, terá a hipótese de participar na conversa ou, simplesmente, de dá-la como terminada.

5. Drama Queen

Está a ver aquelas pessoas que têm um talento para transformar pequenos incidentes em dramas de outro mundo? É exatamente isso. Também pode ser aquele funcionário que chega sempre atrasado. Numa semana teve febre e “quase morreu”. Na semana seguinte, teve o carro rebocado (outra vez)! Resultado: sempre que sai do escritório, sente-se cansada e usada.

Saiba como pode proteger-se: Uma drama queen não pode extrair energia da equanimidade. Mantenha-se calma e respire fundo. Isto vai útil para que não dê por si ‘emaranhada’ nesses momentos histriónicos. Estabeleça limites com gentileza, mas firmes.

Faça uma lista das pessoas que lhe transmitem uma boa energia e daquelas que a sugam. Tente passar mais tempo com o primeiro gripo e estabeleça limites na forma de lidar com o segundo. Isto vai melhorar a sua qualidade de vida.

Palavras-chave

Relacionados

Lifestyle

Eis o método infalível para pessoas com muita coisa para fazer - e pouco tempo

Não exige qualquer tipo de investimento, apenas uma simples mudança de perspetiva.

Comportamento

Como ser feliz para sempre em apenas quatro passos

Neste artigo da rubrica Sucesso Pessoal e Profissional, falo sobre como podemos tomar as rédeas da nossa própria felicidade.

Comportamento

Descobri o hábito improvável que nos impede de manter relações através de uma Ted Talk

Num discurso dinâmico e cheio de humor, Brené Brown diz todas as coisas certas e mostra como alterar uma simples atitude pode, de facto, melhorar a nossa vida.

Mais no portal

Moda

10 artigos da Zara que vão arrasar em qualquer destino de férias

Estes visuais prontos a usar prometem fazer furor nos seus dias de descanso.

Comportamento

Como lidar com a frustração sexual?

Existem várias causas para a insatisfação com a vida íntima, que pode afetar a qualidade de vida em geral.

Moda

Saiba como fazer uma mala de férias sem complicações

No episódio de hoje da rubrica Imagem de Sucesso, deixo algumas dicas para escolher os derradeiros essenciais de viagem.

Moda

Encontrámos as Havaianas perfeitas para dar brilho ao verão

Se é fã da famosa marca brasileira e gosta de dar um toque de brilho a tudo o que faz, vai delirar com esta novidade.

Lifestyle

6 dicas para viajar de carro tranquilamente com crianças

"Estou com fome! Quanto chegamos? Preciso de fazer xixi!" Viajar com crianças durante um longo período de tempo pode ser um verdadeiro pesadelo.

Beleza e Saúde

Afinal, o que é uma "depressão de baixo grau"?

Recentemente, Michelle Obama fez um desabafo sobre a sua saúde mental. Entenda o que se passa com a antiga Primeira-dama dos Estados Unidos.

Celebridades

Michelle Obama admite que sofre de uma "depressão de baixo grau"

A pandemia aliada a todo o clima de tensão que se vive nos Estados Unidos afetou a saúde mental da antiga Primeira-dama do país.

Celebridades

Daisy Coleman, de documentário da Netflix sobre abuso sexual, morre aos 23 anos

O caso da jovem, que se tornou uma defensora das vítimas de violação, é retratado numa série documental do serviço de streaming.

Lifestyle

Estes podem ser os motivos para continuarmos a ver filmes para adolescentes

Sim, tenho mais de 30 anos e por vezes vejo (e revejo) filmes com histórias para adolescentes. Mas sei que não sou a única!

Celebridades

O interior do frigorífico de Selena Gomez revela muito sobre a cantora

A estrela norte-americana mostrou o que armazena neste eletrodoméstico, bem como no congelador.

Beleza e Saúde

5 produtos de skincare que testei há um ano e agora fazem parte da minha rotina

O mais barato custa menos de 3 euros.

Moda

Criei 5 visuais diferentes com uma peça de roupa que todas temos no roupeiro

Por vezes - e falo por experiência própria -, só precisamos de um pouco de originalidade para não nos cansarmos daquilo que vestimos.

€2,95 por edição 20% desconto  

Assine já!

Papel