Meg Selig, autora de “Changepower! 37 segredos para ter sucesso na mudança de hábitos”, contribui para o site Psychology Today desde 2010. Num dos artigos que já assinou, revela 7 formas de aumentarmos a nossa autoestima. Ei-las:

1 – Não se preocupe se não se sentir confiante o tempo todo

A autora cita Alice Boyes, que, afirma ter chegado à conclusão que necessitava tanto a auto-confiança como a auto-dúvida. Isto porque a última “nos leva a questionar o questionar o que estamos a fazer, prepara-nos mentalmente para aceitar a mudança, leva-nos a trabalhar mais e de forma diferente, e pode levar-nos a tomar abordagens mais cooperativas, no que toca a lidar com pessoas que discordam de nós“.

2 – Mostre compaixão ao seu futuro “eu”

Isto pode envolver uma simples ida à bomba de gasolina à tarde, porque sabe que terá uma manhã atarefada no dia seguinte, ou mesmo fazer exercício físico, tendo em mente que, no futuro, o seu corpo agradecerá. Agir no presente, tendo em mente o seu futuro, é uma estratégia para uma maior confiança. Selig refere ainda que o guru Leo Babauta defende que pessoas que não procrastinam são, no fundo, pessoas que querem que o seu “eu” futuro seja feliz.

3 – Pratique uma conversa realista e de compaixão consigo mesma

Sermos carinhosos connosco mesmo quando cometemos erros aumenta a nossa autoestima, mas também a nossa motivação e auto-controlo, revela uma pesquisa citada pela psicóloga Kelly McGonigal, no livro “The Willpower Instinct”.

4 – Em vez de dizer “falhas”, prefira “oportunidades”, “desafios” ou “experiências de aprendizagem”

Alterar certos termos nas nossas conversas (com outros e connosco) pode ter um enorme impacto na nossa confiança. Neste caso, deixar de lado a palavra “falha”, substituindo-a por “desafio”, por exemplo, reduz as hormonas do stress e pode dar início a uma sequência de pensamentos focados na solução. O importante? Praticar muito, de modo a desenvolver um mindset de crescimento.

5 – Não assuma que os outros têm o mesmo nível de conhecimentos

Pensar em todas as vezes que as outras pessoas nos pediram alguma ajuda, informação ou conselhos dá-nos uma maior consciência das “áreas” em que estamos mais à vontade. E isto aplica-se a questões pessoais, mas também profissionais.

6 – Conheça as suas mais-valias

Além de pensar nos momentos em que lhe pediram ajuda, lembre-se ainda de todos os elogios e feedback positivo que já recebeu de outras pessoas. Repita, na sua mente, várias vezes, o momento em que sentiu que foi bem-sucedido em algo ou que alguém lhe disse alguma coisa que o marcou pela positiva. Isto ajuda-nos a interiorizar os nossos pontos fortes.

7. Lembre-se do seu propósito e valores

Lembrar-se constantemente do seu propósito de vida, objetivos e valores irá dar-lhe uma maior força de vontade, persistência e auto-confiança. Os nossos valores mantêm-nos orientados para o nosso “verdadeiro norte”.

Se nada resultar, o melhor é procurar um terapeuta para que, juntos, consigam tornar a sua mente um melhor local para viver.

Palavras-chave

Mais no portal

Moda

10 artigos da Zara que vão arrasar em qualquer destino de férias

Estes visuais prontos a usar prometem fazer furor nos seus dias de descanso.

Comportamento

Como lidar com a frustração sexual?

Existem várias causas para a insatisfação com a vida íntima, que pode afetar a qualidade de vida em geral.

Moda

Saiba como fazer uma mala de férias sem complicações

No episódio de hoje da rubrica Imagem de Sucesso, deixo algumas dicas para escolher os derradeiros essenciais de viagem.

Moda

Encontrámos as Havaianas perfeitas para dar brilho ao verão

Se é fã da famosa marca brasileira e gosta de dar um toque de brilho a tudo o que faz, vai delirar com esta novidade.

Lifestyle

6 dicas para viajar de carro tranquilamente com crianças

"Estou com fome! Quanto chegamos? Preciso de fazer xixi!" Viajar com crianças durante um longo período de tempo pode ser um verdadeiro pesadelo.

Beleza e Saúde

Afinal, o que é uma "depressão de baixo grau"?

Recentemente, Michelle Obama fez um desabafo sobre a sua saúde mental. Entenda o que se passa com a antiga Primeira-dama dos Estados Unidos.

Celebridades

Michelle Obama admite que sofre de uma "depressão de baixo grau"

A pandemia aliada a todo o clima de tensão que se vive nos Estados Unidos afetou a saúde mental da antiga Primeira-dama do país.

Celebridades

Daisy Coleman, de documentário da Netflix sobre abuso sexual, morre aos 23 anos

O caso da jovem, que se tornou uma defensora das vítimas de violação, é retratado numa série documental do serviço de streaming.

Lifestyle

Estes podem ser os motivos para continuarmos a ver filmes para adolescentes

Sim, tenho mais de 30 anos e por vezes vejo (e revejo) filmes com histórias para adolescentes. Mas sei que não sou a única!

Celebridades

O interior do frigorífico de Selena Gomez revela muito sobre a cantora

A estrela norte-americana mostrou o que armazena neste eletrodoméstico, bem como no congelador.

Beleza e Saúde

5 produtos de skincare que testei há um ano e agora fazem parte da minha rotina

O mais barato custa menos de 3 euros.

Moda

Criei 5 visuais diferentes com uma peça de roupa que todas temos no roupeiro

Por vezes - e falo por experiência própria -, só precisamos de um pouco de originalidade para não nos cansarmos daquilo que vestimos.

€2,95 por edição 20% desconto  

Assine já!

Papel