Alguma vez se questionou sobre o que a atrai no seu parceiro(a)? Serão as semelhanças? Os gostos partilhados por música clássica e longos passeios na praia? Ora bem, a ciência diz-nos que a inspiração para os relacionamentos não são assim tão românticas.

O desejo que sentimos por alguém estará relacionado com um termo clínico pouco sexy: o antígeno leucocitário humano (HLA, na sigla inglesa). Quer isto dizer que a explicação para essa atração estará no nosso sistema imunológico. Sim, isso mesmo.

Um estudo publicado na revista científica “Nature”, em 2016, concluiu que procuramos parceiros que tenham um sistema HLA muito diferente do nosso. Também conhecido como complexo principal de histocompatibilidade, ele permite que ao corpo identificar células perigosas, vírus e bactérias, e é a base sobre a qual o organismo humano desenvolve o seu sistema de defesa.

Uma questão de evolução

O HLA “está relacionado com a sexualidade e o desejo de procriar”, dizem os investigadores da Universidade de Dresden, na Alemanha, que analisaram o comportamento sexual de 254 casais e descobriram que quanto maior é a diferença entre os antígenos leucocitários de um par, maior é o desejo e a satisfação sexual. Isto estará relacionado com a sobrevivência da espécie humana, visto que os casais com HLA distintos aumentam a possibilidade de os seus descendentes serem resistentes a um número maior de doenças”.

Embora a forma como o HLA define o cheiro do nosso corpo ainda não esteja decifrada, há provas de que certos componentes do odor podem ser encontrados em secreções como, por exemplo, o suor e a saliva. Para além disso, sabe-se que os neurónios olfativos identificam-no sem que tenhamos qualquer consciência disso.

O trabalho dos cientistas alemães não menosprezam a capacidade humana de controlar o próprio instinto sexual, mas levanta o véu sobre a importância do sistema imunológico no nosso comportamento sexual. E traz uma explicação científica para reforçar a ideia popular ideia de que os opostos, de facto, atraem-se.

Palavras-chave

Relacionados

#CartaBranca

Meditei durante 5 dias - eis como correu

Uma experiência que promete vários benefícios, mas que também exige bastante foco e concentração. Será que é um hábito a manter?

Comportamento

Conheça as conclusões mais surpreendentes do estudo científico do sexo

O quê? Os gémeos podem ter pais diferentes?

Comportamento

Este é o verdadeiro impacto da pandemia na saúde mental dos europeus

Um novo estudo aponta para um forte impacto do confinamento na saúde mental dos cidadãos.

Mais no portal

Saúde

Corte estes alimentos à noite para perder peso

E dormir melhor!

Beleza

O que fazer ao cabelo nos dias quentes? Aqui ficam 30 sugestões

Para todos os comprimentos e texturas.

Comportamento

O tipo de parceiro que as mulheres escolhem é influenciado pela vinculação pai-filha

Quem sai aos seus... procura parceiros iguais aos pais, quer isso seja bom ou mau.

Moda

As peças que importam para montar um armário cápsula de verão

Uma proposta que deixa o guarda-roupa com menos peças e extremamente prático.

Beleza

Unhas: a tendência inesperada que vai estar em todo o lado no verão

Não só dizemos qual é, mas mostramos várias formas de torná-la sua.

Celebridades

Entre na mansão de sonho que Anitta comprou em Miami

Conheça os cantos à casa.

Comportamento

Os quatro mandamentos para superar desilusões

De acordo com uma especialista.

Activa Brand Studio

Passatempo 'Prepare-se para o verão' com a ACTIVA e a SVR

Saiba como é fácil participar.

Comportamento

O amor à primeira vista existe mesmo? Eis o que diz a ciência

A resposta pode surpreender.

BeYoga

BeYoga: exercícios para libertar a tensão na zona lombar

O desconforto na zona inferior da coluna vertebral tira-nos energia. Libertando todas as tensões da zona lombrar sinta-se pronta a abraçar cada movimento do seu corpo.

Comportamento

5 passos para esquecer um ex de uma forma saudável

Estes são os conselhos de uma psicóloga.