No mês em que se celebra o Dia Mundial do Sorriso, a Colgate quis saber o estado do otimismo em Portugal. Para tal, desenvolveu um estudo para aferir como a população está a lidar com os tempos que correm e relembrar que, muitas vezes, um sorriso pode ser a resposta para o desafio.

De acordo com o trabalho acima referido, levado a cabo em parceria com a Marktest, 87% dos inquiridos afirma ser uma pessoa otimista e mais de 90% diz encarar os problemas com coragem. Quando questionados sobre que áreas da sua vida lhes causam mais stress, mais de metade (52%) não hesita em apontar a saúde, a sua ou a de familiares e amigos, como a principal fonte. Já 48% aponta o trabalho ou o desemprego. Por estes motivos, não é de estranhar que, a maioria dos entrevistados afirme já ter sofrido de stress (54%) ou ansiedade (55%).

No que toca a (voltar a) ser otimista, a família assume um papel primordial para mais de metade (51%) dos participantes. Quando o assunto é a quem  pedem ajuda nos momentos em que não se sentem otimistas, mais uma vez, é a família (companheiro/a) e os amigos que assumem o papel de catalisador para 45% e 34% dos entrevistados, respetivamente. Talvez, por isso, não seja surpreendente que estar com a família/amigos seja a situação que mais faz sorrir a grande maioria (79%); e que uma viagem de família/amigos seja o momento mais feliz de recordar para 42%.

Com mais de metade (52%) dos entrevistados a dedicar entre 9 a 12 horas diárias às suas tarefas (trabalho, escola, casa, família, outros), e quase metade (48%) a investir apenas entre 1-3 horas em si e no seu bem-estar, é compreensível que mais de dois terços (68%) passe algum tempo a pensar naquilo que gostaria de fazer, sendo que quase todos (95%) concordam que pensar positivamente os irá ajudar a ultrapassar as adversidades.

Assim, 49% dos inquiridos sentem-se zangados menos de 2 vezes por semana, por razões relacionadas com comportamentos de familiares e amigos (71%), e 26% celebram várias vezes ao dia as situações positivas que lhes acontecem. Para 41%, a melhor forma de ultrapassar as adversidades é encarar o problema numa perspetiva diferente.

Dependendo do problema, a maioria (58%) diz ter aprendido a sorrir nas adversidades, apesar de 62% adiantar ter passado a sorrir menos depois do confinamento. Contudo, para mais de 80% dos participantes, a pandemia e o confinamento fizeram com que começassem a valorizar mais as pequenas coisas da vida, nomeadamente o tempo passado com a família e amigos (34%).

Palavras-chave

Relacionados

Comportamento

3 formas de fazer com que os seus filhos parem de brigar

Um tema pertinente, especialmente depois de assistirmos ao vídeo viral destas duas irmãs brasileiras.

Comportamento

A razão científica surpreendente por trás da atração física

No que diz respeito à atração física, há um fator inesperado que entra em jogo.

Rubricas

Meditei durante 5 dias - eis como correu

Uma experiência que promete vários benefícios, mas que também exige bastante foco e concentração. Será que é um hábito a manter?

Mais no portal

Beleza e Saúde

COVID-19: usar duas máscaras protege-nos mais?

Algumas pessoas adotaram este método. Mas será que é necessário?

Lifestyle

Assine 9 revistas por apenas €9,90 por mês e garanta boa informação, em sua casa

Beleza e Saúde

Esperam-se menos nascimentos em 2021

Entenda o motivo.

Imagem de Sucesso

O fator essencial para construir uma Imagem de Sucesso em 2021

No novo episódio da rubrica Imagem de Sucesso, explico-vos como podem comunicar de forma assertiva através da vossa imagem e, assim, conquistar objetivos no novo ano.

Comportamento

Este truque curioso pode aliviar o stress durante o confinamento

Só precisa de um telemóvel ou computador - e deixá-lo fazer magia.

Moda

A psicologia por trás das cores românticas que vão estar em alta na primavera

Não só explicamos a origem da popularidade, como deixamos algumas sugestões de visuais para os dias mais quentes.

Beleza e Saúde

Pode haver uma inesperada cura para a acne

Pelo menos, para um dos tipos do problema. Saiba qual.

Moda

Revelado o próximo nome da alta-costura que irá colaborar com a H&M

Todos os anos, a gigante sueca lança uma coleção de edição limitada, que é fruto da colaboração com um estilista ou marca de renome.

Beleza e Saúde

3 acessórios para o cabelo que as mulheres nórdicas adoram

Estas sugestões são perfeitas para ter sempre no nécessaire e transformam qualquer visual num instante.

Beleza e Saúde

Saiba como manter um estilo de vida saudável em regime de teletrabalho

Aqui ficam seis sugestões para continuar a cuidar da sua saúde física e mental no novo confinamento.

15 Perguntas A...

Tânia Ribas de Oliveira: "O meu estilo é casual, confortável e descontraído"

Lançámos questionários com 15 perguntas a várias celebridades sobre temas como, por exemplo, estilo pessoal e rotinas de beleza. A apresentadora da RTP foi a primeira a aceitar o desafio.