Para algumas mulheres, a depressão pós-parto pode durar até três anos, revela um novo estudo da National Institutes of Health (NIH), publicado na revista Pediatrics. A investigação envolveu 5 mil mulheres e descobriu que uma em cada quatro sofria de “níveis elevados de sintomas depressivos em algum momento, nos três anos após dar à luz“. As restantes, apresentavam níveis fracos dos mesmos sintomas.

E o que é que isto significa? Que o acompanhamento feito à mulher, por norma, durante apenas alguns meses após o parto, deve ser prolongado, em alguns casos. “O nosso estudo indica que seis meses podem não ser suficientemente longos para medir sintomas depressivos. Estes dados de longa data são essenciais para melhorar a compreensão da saúde mental da mãe, que é crítica para o bem-estar e desenvolvimento do bebé“, afirma a autora principal e cientista Diane Putnick.

Os autores do estudo sugerem que o acompanhamento no sentido de identificar sintomas de depressão pós-parto deve ser mantido por, pelo menos, dois anos. “Isto porque, nessa altura, será mais claro que mães estão a melhorar, quais se mantêm depressivas ou mesmo a piorar“, afirma Putnick, em conversa com a Parents.

A investigação descobriu ainda que aquelas com condições subjacentes, incluíndo distúrbios de humor ou diabetes gestacional tinham maiores chances de sofrer mais sintomas depressivos. “Qualquer uma pode desenvolver depressão pós-parto, mas alguns indivíduos podem apresentar maiores riscos, incluindo aqueles com distúrbios mentais pré-existentes, com condições de saúde crónicas ou com dificuldades sociais“, afirma Amy Addante, obstetra.

A boa notícia? A depressão pós-parto pode ser tratada, independentemente de quando se manifesta. Esteja atenta a sinais como tristeza, ansiedade, irritabilidade, mudanças no apetite ou sono, dificuldades de concentração, sentimentos de desespero. Caso identifique alguns sintomas, não hesite em contactar o seu médico.

Palavras-chave

Mais no portal

Beleza e Saúde

Cabelos: Risco ao meio ou de lado? A melhor opção para cada formato de rosto

A forma como reparte o cabelo pode mudar muito o seu visual - num cenário ideal, sempre para melhor. Saiba como valorizar o seu rosto.

Comportamento

5 formas de ultrapassar momentos menos bons

De acordo com vários especialistas.

Beleza e Saúde

O resultado de uma semana sem qualquer tipo de exercício físico

Para qualquer adepto de um estilo de vida ativo, estar parado é um verdadeiro desafio. E foi assim que encarei esta semana.

Lifestyle

Saiba como fazer a deliciosa salada de espinafres de Julie Deffense

Simples e deliciosa.

Beleza e Saúde

Chiara Ferragni mostra-nos como o azul com glitter resulta sempre para fazer os nossos olhos brilhar

A influencer criou novamente uma coleção com a Lancôme, em que o glitter é a aposta.

Moda

O vídeo que nos fala de Paris, de mulheres e do que acontece quando se trocam duas malas

Esta produção é uma viagem ao mundo das mulheres parisienses com toda a emoção e “joie de vivre” da cidade de Paris.

Beleza e Saúde

Não vai acreditar com que idade Halle Berry teve o primeiro orgasmo

A confissão da atriz veio surpreender o público.

Moda

Esta é a prova de que o 'nightwear' pode ser usado o dia todo

Seda, cetim ou caxemira?

Beleza e Saúde

Quando deve anunciar a gravidez?

A norma é que se ultrapasse a meta das 12 semanas. Mas será que é mesmo preciso?