@_tinamaria

Pandemia, Netflix e zero “chill”. Zerinho. Esta é a realidade de vários solteiros em 2020.

Apesar de muitas pessoas terem aplicações de dating instaladas no smartphone, nos tempos que correm, uma boa parte delas não arrisca um segundo encontro e dá de caras com um muro virtual, ou seja, a impossibilidade de levar a conversa para além dos ecrãs. Por conseguinte, as circunstâncias atuais acabam por ter um impacto mais profundo no campo afetivo do que imaginávamos.

De acordo com um estudo levado a cabo pela app Happn em terras de Vera Cruz, os brasileiros sentem dificuldade em construir relacionamentos amorosos. Mais especificamente, 93% dos participantes afirmou que é cada vez mais difícil estabelecer uma conexão verdadeira e significativa numa aplicação de relacionamentos. Já 81% diz que passa mais tempo a dar likes do que, efetivamente, a conversar com potenciais “crushes”.

A culpa será do “Dating Burnout“. Sim, isso mesmo. O uso excessivo deste tipo de aplicações pode causar efeitos colaterais semelhantes aos da Síndrome de Burnout como, por exemplo, o esgotamento físico e mental, para além de deixar os utilizadores deprimidos por se sentirem ineficazes na construção de laços duradouros. Trocando em miúdos: este fenómeno acontece quando flertar deixa de ser divertido e passa a parecer uma espécie de segundo trabalho.

Sinais de alerta

Para ajudar os solteiros da quarentena a identificarem se estão (ou não) a ter um “dating burnout”, os especialistas da plataforma Happen reuniram cinco coisas a que devemos estar atentos: 

  1. Tem várias apps de relacionamentos instaladas
    De acordo com o estudo, 78% dos brasileiros usam, ou já usaram, mais de uma aplicação de encontros ao mesmo tempo. O primeiro ponto deve ser o foco. 

  2. Muitos likes, pouca conversa
    Mais de 90% dos inquiridos afirma que tem dificuldade em ter conversas mais significativas – aquelas que vão além do “Olá. Tudo bem? Tudo, e contigo? Também estou bem”. A coisa não desenvolve e a vontade de conversar também não.

  3. Há interesse, mas não assim tanto
    O interesse até surge para um flirt virtual rápido, mas não o suficiente para conhecer a pessoa ou chegar a sair com ela. O grupo analisado sentia o mesmo, insistiu e teve maus encontros. Resultado: relatos de ainda mais “preguiça” de tentar novamente.

  4. Sente mais segurança online
    Sente ansiedade ou que está a perder algo quando as coisas saltam do ecrã para a vida real? Mais de 71% afirmou sentir-se assim, e isso até tem um nome: FoMo. Uma sigla inglesa para “Fear of Missing Out”, ou seja, a angústia de não estar a participar naquilo que se passa nas redes sociais.

  5. Não se espanta com o modo fantasma
    Se está a conversar com alguém e considera normal que essa pessoa pare de lhe responder e desapareça, isso é mais um sinal de fatiga. O “ghosting” é considerado aceitável por 58% dos brasileiros.

Palavras-chave

Relacionados

Comportamento

A pandemia pode causar um "tsunami de saúde mental", diz especialista

As pesquisas que temos feito no Google Trends dizem muito sobre o nosso bem-estar emocional.

Comportamento

10 livros que ensinam tolerância aos mais novos

A 16 de novembro assinala-se o Dia Internacional da Tolerância. A propósito da data comemorativa, reunimos alguns livros ajudam a introduzir o assunto desde cedo.

Comportamento

Dia Mundial da Bondade: 15 formas de ser generoso consigo e com os outros

Assinala-se anualmente a 13 de novembro e incentiva a população a a mudar perspetivas através de pequenos gestos.

Mais no portal

Moda

Perdemos a cabeça com estes descontos da Mango

E selecionámos os nossos favoritos.

Beleza e Saúde

Aproveite a Black Friday para dar uma nova vida à sua pele

Mime-se com estas sugestões.

Comportamento

Está na hora de "Dizer Não"

Conheça a campanha que assinala o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres.

Celebridades

Christina Perri perde a filha no terceiro trimestre da gravidez

Após anunciar que poderia ter de antecipar o parto.

Lifestyle

A astrologia parece ter uma explicação para os assassinos em série

E tem tudo a ver com um planeta.

Beleza e Saúde

Escócia torna-se o primeiro país do mundo a tornar produtos menstruais gratuitos

A medida foi aprovada sem votos contra ou abstenção.

Lifestyle

Nunca é tarde para organizar a vida financeira. Saiba por onde começar

Elas vão fazer toda a diferença! Conheça-as no novo episódio da rubrica Finanças de A a Z.

Celebridades

Kate Hudson revela aquilo que não tolera que os filhos façam

A atriz garantiu ser uma mãe rígida.

Lifestyle

Livro da semana: "A Odisseia de Baldassare" mostra como caminho pode ser mais importante que o destino

Um livro de Amin Maalouf, publicado pela Marcador.

Lifestyle

Campanha Black Friday para assinar a ACTIVA com os melhores descontos

Histórias de mulheres inspiradoras, sugestões de moda e acessórios, ideias de presentes de Natal, dicas de beleza... A Activa é isto e muito mais. E agora pode assiná-la poupando até 65%.

Beleza e Saúde

É possível estar grávida e menstruada em simultâneo?

Entenda melhor a questão que gera grande controvérsia.