@sarashakeel

Sabia que existem três tipos diferentes de lágrimas? 

Primeiro, temos as lágrimas basais, também conhecidas como contínuas, que ajudam a manter os nossos olhos hidratados e, por sua vez, nos ajudam a ver com clareza. Depois, existem as lágrimas reflexivas, que geralmente e provocadas em resposta a algum tipo de irritação imediata como, por exemplo, cortar uma cebola ou aplicar maquilhagem dentro de um dos olhos. Por fim, surgem aquelas que conhecemos bem: as lágrimas emocionais. Quer seja causado por tristeza, raiva ou alegria, o choro é uma experiência humana única; uma forma física de mostrar e processar emoções – as boas e as más – que todos partilhamos.

Outra coisa que muitas pessoas não sabem é que a composição de cada tipo de lágrima é diferente. Por exemplo, as lágrimas reflexivas são compostas maioritariamente por água, mas as lágrimas emocionais contêm certas hormonas que o corpo liberta naturalmente em momentos de stress, de modo a ajudar a restaurar o equilíbrio.

Traduzindo em miúdos: existe ciência por detrás daqueles momentos em que acabamos de chorar e sentimos que tirámos um peso dos ombros. Veja, abaixo, exatamente o que acontece ao corpo.

1. Chorar ajuda a libertar hormonas do corpo

A nível físico, as lágrimas emocionais ajudam a relaxar o corpo e permitem que ele libere o stress. Quando derramamos lágrimas emocionais, estamos literalmente a expulsar hormonas, stress e outras toxinas, o que promove uma sensação de alívio e calma.

Na verdade, os cientistas estão a descobrir que as lágrimas emocionais contêm hormonas e proteínas adicionais que não são encontrados nos outros dois tipos de lágrimas. Embora as investigações ainda estejam a decorrer, já podemos tirar alguns apontamentos: “As lágrimas emocionais ajudam a libertar hormonas do corpo quando estamos perturbados”, diz a psiquiatra certificada e autora de vários livros Judith Orloff ao site Byrdie. “Tipicamente, depois de chorarmos, a nossa respiração e frequência cardíaca diminuem, e entramos num estado estado biológico e emocional mais calmo”.

2. Chorar ajuda a processar as emoções

“Nós choramos quando estamos perturbados porque é a forma de o nosso corpo processar e libertar stress“, explica a Dra. Orloff. “Não queremos que emoções intensas, tais como a raiva, depressão ou luto, se acumulem no corpo, portanto chorar ajuda-nos a sarar e a processar esses sentimentos”.

Quem já reprimiu as suas emoções durante demasiado tempo – provavelmente devido ao estigma social – sabe bem o quão avassalador é o momento em que tudo, eventualmente e inevitavelmente) chega a um ponto de ebulição.

“Não é uma boa ideia segurar as lágrimas”, afirma a especialista. “Chorar faz-nos sentir melhor, mesmo quando o problema persiste”, continua. “Para além da desintoxicação física, as lágrimas emocionais curam o coração.” Por isso mesmo, a médica diz aos seus pacientes que chorar é uma boa prática para se manterem saudáveis. 

3. Chorar liberta endorfinas no corpo

Ao mesmo tempo que as hormonas do stress estão a ser expulsas do corpo, outras hormonas que nos fazem sentir bem são libertadas dentro dele. A lista inclui a oxitocina, também conhecida como a hormona do amor, que nos ajuda sentirmo-nos conectados com os outros,

Depois de uma boa sessão de choro, as endorfinas  – o analgésico natural do corpo – também são estimuladas e libertadas. É por isto que chorar pode ser exercitante, quase como um treino. “Ajuda a dissipar energia”, revela a oftalmologista Ashley Brissette, que exerce em Nova Iorque, ao Byrdie. De acordo com a Academia Americana de Oftalmologia, as lágrimas emocionais também contêm níveis mais altos de leucina-encefalina, uma endorfina que ajuda a mitigar a dor e a melhorar o humor.

4. Chorar ajuda-nos a criar ligações com os outros

Desengane-se se pensar que o facto de desabar em lágrimas na presença de alguém pode afastar essa pessoa. Os especialistas dizem que acontece exatamente o contrário. “Chorar ajuda-nos a criar um vínculo interpessoal e atua como uma forma de comunicação não verbal com os outros”, esclarece a Dra. Brissette.

“Entre todas as teorias sobre o porquê de os humanos chorarem, a mais aceite universalmente é que representa uma forma de aprimorar a nossa capacidade de comunicação num nível avançado”, acrescenta. “Ajuda-nos a comunicar o nosso desejo de ajuda ou conexão, ou a partilhar momentos com outros, quer seja de tristeza ou alegria”.

Palavras-chave

Relacionados

Comportamento

Muitos likes, pouca ação. Vários solteiros estão em "dating burnout"

Investigação revela que, nos tempos que correm, as pessoas passam mais tempo a dar likes do que a conversar com potenciais interesses amorosos.

Comportamento

A pandemia pode causar um "tsunami de saúde mental", diz especialista

As pesquisas que temos feito no Google Trends dizem muito sobre o nosso bem-estar emocional.

Comportamento

Dia Mundial da Bondade: 15 formas de ser generoso consigo e com os outros

Assinala-se anualmente a 13 de novembro e incentiva a população a a mudar perspetivas através de pequenos gestos.

Mais no portal

Moda

Perdemos a cabeça com estes descontos da Mango

E selecionámos os nossos favoritos.

Beleza e Saúde

Aproveite a Black Friday para dar uma nova vida à sua pele

Mime-se com estas sugestões.

Comportamento

Está na hora de "Dizer Não"

Conheça a campanha que assinala o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres.

Celebridades

Christina Perri perde a filha no terceiro trimestre da gravidez

Após anunciar que poderia ter de antecipar o parto.

Lifestyle

A astrologia parece ter uma explicação para os assassinos em série

E tem tudo a ver com um planeta.

Beleza e Saúde

Escócia torna-se o primeiro país do mundo a tornar produtos menstruais gratuitos

A medida foi aprovada sem votos contra ou abstenção.

Lifestyle

Nunca é tarde para organizar a vida financeira. Saiba por onde começar

Elas vão fazer toda a diferença! Conheça-as no novo episódio da rubrica Finanças de A a Z.

Celebridades

Kate Hudson revela aquilo que não tolera que os filhos façam

A atriz garantiu ser uma mãe rígida.

Lifestyle

Livro da semana: "A Odisseia de Baldassare" mostra como caminho pode ser mais importante que o destino

Um livro de Amin Maalouf, publicado pela Marcador.

Lifestyle

Campanha Black Friday para assinar a ACTIVA com os melhores descontos

Histórias de mulheres inspiradoras, sugestões de moda e acessórios, ideias de presentes de Natal, dicas de beleza... A Activa é isto e muito mais. E agora pode assiná-la poupando até 65%.

Beleza e Saúde

É possível estar grávida e menstruada em simultâneo?

Entenda melhor a questão que gera grande controvérsia.