@martasyrko

O aumento dos casos de COVID-19 em todo o País levou a mais restrições. E, desta vez, parece haver uma maior dificuldade em aceitar o confinamento – talvez porque nos obriga a repensar a época de festas, normalmente passada com toda a família.

Sabe-se que este cenário gera desafios de saúde mental pública em grande escala, que se traduz num aumento do stress. Mas em que medida afeta os portugueses? É o que revela o projeto de investigação “Collaborative Outcomes study on Health and Functioning during Infection Times”, coordenado em Portugal por Pedro Morgado, do Instituto de Investigação em Ciências da Vida e Saúde da Escola de Medicina da Universidade do Minho, e Sofia Brissos, do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa.

Os dados preliminares dizem que, em Portugal, o agravamento do stress afetou um terço dos inquiridos e foi particularmente significativo entre os jovens adultos (36%). Estes são também o segmento mais afetado pela solidão. Esta faixa etária registou um nível desproporcionalmente elevado de agravamento deste estado comparativamente com os participantes de outras faixas etárias.

No que respeita à irritabilidade, também cerca de um terço dos inquiridos reportou um agravamento, e apenas um número reduzido (<8%) referiu melhorias nas duas semanas anteriores à participação neste estudo internacional. A grande maioria dos inquiridos relatou pequenas ou nenhumas alterações na irritabilidade (60%).

As estratégias de homens e mulheres para passar o tempo durante a pandemia

Mais de 75% dos participantes admitiu um aumento do tempo consumido nos meios de comunicação social, o que foi mais notório nos homens (81%). Em relação à ocupação dos tempos livres, metade dos inquiridos afirmou ter despendido mais tempo em contactos sociais, a realizar exercício físico e a obter informação sobre a pandemia de COVID-19.

Quando questionados sobre as estratégias utilizadas para lidar com as emoções geradas pela pandemia, a maioria dos inquiridos referiu o contacto ou interação pessoal direta, o exercício físico ou os passeios, a utilização da internet, a procura de informação sobre a pandemia, a prática de passatempos significativos, e o trabalho, quer presencial, quer à distância.

Para os homens, as estratégias mais eficazes foram o contacto pessoal/interação direta, exercício ou passeios, utilização da internet e um passatempo significativo; no caso das mulheres foram o contacto pessoal/interação direta, exercício ou passeios, e utilização da internet.

A intimidade física/atividade sexual foi uma estratégia mais importante para os homens do que para as mulheres, enquanto que para elas o contacto pessoal/interação direta, a utilização da internet, as redes sociais e o trabalho foram as estratégias mais utilizadas para combater o stress e a irritabilidade durante a pandemia.

Palavras-chave

Relacionados

Comportamento

É isto que acontece ao corpo quando choramos

Da liberação de stress à criação de ligações emocionais, chorar tem muito que se lhe diga.

Comportamento

Muitos likes, pouca ação. Vários solteiros estão em "dating burnout"

Investigação revela que, nos tempos que correm, as pessoas passam mais tempo a dar likes do que a conversar com potenciais interesses amorosos.

Comportamento

A pandemia pode causar um "tsunami de saúde mental", diz especialista

As pesquisas que temos feito no Google Trends dizem muito sobre o nosso bem-estar emocional.

Mais no portal

Moda

Perdemos a cabeça com estes descontos da Mango

E selecionámos os nossos favoritos.

Beleza e Saúde

Aproveite a Black Friday para dar uma nova vida à sua pele

Mime-se com estas sugestões.

Comportamento

Está na hora de "Dizer Não"

Conheça a campanha que assinala o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres.

Celebridades

Christina Perri perde a filha no terceiro trimestre da gravidez

Após anunciar que poderia ter de antecipar o parto.

Lifestyle

A astrologia parece ter uma explicação para os assassinos em série

E tem tudo a ver com um planeta.

Beleza e Saúde

Escócia torna-se o primeiro país do mundo a tornar produtos menstruais gratuitos

A medida foi aprovada sem votos contra ou abstenção.

Lifestyle

Nunca é tarde para organizar a vida financeira. Saiba por onde começar

Elas vão fazer toda a diferença! Conheça-as no novo episódio da rubrica Finanças de A a Z.

Celebridades

Kate Hudson revela aquilo que não tolera que os filhos façam

A atriz garantiu ser uma mãe rígida.

Lifestyle

Livro da semana: "A Odisseia de Baldassare" mostra como caminho pode ser mais importante que o destino

Um livro de Amin Maalouf, publicado pela Marcador.

Lifestyle

Campanha Black Friday para assinar a ACTIVA com os melhores descontos

Histórias de mulheres inspiradoras, sugestões de moda e acessórios, ideias de presentes de Natal, dicas de beleza... A Activa é isto e muito mais. E agora pode assiná-la poupando até 65%.

Beleza e Saúde

É possível estar grávida e menstruada em simultâneo?

Entenda melhor a questão que gera grande controvérsia.