@sophieschwarzenberger

As irmãs Kardashian nunca tiveram medo de partilhar detalhes da vida privada. Portanto, não é surpresa que Kourtney, a mais velha da prole, seja aberta a explorar coisas novas. Numa publicação recente do site POOSH, a estrela cede a sua plataforma para explorar o tema da autossexualidade. Mas… do que se trata?

A terapeuta sexual Casey Tanner faz as honras ao explicar tudo no portal de lifestyle. “Se sentir-se sexy, independentemente de outra pessoa, alguma vez a excitou, isso é a autossexualidade e é completamente normal”, escreveu. Ou seja, os autossexuais são pessoas capazes de ficar estimuladas com o próprio erotismo.

“Como a maioria das características humanas, é um espetro – e a maioria de nós estamos nele! Alguns podem identificar-se exclusivamente como autossexuais e, nestes casos, é possível que considerem que esta é a sua orientação sexual”.

A autossexualidade é um termo que os investigadores têm dificuldade em definir, uma vez que ainda não existem muitos dados ou estudos sobre tema. O terapeuta sexual Bernard Apfelbaum foi o primeiro a a defini-lo, num artigo de 1989, usando-o para se referir àqueles que têm dificuldade em sentir excitação sexual com outras pessoas. Mais recentemente, a expressão passou a ser usada para descrever indivíduos que se sentem principalmente – e, às vezes, exclusivamente – atraídos pelos próprios corpos. 

Há quem confunda este traço de personalidade, ou orientação sexual, com narcisismo. No entanto, é importante referir que estes conceitos não são sinónimos. O Transtorno da Personalidade Narcisista é um distúrbio diagnosticável, com sintomas que incluem um senso inflado do eu, uma necessidade constante de admiração e falta de empatia. Já a autossexualidade é diferente.

“Os autossexuais estão mais confortáveis sexualmente na própria companhia, enquanto os narcisistas anseiam por atenção”, explica Jennifer McGowan, investigadora da University College London, ao site da BBC.

No artigo para o POOSH, a terapeuta Casey Tanner afirma que muitos autossexuais temem que a preferência pouco conhecida possa prejudicar a atividade sexual com parceiros. Contudo, a especialista defende que esta pode ser uma parte saudável e até mesmo valiosa da vida íntima.

“Quando sabemos estimular-nos, dependemos menos de fatores externos para entrarmos num mood sensual. Quando fantasiamos connosco próprios, estamos em contacto com os nossos corpos e sentidos. É uma ferramenta adicional para acender o desejo e a paixão”.

A autossexualidade leva-nos para um espaço confortável e relaxado, no qual consideramos a nossa própria sexualidade atraente. Depender da nossa sensualidade, em vez de depender exclusivamente dos outros para nos excitarem, tem um poder profundo. Afinal de contas, tira a pressão do sexo a dois (ou com mais pessoas) e traz muito prazer aos nossos momentos a sós. 

Onde quer que se encontre no espetro da autossexualidade, não há nada de errado nisso. Divirta-se!

Palavras-chave

Assine a ACTIVA

Deixe-se inspirar, assine a ACTIVA, na sua versão em papel ou digital, a partir de €2,00 a edição. Saiba tudo aqui ASSINAR

Relacionados

Mais no portal

Saúde

A aparência das palmas das mãos pode indicar se tem cancro

Esteja atenta.

Beleza

15 manicures para experimentar no outono

Confira estas sugestões!

Celebridades

Médico legista afirma que Gabby Petito foi assassinada

As autoridades já confirmaram que o corpo encontrado pertence à blogger.

Lifestyle

Quer passar umas férias na casa de Winnie the Pooh?

Uma casa inspirada no Winnie the Pooh, da Disney, no Bosque dos Cem Acres, disponível no Airbnb

Moda

10 casacos para usar na próxima estação

Conheça estas sugestões de diferentes estilos.

Saúde

Os bebés devem ou não usar sapatos?

Veja a explicação de um ortopedista.

Celebridades

Morreu o ator que deu vida a Stanford Blatch, em "O Sexo e a Cidade"

Willie Garson tinha 57 anos.

Comportamento

Diferenças comuns que podem colocar a sua relação em perigo

De acordo com uma psicóloga.

Lifestyle

“Y: O Último Homem” estreia hoje no Disney+

Um drama de 10 episódios baseado na banda desenhada da DC Comics.

Beleza

O que há de novo na beleza: pele acneica, menopausa, antimanchas e muito mais

Os produtos que os ajudam a cuidar melhor da saúde do nosso rosto.

Beleza

Conhece os diferentes tipos de eyeliner?

Saiba como os usar.