@maddiecastellano

Por vezes, pode ser difícil definir os limites daquilo que é (ou não) saudável numa relação. Sem falar de casos extremos, como agressões físicas ou verbais, a verdade é que nada é perfeito e um relacionamento a dois envolve sempre altos e baixos.

Nesse sentido, numa entrevista para a Parents, o psicólogo Richard Weissbourd explicou vários pontos essenciais para definir uma relação saudável, em conversa com uma criança. E esta explicação simplificada não poderia ser mais útil – mesmo em idade adulta.

Enquanto cultura, somos muito retrógrados em relação ao amor romântico e falhamos miseravelmente em preparar os mais jovens para ele. Preocupamo-nos muito pouco em como ajudar os mais jovens com o trabalho subtil, terno, corajoso e focado que é amar alguém“, afirma.

Em 2017, Weissbourd e um grupo de colegas fizeram um inquérito que envolveu 3 mil jovens e que veio a revelar que estes tinham dificuldades em desenvolver relações românticas e sentiam-se frustrados com o quão pouco os pais tinham falado com eles sobre relacionamentos saudáveis.

Aqui, podemos mesmo fazer a ponte à série “Bridgerton”, da Netflix, quando a protagonista fica irritada com o facto de a mãe não a ter preparado devidamente para o casamento – desde a intimidade, aos desafios emocionais. Afinal, nada disto deveria ser tabu. Pelo contrário!

O famoso “foca-te nos estudos, o amor vem depois” não poderia ser mais antiquado. Qualquer pai deve, na medida do possível, preparar os filhos para aquilo que é uma relação romântica. “Freud disse que as duas coisas mais importantes na vida são o trabalho e o amor. Temos grandes indústrias a preparar os mais novos para o trabalho, mas fazermos quase nada para os preparar para o amor“, nota o especialista.

E se pensa que esta deve ser só uma conversa para “crescidos”, desengane-se. As sementes devem ser plantadas desde cedo, para que, mais tarde, possam dar frutos. Deve, sempre que possível, conversar com os seus filhos sobre o amor saudável e quais as bases em que este assenta, adaptando o discurso às diferentes idades.

No fundo, há que deixar claro:

  1. Uma relação vai muito além de algo físico;
  2. Amor significa respeito, consentimento e limites (nos mais pequenos, estes conceitos podem ser ensinados através do uso dos respetivos brinquedos, por exemplo);
  3. Aquilo que os media nos transmitem não é (na maioria das vezes) uma caracterização real do amor.

Palavras-chave

Mais no portal

Comportamento

O fenómeno que promete afetar o início de novas relações num mundo pós-pandemia

A sigla assemelha-se a um palavrão e os especialistas estimam que poderá dificultar novos relacionamentos.

Beleza

Nem imagina o impacto que uma fronha pode ter na pele do rosto

Parece um detalhe inofensivo, mas pode fazer toda a diferença na condição da tez.

Finanças de A a Z

Animais domésticos: como cuidar bem deles e ainda poupar dinheiro

Este é o tema do novo episódio da rubrica Finanças de A a Z.

Saúde

Entenda a relação entre o stress e a queda de cabelo

Um estudo recente da Universidade de Harvard debruçou-se sobre o tema e, para além disso, encontrou uma substância que poderá estimular o crescimento dos fios.

Moda

5 'looks' perfeitos para um casamento intimista (mas de sonho)

A estilista Elsa Barreto regressa ao segmento nupcial.

Moda

Saiba como escolher (sempre) o modelo perfeito de calças de ganga

Com tantas opções no mercado, é fácil ficarmos confusas.

Moda

Estas cinco combinações de cores são a definição de luxo

Quer dar mais cor ao seu guarda-roupa? Então, inspire-se nestes visuais que encontram equilíbrio em apostas inesperadas.

Moda

Parfois: 10 artigos imperdíveis em promoção

Confira as sugestões que selecionámos.

Saúde

Um beijo, três consequências para a saúde oral

O Dia do Beijo celebra-se anualmente a 13 de abril, e Portugal não foge aos festejos. Aqui ficam três consequências (boas e más) deste gesto de carinho na saúde oral.

Body Shaper

A receita caseira que combate três grandes preocupações estéticas das mulheres

No novo episódio da rubrica Body Shaper, partilho uma massagem que ajuda a eliminar a celulite, a má circulação e a retenção de líquidos.