@ellegramm

Dá por si a ser assombrada pelos mesmos pensamentos negativos? Então, veio ao lugar certo.

“Pensamentos como estes podem ser como areia movediça”, afirma a psicóloga Marina Harrys no portal Psychology Today. “Quanto mais tentamos combatê-los, ignorá-los ou suprimi-los, mais eles nos engolem”, acrescenta.

A especialista passa a explicar que existe uma ferramenta na área da Psicologia chamada desfusão cognitiva que pode ajudar no sentido de ganhar uma distância muito necessária de pensamentos tóxicos. Originalmente desenvolvida pelo Dr. Aaron Beck, um psiquiatra americano conhecido como o ‘pai da terapia cognitiva’, e refinada pelo Dr. Steven Hayes, um psicólogo clínico americano, a técnica consiste em ver os pensamentos como aquilo que são: apenas pensamentos. 

“A nossa ansiedade leva-nos a pensar que esses pensamentos são reais. Na verdade, são apenas jorros de eletricidade disparados pelos nossos neurónios. É tão fácil ficarmos presos a eles, presumindo que representam a realidade. Mas isso não é nada benéfico”, diz Harrys.

De acordo com a psicóloga, a Ciência corrobora esta teoria. A defusão cognitiva pode reduzir o stress em geral, diminuir a autocrítica e aumentar a autocompaixão. Para além disso, permite-nos viver a vida, apesar dos pesares. 

Como começar a pô-la em prática? Aqui ficam três sugestões:

  1. Apenas repare no pensamento
    Em vez de dizer “Sou um fracasso”, diga “Estou a pensar que sou um fracasso”
  2. Pergunte-se: “Há quanto tempo tenho este pensamento?”
    Tem mesmo de continuar a acreditar nele só porque já o fez no passado?
  3. Trate os seus pensamentos como anúncios pop-up.
    Reconheça que teve o pensamento e depois foque-se naquilo que estava a fazer antes de ele surgir.

Palavras-chave

Relacionados

Comportamento

O efeito surpreendente do consumo de bebidas alcoólicas na longevidade dos relacionamentos

De acordo com a ciência.

Diz Quem Sabe

O impacto da automotivação nos relacionamentos amorosos

"Quando um casal tem os mesmos valores, as prioridades e os objetivos passam a ser os mesmos. E só assim a relação funciona, flui". Um artigo de opinião assinado pela mental coach Joana Freitas.

Comportamento

Quatro sinais de que pode estar num relacionamento codependente

Explicados ao pormenor por uma especialista.

Mais no portal

Imagem de Sucesso

As regras de estilo para escolher "looks" mais frescos sem descurar a elegância

Este é o tema do novo episódio da rubrica Imagem de Sucesso.

Diz Quem Sabe

Ervilha amarela: uma nova alternativa aos alimentos de origem animal?

Um artigo de opinião assinado pela nutricionista Ana Leonor Perdigão.

Diz Quem Sabe

Tudo o que precisa de saber sobre a reabilitação oncológica

Um artigo de opinião assinado pelo médico Énio Pestana, do Hospital CUF Cascais, sobre este tipo de cuidados.

Saúde

Podcast: Sandra Gomes Silva responde às nossas questões sobre vegetarianismo

Os prós e os contras de um tipo de alimentação que leva em conta preocupações éticas e ambientais. Afinal, precisamos mesmo da carne para sermos saudáveis?

Saúde

O vegetarianismo melhora a vida sexual? Eis o que diz a Ciência

Não podemos subestimar o poder de uma dieta à base de plantas.

Mulheres Inspiradoras

Tem mesmo de conhecer estas ambientalistas portuguesas

Aqui ficam alguns exemplos de mulheres que renovam diariamente o compromisso de conservação e preservação ambiental.

Beleza

Conheça as grandes vantagens dos champôs sólidos

Preparámos também uma lista de produtos que pode incluir na sua rotina de cuidados capilares.

Nas Bancas

Como salvar as suas plantas

Na ACTIVA Verde, já em banca, os conselhos para escolher e cuidar das suas plantas.

Nas Bancas

Este casal mostra-nos como é viver "fora da rede"

Uma casa de madeira foi o início da mudança.

Nas Bancas

Receitas (de chef): desperdício zero

Sabia que está a deitar fora uma das melhores partes dos seus legumes?

Comportamento

A sustentabilidade chegou ao sexo

Conheça quatro formas de ajudar a salvar o planeta entre quatro paredes.