Existem muitos fatores que se colocam no caminho do amor-próprio. “Podemos temer que, ao aceitarmo-nos e praticarmos o amor-próprio, nos libertemos e passemos a contentar-nos com a mediocridade”, explica a psicóloga Michelle Maidenberg ao site Psychology Today.

A especialista acrescenta que, na verdade, acontece o contrário: adquirimos autoconfiança e caminhamos em direção ao esforço, a sermos mais produtivos e a viver a vida de uma forma mais significativa. No entanto, muitas pessoas sentem dificuldade em deixar de ser indevidamente severas consigo próprias.

Saiba como colocar o amor-próprio em prática:

  1. Comemore quando você se inclina para valores e objetivos. Faça isto, independentemente do quão insignificante a sua mente lhe diga que é, e anote o processo e os passos pelo caminho;

  2. Aprenda a aceitar elogios. Além de expressar gratidão, partilhe o que significa para si o facto de essa pessoa manifestar tal sentimento;

  3. Aja com atenção plena (mindfulness) e intencionalidade. Quanto mais se comportar em nome de quem realmente deseja ser, mais fácil será aceitar a autocompaixão e o amor-próprio;

  4. Tenha cuidado com as comparações com os outros. Só pode melhorar quando está a ser uma versão melhor de si mesma, em vez de se concentrar em ser melhor do que os outros ou num ideal irreal;

  5. Pratique o mindfulness e esteja presente no momento. Ajuda a dar-lhe espaço entre o pensar, o sentir e o fazer. E mais: permite que seja mais focada, intencional e consciente das suas ações;

  6. Lembre-se que os seus pensamentos e emoções não a definem. Uma pessoa não pode controlar os próprios pensamentos e sentimentos; apenas as ações que realiza em nome deles. Por exemplo, pode ter pensamentos e sentimentos “maldosos” ou “rudes” e isso não significa que seja uma pessoa maldosa ou rude; da mesma forma que pode optar por ser atenciosa e gentil nas suas ações;
     
  7. Aceite as suas ‘imperfeições’. Permita-se cometer erros. As suas imperfeições podem ser partes subdesenvolvidas que ainda podem evoluir. Avaliar, estudar, ser curiosa e estar aberta a elas pode facilitar lições de vida e um imenso crescimento e aprimoramento pessoal;

  8. Interiorize que tem muitas partes que compõem quem é e como funciona. O seu valor não se resume a uma coisa. Às vezes, definimo-nos apenas pela aparência, inteligência, etc.;

  9. Procure a auto-validação. Repare quando a sua mente está a procurá-la externamente, vinda de outras pessoas, e direcione-a para dentro, perguntando: “O que penso e sinto em relação a isto?”; “Qual é a minha perspetiva sobre isto?”; “Como eu quero ser?” e “O que isto significa para mim?”;

  10. Aproveite cada oportunidade para se desafiar e trabalhar em prol do amor-próprio. Não subestime o facto de cada ação que realiza para ser a melhor versão de si mesma é digna e substancial;

  11. Rodeie-se de pessoas que a elevam, em vez de pessoas que a deitam abaixo. Interiorize o seguinte: “Esteja com pessoas que fazem sobressair o que há de melhor em si, e não o stress”. Os relacionamentos exigem esforço implacável, mas não devem exaurir, diminuir ou roubar a autoestima;

  12. Trate-se da mesma forma que trataria alguém que ama. Praticar o autocuidado ajuda a acentuar ainda mais o seu valor. Isto pode assumir várias formas, como estabelecer expectativas realistas, pedir aquilo de que precisa ou o apoio de outras pessoas, fazer algo saudável e prazeroso ou dizer a si mesma algo que você mais precisa ouvir num momento de angústia.

Palavras-chave

Relacionados

Comportamento

É nesta idade que as mulheres se sentem mais confiantes com a aparência física

Consegue adivinhar qual é?

Lifestyle

O guia de cinco passos para começar a praticar o "self-care"

Este tipo de cuidados consigo mesma é capaz de gerar mais qualidade de vida e bem-estar.

Comportamento

Sabe, exatamente, o que é o 'self-care'?

Muito se fala neste tema, que se baseia em hábitos positivos e um estilo de vida saudável, mas importa esclarecer em que consiste ao certo.

Mais no portal

Moda

Estas saias prometem fazer furor nas estações quentes

Apresentamos-lhe seis modelos que são ótimos investimentos tanto para a primavera como para o verão de 2021.

Lifestyle

Vamos falar sobre os deliciosos tacos japoneses do FishFish Sushi?

Às quartas-feiras, na compra de três tacos, o restaurante oferece um quarto. Uma oferta literalmente irresistível!

Body Shaper

O derradeiro plano para declarar guerra à celulite e à retenção de líquidos

O novo episódio da rubrica Body Shaper traz-lhe um plano de ataque, sublinhe-se, só com dicas caseiras.

Diz Quem Sabe

Questões a ponderar antes de avançar com uma mudança na vida profissional

A coach Lúcia Palma deixa alguns pontos a ter em conta antes de efetuar qualquer mudança neste campo.

Saúde

Os reajustes necessários para perder peso depois dos 40

Aconselhados por uma especialista.

Beleza

Base demasiado clara? Este truque do TikTok ajuda a resolver o problema

É bastante simples e económico.

Moda

Duvidamos que haja um vestido mais prático do que este

É só vestir e sair porta fora, sem pensar muito no styling.

Comportamento

Os 10 pilares de relacionamentos saudáveis

De acordo com um perito em relações amorosas, existem 10 alicerces de uma parceria que tendem a ser subestimados.

Celebridades

Ex-mulher de Travis Barker alega que o músico teve um caso com Kim Kardashian

Barker é o novo namorado de Kourtney Kardashian.

Diz Quem Sabe

O guia para criar uma selva urbana em casa

Um artigo de opinião assinado por José Luís Velasco, product manager da Gardenia, sobre os novos hábitos que se cultivaram e enraizaram em tempos de confinamento.

Comportamento

Como ser mais vulnerável num relacionamento (mesmo que isso a assuste)

O medo da rejeição faz-nos levantar a guarda e, por conseguinte, perdemos coisas boas como a intimidade e a conexão.

Diz Quem Sabe

O couro cabeludo também precisa de proteção solar

O Dr. Carlos Portinha, coordenador Clínico do Grupo Inspary, explica que o cancro da pele pode ser uma das consequências da exposição do couro cabeludo aos raios solares.