@meller

Porque motivo usamos o nosso corpo como “tela” para os mais diferentes desenhos ou palavras? Seja pela estética, por gostarmos de ver corpos tatuados, seja porque queremos eternizar certas situações ou pessoas, o ato de tatuar a nossa pele pode servir um grande propósito.

Exemplo disso é o poder curativo das tatuagens após um trauma. Segundo a psicóloga Suzanne B. Phillips, as tatuagens podem oferecer 6 das qualidades associadas à recuperação após um evento traumático. São elas:

  1. Lembrar e fazer o luto – nem toda a perda envolve trauma mas todo o trauma envolve perda e a recuperação implica recordar e encontrar forma de lidar com esta.
  2. Curar do corpo para o exterior – registamos no corpo a nossa sobrevivência como forma de cura.
  3. Redefinir o “eu” – uma tatuagem pode ser simbólica do “renascer”, da transformação.
  4. Narrar a cura em palavras e imagens – ao registarmos o trauma em nós, podemos reagir ao mesmo sem nos tornarmos reativos; é uma forma de o proclamarmos.
  5. Desfazer a vergonha do trauma oculto – muitas vezes o trauma está envolto em vergonha e sofremos em silêncio. Uma tatuagem pode ser uma forma de desfazer isto mesmo.
  6. Promover a conexão – connosco, com os outros e com o futuro.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA

Deixe-se inspirar, assine a ACTIVA, na sua versão em papel ou digital, a partir de €2,00 a edição. Saiba tudo aqui ASSINAR

Mais no portal

Moda

Mafalda Carvalho mostra os desfiles (e as emoções) do último dia de Portugal Fashion

Veja tudo o que aconteceu na Alfândega do Porto.

Lifestyle

A Pizzaria Luzzo é uma das pérolas da Graça

Da comida ao ambiente, tudo é pensado para proporcionar refeições (e momentos) super agradáveis.

Lifestyle

Esta câmara trendy foi concebida para tirar selfies

Ela permite tirar, imprimir e partilhar fotografias em movimento. Um sonho para a Geração Z.

Beleza

5 cortes de cabelo clássicos que nunca saem de moda

Em equipa que ganha não se mexe.

Moda

Bailarinas: como usar estes sapatos clássicos de formas contemporâneas

Inspire-se nestas estrelas das redes sociais para adicionar estes sapatos versáteis e elegantes aos seus próximos visuais de outono.

Saúde

Cuidados a ter com a saúde íntima feminina quando as temperaturas descem

Eis as dicas de um ginecologista e obstetra dos hábitos a adotar nesta altura do ano.

Comportamento

Advogada elege as 5 razões mais comuns para o divórcio

Curiosamente, a traição não é uma delas.

Moda

Be The Change: tecidos reciclados e produção responsável com o selo de qualidade Tezenis

Uma coleção de ‘underwear’ bonita, sustentável e mais amiga do ambiente.

Diz Quem Sabe

Pele sensível e pele sensibilizada: entenda as diferenças

E saiba quais os cuidados a ter.

Saúde

Como os cuidados para bebés podem aliar-se à sustentabilidade

Opções para os pais que procuram produtos que causem o menor impacto possível no meio ambiente.

Saúde

A dor crónica não é um problema individual – é um problema de saúde pública

Um artigo de opinião assinado por um grupo de especialistas da Escola de Medicina da Universidade do Minho, a propósito do Dia Nacional da Luta Contra a Dor (15 de outubro).