@brookie_davies

O Dia Internacional do Orgasmo Feminino comemora-se anualmente a 8 de agosto, com o objetivo de criar consciência sobre a sexualidade feminina e o direito ao prazer das mulheres. Este tema tem vindo a ser cada vez mais falado e discutido, no entanto, quando se fala em sexo e menstruação, os tabus ainda são muitos.

A propósito da data comemorativa, a INTIMINA realizou um estudo sobre o impacto da menstruação na vida sexual das mulheres portuguesas. A pesquisa permitiu que os especialistas da empresa sueca concluíssem que a mais de metade das inquiridas chega ao orgasmo na maioria das vezes que tem relações sexuais (54%), enquanto uma percentagem menos expressiva (16%) relata atingir o clímax sempre que tem relações sexuais. Por outro lado, algumas respondentes (18%) confessam que raramente chegam ao pico do prazer, sendo que há  mesmo quem admita nunca ter tido um orgasmo (13%).

Relações sexuais durante a menstruação?

Quando se fala em prazer feminino, atividade sexual e menstruação, as respostas denunciam que este ainda é um tema sensível. Apenas 34% das voluntárias afirmam manter relações sexuais com penetração durante o período menstrual, enquanto 66% não o faz de todo.

A situação em si é considerada desconfortável e nem todas as mulheres se sentem confortáveis com a ideia. Trinta e cinco por cento afirma sentir “vergonha e por isso evita” ter relações com penetração durante o período. Sete por cento confessa igualmente ter “vergonha, mas faz”, enquanto 21% diz “já ter sentido vergonha, mas já não sente” e 37% “nunca sentiu vergonha”.

Mas terão os parceiros alguma influência nas decisões das mulheres sobre o tema? Das participantes que mantêm relações sexuais durante a menstruação, 66% sentem-se completamente apoiadas pelo companheiro e 12% afirmam que foi a cara-metade a convencê-las. Este apoio torna-se fundamental para que o ato sexual seja sentido em plenitude por ambos. No entanto, 6% dizem ainda estar a “convencer o parceiro” e 11% admitem mesmo que o marido ou namorado não as apoia, recusando-se a ter relações sexuais com penetração durante essa altura do mês.

Sobre o apetite sexual durante a menstruação, 26% da amostra considera que o mesmo é alto, 51% indica que é normal e apenas 22% das respondeu ser baixo.

“Usaria um copo menstrual que lhe permitisse ter relações sexuais com penetração durante a menstruação?”

A pergunta causou impacto nas mulheres portuguesas inquiridas. Apesar de 13% afirmar que sim, 49% não sabia sequer da existência de um copo menstrual que permitisse, ao contrário dos métodos tradicionais como o penso higiénico e o tampão, manter a atividade sexual com penetração, durante o período menstrual, com toda a segurança e higiene.

Ziggy Cup, especialmente desenhado para o sexo com penetração, por evitar fugas ou manchas, é o mais recente copo menstrual da INTIMINA, super fino e confortável, que permite a sua utilização durante as relações sexuais. Sendo que o apetite sexual é elevado ou normal durante o período menstrual, para a maioria das mulheres, este copo permite que as mesmas mantenham relações sexuais e desfrutem da sua relação em qualquer altura do mês para um máximo prazer.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA

Assine a ACTIVA e deixe-se inspirar com a oferta que preparámos a pensar em si. ASSINAR

Mais no portal

Beleza

Os motivos para o açúcar ser a kryptonite da pele

De acordo com um dermatologista.

Diz Quem Sabe

Como ter um Natal mais saudável (e ainda poupar algum dinheiro)

Beleza

Conheça o método de limpeza dupla da pele para remover impurezas e maquilhagem

Aqui, no que diz respeito a produtos de limpeza de pele, um é pouco, dois é bom e três é demais.

Saúde

Sente desejos por doces? Eis o que o seu corpo está a tentar dizer-lhe

Uma nutricionista explicam os vários motivos que levam o corpo a querer açúcar.

Comunidade Activa

Morreu Pedro Oliveira, um dos nossos

Ex-diretor da Exame Informática, era o atual diretor de parcerias e Novos Negócios e head of digital da Trust in News. Tinha 49 anos.

Moda

As novidades da Zara, Mango e H&M que aliam elegância e conforto

Não temos de sacrificar uma mais-valia pela outra.

Comportamento

"Ghosting": 5 motivos para alguém desaparecer de uma relação sem deixar rasto

O termo é usado para descrever um término repentino, sem explicações, e deriva da palavra "ghost", que significa fantasma em português.

Mulheres Inspiradoras

Optometrista Vera Carneiro é consultora do Programa da Visão da OMS

A portuguesa está a contribuir para a implementação das recentes recomendações e iniciativas da Organização Mundial de Saúde e Nações Unidas, relativas aos cuidados para a saúde da visão.

Moda

8 truques de moda que aprimoram o estilo pessoal

Ganhe confiança no seu estilo com estes conselhos de styling (e não só)

Saúde

Sabe quais as funções do estrogénio e da progesterona?

Entenda como estas hormonas a podem afetar.

Saúde

5 artigos de fitness que precisa de ter em casa - e que não ocupam espaço

Quer poupar no ginásio? Confira esta seleção.

Beleza

Será esta a solução para as borbulhas?

E pontos negros.