@wolfcubwolfcub

Quando começamos a sair com uma pessoa nova, alguns deal breakers — como a incapacidade de ajudar com as tarefas domésticas ou maus hábitos financeiros — podem demorar a tornar-se evidentes. Mas alguns sinais de alerta aparecem assim que conhecemos alguém. E é a esses que deve estar atenta.

Com isso em mente, preparámos uma lista de ‘alertas vermelhos’ que podem ser identificados com facilidade em primeiros encontros:

Falar da ex

Uma coisa é falar vagamente sobre a vida amorosa e o passado, outra é transformar o encontro numa verdadeira sessão de terapia. Não sejamos hipócritas, todos nós temos ex-namorados, mas ficar a ouvir sobre o relacionamento de alguém só indica que as coisas não ficaram bem resolvidas. Isto torna-se um sinal de alerta ainda maior se ele falar mal da ex e assumir zero responsabilidades pelo que correu mal nessa relação. 

Mansplaining 

Este termo resulta da junção das palavras em inglês man (homem) e explaining (explicar). Ele faz referência a quando um homem toma a iniciativa de explicar algo a uma mulher de uma maneira condescendente, super confiante e, muitas vezes, imprecisa ou simplificada. Com estas explicações não solicitadas, mesmo que implicitamente, o homem está a subestimar a inteligência da mulher em questão.

Más maneiras

Muitos encontros envolvem comida, mesmo quando não acontecem num restaurante. Comentários como “Comes muito rápido” ou “Já não deves ter espaço para a sobremesa” são sinais que indicam que a outra pessoa é controladora. Também vale a pena ficar atenta à forma como ele trata as pessoas à vossa volta como, por exemplo, os funcionários do espaço. Hoje é com eles e no futuro pode ser consigo.

“O que tens para oferecer?”

Isto é só preguiçoso. Em vez de planear encontros e atividades para conhecê-la melhor, ele escolhe o caminho mais fácil: tenta obter o máximo de informações sobre si de uma vez, como se fosse um técnico de recursos humanos a entrevistar um potencial candidato a um emprego. E cabe-lhe a si explicar por que motivos deve ser ‘contratada’. Se parecer um interrogatório, e não uma conversa, não vale a pena.

Ele não larga o telemóvel

Hoje em dia, muitos indivíduos não têm grande sensibilidade para o quão indelicado é ignorar a pessoa que têm à frente para espreitarem o Facebook ou o Instagram. Se ele não consegue evitar ficar colado às redes sociais ou ver as mensagens no WhatsApp no primeiro encontro, que é quando tentamos mostrar as nossas melhores qualidades, este é um hábito que dificilmente vai mudar no futuro.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA

Deixe-se inspirar, assine a ACTIVA, na sua versão em papel ou digital, a partir de €2,00 a edição. Saiba tudo aqui ASSINAR

Mais no portal

Moda

As 12 peças de vestuário Parfois que vai querer usar este outono

Desde coletes a casacos.

Saúde

7 sinais físicos que indicam que está mais stressado do que pensa

Esteja atento ao que o seu corpo lhe diz.

Saúde

A aparência das palmas das mãos pode indicar se tem cancro

Esteja atenta.

Celebridades

Médico legista afirma que Gabby Petito foi assassinada

As autoridades já confirmaram que o corpo encontrado pertence à blogger.

Lifestyle

Quer passar umas férias na casa de Winnie the Pooh?

Uma casa inspirada no Winnie the Pooh, da Disney, no Bosque dos Cem Acres, disponível no Airbnb

Moda

10 casacos para usar na próxima estação

Conheça estas sugestões de diferentes estilos.

Saúde

Os bebés devem ou não usar sapatos?

Veja a explicação de um ortopedista.

Celebridades

Morreu o ator que deu vida a Stanford Blatch, em "O Sexo e a Cidade"

Willie Garson tinha 57 anos.

Comportamento

Diferenças comuns que podem colocar a sua relação em perigo

De acordo com uma psicóloga.

Lifestyle

“Y: O Último Homem” estreia hoje no Disney+

Um drama de 10 episódios baseado na banda desenhada da DC Comics.