@annelauremais

Depois do fim de um relacionamento, muitas pessoas eventualmente ponderam se devem aceitar o ex de volta. A resposta a essa pergunta pode ser difícil, porque a reconciliação requer uma confiança mútua entre duas pessoas.

“Sem ela, a reconciliação não é possível. As pessoas podem tolerar-se uma à outra ou ignorar defeitos até certo ponto, mas não estão verdadeiramente reconciliadas”, escreve o psicólogo Robert Enright, num artigo para a revista Psychology Today.

O especialista sugere ainda cinco pontos de reflexão que podem ajudar no sentido de tomar uma decisão sobre reatar com um ex:

A reconciliação pode levar tempo

Este é um processo que requer paciência de ambas as partes, uma vez que a confiança leva tempo a (re)construir, especialmente quando as mágoas são profundas ou se uma das pessoas já chegou ao relacionamento com o coração partido por terceiros;

A diferença entre reconciliar e perdoar

Tendemos a confundir os conceitos. Reconciliação não pode ser o mesmo que perdão, uma vez que não é uma virtude moral. Não se origina dentro de uma pessoa; é um conjunto de comportamentos entre pessoas, que basicamente consiste no restabelecimento da confiança mútua;

O que procurar num parceiro que agiu mal

Podemos começar a confiar em alguém quando observamos as seguintes características: remorsos (tristeza interior genuína nos olhos da outra pessoa); arrependimento (um pedido de desculpas falado que flui da tristeza interior genuína); e recompensa (tentar verdadeiramente consertar o que está errado);

Perdoar a ferida secundária que danificou a confiança

É possível perdoar a outra pessoa pelas ações que levaram à separação. Além disso, e muitas vezes esquecido pela maioria das pessoas, também pode perdoar a outra pessoa por trair a nossa confiança. Esta é uma ferida secundária que raramente percebemos que temos dentro de nós. Perdoar dessa maneira pode reduzir ainda mais a raiva.

Falsas formas de reconciliação

Se uma pessoa usa a ideia de reconciliação para dominar ou ser dominada, estamos perante de um falso tipo de reconciliação. No caso de quem é dominado por uma pessoa narcisista, por exemplo, enquanto não perceber a distinção entre perdoar e reconciliar, poderá voltar a uma relação física prejudicial, acreditando que é isso que o perdão exige.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA

Deixe-se inspirar, assine a ACTIVA, na sua versão em papel ou digital, a partir de €2,00 a edição. Saiba tudo aqui ASSINAR

Mais no portal

Comportamento

3 motivos para o sexo (por vezes) causar apego emocional

Eis a explicação de uma especialista, mestre em Sexologia.

Saúde

Os testes de ovulação valem mesmo a pena quando se tenta engravidar?

Esta é uma das formas de identificar o período fértil.

Beleza

O que há de novo na maquilhagem que vale a pena descobrir

Para os olhos, lábios e uma pele imaculada.

Celebridades

Ryan Reynolds afasta-se dos ecrãs

O ator anunciou uma pausa na carreira.

Beleza

Saiba como combater e prevenir a queda de cabelo sazonal

Um problema que é muito comum nesta altura do ano.

Beleza

7 passos para cuidar da pele antes de dormir

Uma rotina tão importante quanto a matinal.

Moda

4 peças em cabedal que são must-haves para o outono

E como usá-las.

Saúde

iMM-Laço Hub nasce como uma nova esperança na luta contra o cancro da mama

Com um laboratório focado na investigação em cancro da mama metastático e uma equipa especializada.

Moda

The Bra Stories: uma campanha pela luta contra o cancro da mama

Assinada pela C&A.

Moda

Andreia Dinis lança marca de roupa

Sugar n’Spice Concept é o novo projeto online da ariz.

Lifestyle

Neste hotel, a reserva de duas noites equivale à oferta da terceira

Aproveite uns dias relaxantes no campo.

Moda

À conversa com Diego Sebastian, criador da campanha 'Family Portraits' da Mango

Uma campanha não são apenas fotos bonitas dos produtos de uma marca. A mensagem é muito mais importante porque a forma como nos relacionamos com o mundo é essencialmente emocional. Daí ser curioso conversar com o homem que se esconde por detrás de uma das mais bem sucedidas campanhas da marca espanhola.