@rirds

Quando não nos sentimos bons o suficiente, quando toda a gente parece ter aquilo que nós próprios queremos e não conseguimos, quando a comparação toma conta do nosso dia-a-dia, os pensamentos negativos podem ser avassaladores. Ora, e várias fontes de auto-ajuda nos dirão que, para nos sentirmos bem, devemos tentar ao máximo eliminar esse tipo de pensamentos, focando-nos numa abordagem mais positiva.

Mas a terapeuta Dana Hall tem outra sugestão. Na verdade, é praticamente impossível eliminar os pnsamentos negativos na sua totalidade. Portanto, em vez de o tentarmos fazer incessantemente, podemos mostrar curiosidade quando eles aparecem.

Aprendemos muito sobre nós mesmos quando ouvimos a sabedoria que vem quando nos mantemos curiosos ao passarmos por emoções desafiantes. Quando nos mantemos curiosos, mantemo-nos abertos às possibilidades e isso pode prevenir pensamentos severos“, afirma.

De modo a conseguirmos introduzir curiosidade em algo desafiante, Hall recomenda mudar o foco daquilo que não temos (ou que queremos) para aquilo que, de facto, nos podemos oferecer a nós mesmos, tal como “equilíbrio, compaixão e procurar um maior suporte“.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Mais no portal