@martamysakphoto

Quando falamos no tamanho de um pénis, normalmente, focamo-nos no comprimento. Contudo, isso deixa de lado uma medida importante: a largura. Ou seja, a circunferência da parte mais larga do órgão sexual masculino.

Um estudo de 2001 publicado na revista científica BMC Women’s Health diz que a grande maioria das mulheres cisgénero valoriza mais a largura do que o comprimento. Os autores admitiram que eram necessárias investigações complementares, mas concluíram que “a circunferência do pénis precisa de ter mais relevância e ser mais levada em consideração quando se discute o tamanho”.

Em 2014, um trabalho do departamento de Psicofisiologia Sexual da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, corroborou estas conclusões. Para avaliar a preferência do público feminino, 41 mulheres manipularam moldes semelhantes a vibradores feitos com uma impressora 3D. As réplicas tinham tamanhos que variavam dos 10 cm de comprimento por 6 de circunferência até aos 21,5 cm de comprimento por 17,7 de circunferência, e cada uma das participantes teve de escolher dois modelos: um para um relacionamento apenas de uma noite e outro para um relacionamento a longo prazo.

Os resultados? Para sexo casual, as voluntárias escolheram um pénis com uma circunferência maior do que aqueles que foram selecionados para parcerias românticas a longo prazo. E há uma justificação simples: segundos os especialistas da instituição de ensino americana, a grossura do órgão pode ajudar na estimulação do ponto G. Além disso, como as terminações nervosas que são estimuladas durante o sexo estão localizadas perto da entrada da vagina e do ânus, a circunferência torna-se ainda mais importante. 

Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Mais no portal