Nunca se discutiu tanto a questão do teletrabalho como agora, que o Governo se prepara para decretar o fim da “recomendação” de trabalhar à distância sempre que possível. De uma forma empírica, apesar de existirem sondagens feitas sobre o tema, reparo que, ao falar com quem está neste regime, invariavelmente acaba por afirmar o seu desejo de “não voltar ao que era antes”. Faz sentido. Este tempo de pandemia, de confinamentos, de interditos em prol da saúde pública foi mais do que um intervalo no normal decorrer dos nossos dias. As transformações que nos foram de alguma forma impostas, as adaptações que tivemos de fazer, a forma como não tivemos outra solução se não reorganizar as nossas vidas, meter coisas, tirar outras, não se faz sem um preço. Ou vários. Um deles é tomarmos consciência que há mudanças que foram de facto positivas. Que o novo tem de dar lugar ao velho. No teletrabalho encontrei mais foco, menos interrupções supérfluas, aumento de produtividade, mais agilidade em realizar entrevistas e reuniões com o recurso aos meios não presenciais, maior flexibilidade na gestão entre a minha vida pessoal e profissional. E sim, por vezes mais criatividade no silêncio (palavra que é estranha a qualquer redação!). Existe, obviamente, a falta do ‘estar’ fisicamente com os colegas. Da troca de ideias, de piadas, do intervalo para o café. Contudo, esta ‘experiência’ provou-me que há mais vantagens no teletrabalho do que no trabalho presencial a tempo inteiro, pelo menos na minha área, e que é importante pensar em soluções híbridas, que nos dêem o melhor de dois mundos.

É óbvio que cada atividade tem as suas especificidades. Na minha – que conheço bem – constato que jornalismo sempre se fez também à distância. Os free-lancers sempre foram parte integrante da engrenagem de qualquer jornal, revista ou site e a qualidade dos seus trabalhos ou a capacidade de cumprirem timings não se media pelo facto de estarem longe. Na área do digital, onde trabalho, há anos que lidamos com ferramentas como teams, zooms e afins para trabalharmos como equipa porque, quando há algo que é notícia a acontecer, não está propriamente à espera que estejamos sentados nas nossas secretárias na redação para a escrever. Há um lado criativo que se vai buscar ao estarmos presencialmente, mas sejamos honestos – um grande texto jornalístico, uma grande entrevista, não é trabalho de grupo. Parte do nosso trabalho não é trabalho de equipa, apesar da óbvia necessidade de coordenação entre todos os elementos, ainda mais quando falamos de revistas e jornais, em que, do editorial ao comercial, tudo tem de estar alinhado.

Cada caso é um caso. Porém, se o teletrabalho fosse assim tão mau, como teriam sobrevivido a este ano e meio tantas empresas de serviços que, do dia para a noite, se tiveram de adaptar a novas formas de trabalho? Empresas de tecnologia, de banca, de seguros, agências de comunicação e de publicidade, prestadores de serviços da mais diversa ordem que fecharam as portas do escritório e tiveram de encontrar num ápice uma outra dinâmica. E encontraram-na. Com abusos, em certos casos, de ambos os lados. Com as dificuldades inerentes a uma população ativa pouco familiarizada com ferramentas digitais. Mas o caminho abriu-se e estamos aqui, hoje.

A pandemia não foi uma experiência. Com ela veio um questionamento, uma reformulação em muitas áreas da sociedade e uma delas, a de primeira linha, da forma como trabalhamos. Tem de ser mais humana, mais flexível, dar prioridade à responsabilização e autonomia dos colaboradores, passar de um modelo de chefia clássico para um baseado na liderança positiva. Claro que é difícil. Claro que é desafiante. Claro que é feito de tentativas, de erros e de tropeções. Temos de procurar o equilíbrio que nos permita aliar o bom dos dois lados da barricada, de estar longe e estar perto e assumir que nem todos somos iguais, que alguns trabalham melhor de um forma, outros de outra, mas tentar fugir à estandardização e assumir o individual. A felicidade no trabalho é um elemento fulcral ao bom desempenho e, no final, beneficia colaboradores e empresas – e há vários estudos que assim o indicam, existindo inclusive cursos e formações sobre este novo tipo de liderança em universidades portuguesas. No final, precisamos de soluções mais humanas. E ‘humano’ é uma palavra que tinha deixado de fazer parte da forma como os nossos dias estavam organizados. Ao menos que a pandemia tenha servido para alguma coisa.

Palavras-chave

Mais no portal

Mais Notícias

Kiko Martins:

Kiko Martins: "Quero que O Talho seja um dos melhores restaurantes de carne de Lisboa"

Elon Musk procura investimento de três mil milhões para salvar contas do Twitter

Elon Musk procura investimento de três mil milhões para salvar contas do Twitter

Bruxelas instaura processo contra Portugal por falhar transposição de diretiva sobre impacto ambiental

Bruxelas instaura processo contra Portugal por falhar transposição de diretiva sobre impacto ambiental

Três projetos, 4,5 milhões de diferença. “Seria possível fazer uma coisa igualmente bonita, mas muito mais barata”, lamenta José Sá Fernandes

Três projetos, 4,5 milhões de diferença. “Seria possível fazer uma coisa igualmente bonita, mas muito mais barata”, lamenta José Sá Fernandes

Dezenas de empresas nacionais marcam presença na feira Ambiente em Frankfurt

Dezenas de empresas nacionais marcam presença na feira Ambiente em Frankfurt

Será a princesa Eugenie 'obrigada' a submeter-se a uma cesariana? A imprensa britânica especula que sim

Será a princesa Eugenie 'obrigada' a submeter-se a uma cesariana? A imprensa britânica especula que sim

Mais de metade dos portugueses pessimistas em relação a 2023

Mais de metade dos portugueses pessimistas em relação a 2023

Leão (da Peugeot) cada vez mais verde

Leão (da Peugeot) cada vez mais verde

Únicos os cocktails, única a sua criadora. Bem-vindos ao Uni, o novo bar de Constança Cordeiro

Únicos os cocktails, única a sua criadora. Bem-vindos ao Uni, o novo bar de Constança Cordeiro

Ano Novo chinês: vêm aí o Coelho!

Ano Novo chinês: vêm aí o Coelho!

Portugueses culpam as alterações climáticas pelo aumento do preço dos alimentos

Portugueses culpam as alterações climáticas pelo aumento do preço dos alimentos

VicBooth Gaming: A cabine feita em Portugal para quem gosta de jogar com o volume máximo

VicBooth Gaming: A cabine feita em Portugal para quem gosta de jogar com o volume máximo

Elon Musk procura investimento de três mil milhões para salvar contas do Twitter

Elon Musk procura investimento de três mil milhões para salvar contas do Twitter

Giambattista Valli apresenta estilo exuberante para a próxima estação na Semana da Alta Costura de Paris

Giambattista Valli apresenta estilo exuberante para a próxima estação na Semana da Alta Costura de Paris

Bruxelas leva Portugal a tribunal por falta de medidas para combater espécies invasoras

Bruxelas leva Portugal a tribunal por falta de medidas para combater espécies invasoras

Quando a arte desaparece

Quando a arte desaparece

Os desafios da sustentabilidade ambiental

Os desafios da sustentabilidade ambiental

DGS estabelece prazos máximos para consultas pré-concecional e de gravidez

DGS estabelece prazos máximos para consultas pré-concecional e de gravidez

Alunos e professores recriam ambiente do Holocausto

Alunos e professores recriam ambiente do Holocausto

Exame 466 - Fevereiro de 2023

Exame 466 - Fevereiro de 2023

A vida de Amadeo de Souza-Cardoso deu um filme de  Vicente Alves do Ó

A vida de Amadeo de Souza-Cardoso deu um filme de Vicente Alves do Ó

Usando máscara de proteção facial, príncipe Alberto do Mónaco junta-se à família na varanda do Palácio

Usando máscara de proteção facial, príncipe Alberto do Mónaco junta-se à família na varanda do Palácio

Não contem comigo!

Não contem comigo!

Veja as melhores imagens da Conferência dedicada às 1000 Maiores PME

Veja as melhores imagens da Conferência dedicada às 1000 Maiores PME

Segundo palco da polémica: conheça o projeto para altar da JMJ no Parque Eduardo VII

Segundo palco da polémica: conheça o projeto para altar da JMJ no Parque Eduardo VII

Reuniões remotas facilitadas com a Koibox-100W

Reuniões remotas facilitadas com a Koibox-100W

VISÃO Se7e: Guia para os Oscars – Onde ver os filmes nomeados nas principais categorias

VISÃO Se7e: Guia para os Oscars – Onde ver os filmes nomeados nas principais categorias

Passatempo: ganha o livro 'Sami, o Rapaz que Sobreviveu a Auschwitz'

Passatempo: ganha o livro 'Sami, o Rapaz que Sobreviveu a Auschwitz'

Análise em vídeo ao primeiro 100% elétrico da Toyota, o BZ4X

Análise em vídeo ao primeiro 100% elétrico da Toyota, o BZ4X

Aethos Ericeira: mar à vista

Aethos Ericeira: mar à vista

Fairly Normal: um pé no surf e outro na sala de reuniões

Fairly Normal: um pé no surf e outro na sala de reuniões

Associação quer obrigatoriedade de médicos em permanência nos lares

Associação quer obrigatoriedade de médicos em permanência nos lares

Um prisma de cores e padrões geométricos no desfile de Giorgio Armani Privé na Semana da Alta Costura

Um prisma de cores e padrões geométricos no desfile de Giorgio Armani Privé na Semana da Alta Costura

Shakespeare musical no Trindade

Shakespeare musical no Trindade

VOLT Live: o efeito da descida dos preços dos Tesla

VOLT Live: o efeito da descida dos preços dos Tesla

David Carreira e Carolina Carvalho foram pais pela primeira vez

David Carreira e Carolina Carvalho foram pais pela primeira vez

Liliana Aguiar sexy e arrasadora, desfila ao lado do filho, Miguel

Liliana Aguiar sexy e arrasadora, desfila ao lado do filho, Miguel

Em

Em "Sangue Oculto": Carolina vinga-se da irmã e do namorado

Velcro, uma ideia que colou

Velcro, uma ideia que colou

TVI cede ao pedido dos espectadores: Fanny volta ao “Somos Portugal”

TVI cede ao pedido dos espectadores: Fanny volta ao “Somos Portugal”

Raphael Navot, eleito Designer do Ano pela Maison & Objet

Raphael Navot, eleito Designer do Ano pela Maison & Objet

Visuais monocromáticos e tons escuros marcam o desfile da Dior na Semana da Alta Costura de Paris

Visuais monocromáticos e tons escuros marcam o desfile da Dior na Semana da Alta Costura de Paris