Quando a saga Monstress começou a ser publicada em Portugal, em 2017, fiquei imediatamente curiosa. Chegava ao nosso mercado o primeiro livro da novela gráfica feita em colaboração entre Marjorie Liu e Sana Takeda. Uma obra galardoada lá fora e a receber o reconhecimento de outros autores de renome.

Até ao momento, focaram publicados quatro volumes em Portugal, com a último a ter saído no final de 2020. Li todos, anseio pelo próximo. Estou fã. Apresento-vos agora os motivos para estar a gostar tanto de acompanhar as aventuras de Maika Meiolobo:

  • História complexa. Quem diz que as novelas gráficas não têm aprofundamento de enredo está muito enganado. Estes livros transportam-nos para um mundo completamente novo inspirado na Ásia oriental e construído com atenção aos detalhes. A base em que a narrativa se sustenta é sólida, dando espaço para uma evolução coerente e intrigante. O desenrolar dos acontecimentos apresenta novas informações que acrescentam camadas a este universos. Isto ao mesmo tempo que geram curiosidade sobre o que ainda pode acontecer, impelindo para a leitura.
  • Personagens carismáticas. Maika é a protagonista. Uma figura atormentada e misteriosa que funciona como anti-herói. Tem comportamentos amorais, dificuldades em demonstrar afetos, mas faz-nos acreditar que irá lutar sempre pelo bem maior. Isto apesar de ter dentro dela uma criatura que trará ao de cima tudo aquilo que Maika tem de mais negro. Mas ao lado desta protagonista pouco convencional surgem outras figuras que também criam empatia, como é o caso da jovem, inocente e amável Kippa ou do sábio e desconfiado Ren.
  • Ação intensa. Para além de ser rápido entrar no ambiente desta história, não se sentem momentos mais parados ao longo da leitura. Existe sempre algo a acontecer, quer seja um momento de grande atividade ou o surgimento de nova informação que deixa o leitor cativado. 
  • Inclusão. Esta saga aborda muito a questão das diferenças e dos perigos da intolerância. Ao assistirmos às lutas entre diferentes criaturas que habitam este mundo, somos levados a até que ponto as origens de alguém, as suas crenças ou as suas características físicas podem causar incómodo. Como esse incómodo pode gerar medos. Medos que levam a preconceitos e a atitudes extremas. E como essas atitudes geram guerras e provocam mortes. Como tantos inocentes são apanhados em fogos cruzados. Situações que são aqui apresentadas num mundo de fantasia, mas que podem muito bem refletir o nosso. 
  • Arte gráfica. Inevitável não falar da beleza presente em cada uma das páginas destes livros.   Sana Takeda é uma ilustradora de enorme talento. Esta história poderia ser apresentada no formato romance, mas não teria o mesmo encanto. Nem de perto. Virar as páginas é ansiar por descobrir novas ilustrações e ver como Takeda nos vai surpreender desta vez. Existe uma enorme sensibilidade em criar imagens que tenham a mesma qualidade que a trama, o que faz com que todos os pormenores sejam tidos em conta. Os tons usados reflectem o espírito vivido naquele exacto momento, as personagens são belíssimas e os espaços surgem com detalhe. 

Monstress cativa pela beleza, pela forma como nos leva para um mundo novo, mas também pelo facto de não nos fazer esquecer do nosso. Através desta leitura questionamos o que nos rodeia e a forma como lidamos com o outro. Olhamos também para dentro de nós e somos levados a aceitar que temos um lado que menos nos agrada e como é tão difícil lidar com ele. Uma saga que é fantasia, sem colocar de parte a realidade (porque é isso que a boa fantasia faz). 

Sinopse:

Maika Meiolobo é uma adolescente que sobreviveu a uma guerra cataclísmica entre humanos e arcânicos, uma raça híbrida que descende dos Anciãos. Escravizada por bruxas inimigas que suspeitam dos seus poderes latentes,
Maika começa a desvendar o seu misterioso passado e, durante o processo, descobre que tem uma ligação psíquica com uma poderosa criatura de outro mundo.
Perante a opressão e o terrível perigo, Maika torna-se caçadora e presa, perseguida por aqueles que desejam usá-la, colocando-a no centro de uma guerra devastadora entre forças humanas e sobrenaturais. Enquanto isso, o monstro no seu interior começa a despertar…

Palavras-chave

Assine a ACTIVA

Deixe-se inspirar, assine a ACTIVA, na sua versão em papel ou digital, a partir de €2,00 a edição. Saiba tudo aqui ASSINAR

Mais no portal

#VozActiva

Vera Kolodzig: "É cada vez mais importante vivermos em compaixão"

No Voz ACTIVA deste mês, a nossa protagonista de capa Vera Kolodzig fala sobre a missão de inspirar as pessoas a viverem de uma maneira mais positiva.

Nas Bancas

ACTIVA de outubro: as mulheres que são forças de mudança

A edição deste mês, com Vera Kolodzig na capa, já está nas bancas!

Celebridades

Kate regressa ao trabalho com abordagem fresca à tendência da alfaiataria

Depois de uma pausa de verão, a duquesa de Cambridge retomou os deveres oficiais com uma visita a oficias da Força Aérea Real.

Celebridades

Sofia Vergara celebra o trigésimo aniversário do filho com festa animada

A atriz foi mãe aos 19 anos e Manolo Gonzalez Vergara é o seu único filho.

Celebridades

O motivo para Morgan Freeman usar uma luva na mão esquerda

Muitos pensam que o ator teve a mão amputada ou que se trata de uma afirmação de moda, mas não é o caso.

Celebridades

Os artistas lusófonos que já se apresentaram na plataforma internacional ColorsxStudios

Carolina Deslandes fez manchetes recentemente ao apresentar o novo single "Eco", que homenageia a fadista Amália através do refrão de "Grito", neste palco global.

Saúde

Vírus que ataca plantas de feijão-frade pode proteger os pulmões do cancro metástico

A técnica preveniu, ou pelo menos minimizou, a disseminação de tumores malignos e melanoma em ratos-domésticos.

Moda

Como usar cabedal com estilo e elegância

Com o aproximar da nova temporada, é altura de tirar estas peças da gaveta.

Beleza

Cabelos: conheça as tendências fortes da nova temporada

Dos cortes aos penteados, estas são algumas das apostas fortes para os meses de outono e inverno.

Comportamento

Psicóloga recomenda estratégia de 7 passos para deixar um parceiro controlador

Neste tipo de dinâmica, uma pessoa domina ou participa na intimidação do parceiro. Pode acontecer a qualquer pessoa.

Moda

Ideias de looks casuais que exigem pouco esforço

Inspire-se nestas sugestões!

Beleza

Cabelos espetados nunca mais! Este acessório veio acabar com o problema da eletricidade estática no nosso cabelo

Há um novo acessório para secador de cabelo que elimina o encrespamento