Conhecida por ter uma excelente memória, Rita de 32 anos e grávida de 29 semanas senta-se no consultório e confessa-me a medo: “Não sei o que se passa comigo Dra.! Esqueço-me de várias tarefas todos os dias, frequentemente esqueço onde deixo as chaves do carro ou simplesmente entro no escritório e não me lembro do que lá ia fazer…”

Sorrio e explico que é muito comum na gravidez e que não está sozinha. É tão comum na grávida como ter náuseas no primeiro trimestre.

Este fenómeno de “pregnancy brain “ou “mumnesia”, sem tradução direta em português, mas a que nos podemos referir como “cérebro da grávida” ou “amnésia da grávida”, não é Mito… mas Realidade.

Quais as características deste “cérebro de grávida”?

Tipicamente ocorre diminuição da capacidade de concentração e perda de memória a curto prazo, assim como diminuição da memória espacial/visual.

Os estudos realizados ao longo dos últimos anos sobre esta matéria não são conclusivos acerca da etiologia, isto é, da causa por detrás destas alterações.

Pensa-se que existem alterações no funcionamento cerebral, com um aumento da atividade do lado emocional (fundamental para o bonding – envolvimento emocional – com o bebé) com prejuízo da memória a curto prazo. Em resumo será uma adaptação necessária à preparação da mulher para ser mãe. A grávida simplesmente desloca uma percentagem da sua atenção das atividades rotineiras para o novo foco que é ser mãe.

Acredita-se que estas alterações possam ser mediadas pelas alterações hormonais que ocorrem na gravidez, nomeadamente um aumento significativo do nível de estrogénios e progesterona que influenciarão a atividade neuronal.

O Quociente de Inteligência da grávida não diminui, apenas há uma mudança nas suas prioridades. Se imaginarmos que o nosso cérebro é composto por várias gavetas onde organizamos a informação por temas, de repente as gavetas relacionadas com a gravidez e a vinda do bebé vão estar sempre no topo de todas as outras, abertas e desarrumadas.

Obviamente que a diminuição da qualidade e quantidade do sono enquanto grávidas e no pós-parto também contribui para a diminuição da memória e capacidade de concentração.

A importância de apoiar

Quem lida com grávidas sabe, e eu que lido todos os dias com várias sei, que esta perda de memória e dificuldade de concentração é um marco da gravidez. Pessoalmente faço questão de explicar às grávidas e aos maridos (que por vezes estão mais preocupados do que as próprias) que é normal e que eventualmente todas o experienciam.

Com algum humor, costumo rematar que a grávida está a construir todo um pequeno cérebro, parecendo-me natural que o seu próprio cérebro ocupado com tal tarefa diminua a atenção em algumas tarefas do quotidiano. Solicito sempre o apoio dos maridos neste projeto a dois.

O que podemos fazer?

● Tentar descansar e dormir mais e melhor.

● Adaptar-se a esta realidade e fazer listas de tarefas. Vale tudo, no papel, no telemóvel…

● E simplesmente aceitar esta diminuição de “performance cognitiva”, sabendo que vai passar e que é apenas um efeito lateral de algo maravilhoso, que no caso concreto é o de construir uma nova vida.

Qual o prognóstico?

A boa notícia é que ao fim de cerca de um ano pós-parto, se o bebé for calmo e deixar a mãe dormir durante a noite, tudo volta ao normal.

Quem disse que construir pequenos bebés peça por peça é tarefa fácil?

Na verdade, é uma empreitada árdua… mas muito compensadora.

Deixo também uma mensagem a todas as grávidas que, nesta fase de pandemia, é igualmente importante manter a vigilância de rotina e não devem adiar as consultas, a realização de ecografias, de análises e outros exames de rotina. Os hospitais já retomaram a sua atividade programada e têm medidas implementadas para garantir a segurança de todos.

Palavras-chave

A campanha BLACK FRIDAY já começou

Até 28 de novembro, usufrua de descontos fantásticos nas suas revistas favoritas. Aproveite já esta promoção com descontos até 67%. ASSINAR

Mais no portal

Beleza

8 tendências de beleza simples para quem detesta maquilhar-se no inverno

Sejamos sinceras: as temperaturas baixas dão uma certa preguiça.

É só uma sugestão

12 filmes que são (quase) imperdíveis no Natal

O advento começa no dia 28. Significa isto que já podemos entrar oficialmente no espírito natalício, certo? Para o fazer, recomendo 12 dos filmes que mais gosto de rever nesta altura do ano.

Saúde

O que acontece no corpo após um mês sem álcool?

Eis o que aconteceria se aceitasse o desafio de passar 30 dias sem ingerir nenhum tipo de bebida alcoólica.

Comportamento

5 coisas que os julgamentos que fazemos dos outros dizem sobre nós

De acordo com uma psicóloga.

BeYoga

BeYoga: "Surya Namaskar", a Saudação Ao Sol

A Saudação ao Sol é um ritual, uma oração que fazemos com o corpo para saudar ao Sol. Não só ao Sol físico, que gera a vida no nosso planeta, mas também ao nosso Sol interior, a nossa Luz.

Moda

Eis a inspiração de que precisa para apostar em visuais monocromáticos no inverno

Usar peças separadas da mesma cor forma looks inegavelmente elegantes — e aqui está a prova.

Comportamento

As mulheres usam estas técnicas específicas para terem mais prazer durante o sexo

Um estudo recente pretende disponibilizar uma linguagem clara e que empodere as mulheres para tornarem o ato sexual mais satisfatório.

Comportamento

O maior preditor da felicidade numa relação pode não ser o que pensa

Estudo teve resultados inesperados - e bastante esclarecedores.

Moda

Black Friday: 10 artigos Bershka que vale a pena aproveitar

Desde vestidos a sapatilhas.

Moda

A Zara aderiu à Black Friday com descontos generosos — eis o nosso top 10

A marca está a oferecer menos 40% em artigos selecionados.

Moda

Mango e H&M: compras que valem a pena nesta Black Friday

Em dias como este, em que há inúmeras promoções, é importante não comprar por impulso e pensar naquilo de que realmente precisa.