O chocolate é um dos alimentos mais populares e consumido por pessoas de todas as idades. É feito a partir da torra do cacau e teve origem na América Central, onde se tornou um dos produtos alimentícios exclusivos da nobreza, geralmente para ser consumido na forma de bebida quente e amarga. No entanto, a forma como é consumido hoje é bastante diferente, resultando de sucessivos aperfeiçoamentos de processos industriais e culinários.

A alimentação é o fator que tem uma maior influência no ganho ou perda de peso, mas sabemos que é também um fator muito importante para o aparecimento de doenças, como a doença cardiovascular, a diabetes e o cancro. A alimentação é um processo fisiológico, no entanto, o ato de comer, no geral, está associado a emoções e à disposição. Normalmente pessoas com pensamentos mais positivos tendem a escolher alimentos mais nutritivos enquanto que pessoas com pensamentos mais negativos, tendem a optar por alimentos menos saudáveis. Desta forma, comer pode ser usado para reduzir as emoções negativas, o que está na base de muitos distúrbios alimentares.

Apesar de o chocolate ser muitas vezes associado a um alimento não saudável e que em muitas pessoas pode ser o gatilho para comer compulsivamente, este pode ter vários benefícios nomeadamente na saúde cardiovascular, na regulação da pressão arterial, e na regulação do humor, tendo sido várias vezes demonstrado que o consumo de chocolate reforça a boa disposição, quando consumido com moderação.

Estes benefícios devem-se ao facto de o cacau ser um alimento rico em flavonoides, substâncias com efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes. No entanto, nem todos os chocolates que encontramos nas prateleiras do supermercado têm altos valores de flavonoides, uma vez que estes se encontram presentes no cacau, o seu teor será tanto mais alto quanto maior por a percentagem de cacau do chocolate.

Para ganhar ou perder peso, tem de existir um equilíbrio entre a energia ingerida (calorias) ao longo do dia e aquela que é gasta. Para o organismo manter as suas funções vitais em repouso, como a respiração ou os batimentos cardíacos, necessita de energia, que vai buscar aos alimentos que ingerimos. A este valor energético dá-se o nome de taxa metabólica de repouso.

Quando ingerimos mais calorias do que aquelas que o corpo gasta, ganhamos peso, no entanto, se ingerirmos menos calorias do que aquelas que o corpo gasta, conseguimos perder. O exercício físico aumenta o gasto energético do corpo, contribuindo também para um aumento da taxa metabólica de repouso.

Desta forma, conseguimos perceber que não existem alimentos que engordem e outros que emagreçam. Existem, sim, alimentos com uma menor densidade calórica e mais nutritivos por serem ricos em fibras, vitaminas ou minerais, o que se traduz numa maior saciedade e consequentemente numa maior facilidade em perder peso.

O chocolate pode, sim, fazer parte de um plano alimentar de emagrecimento saudável se for consumido com moderação, e claro, se quiser tirar todo o partido deste alimento, escolher aquele que apresenta uma percentagem de cacau mais alta.

Palavras-chave

Relacionados

Saúde

O 'cérebro de grávida' é mito ou realidade?

Perceba se há, de facto, uma alteração na performance cognitiva, durante a gravidez.

Saúde

Saiba o que fazer quando a azia persiste

Confira estas dicas do gastrenterologista Luís Azevedo Lobo.

Saúde

Aprenda a tornar uma pizza mais saudável

Quem está a tentar perder peso ou tem restrições alimentares também pode deliciar-se com esta iguaria italiana.

Mais no portal

Moda

Inspire-se no que há de novo nestas marcas de moda populares

A nova estação traz muitas novidades e estas marcas dão o mote para o que vamos querer usar nos dias quentes.

Exclusivo
Beleza

Bárbara Corby: "Considero que a beleza vem de dentro"

A influencer é o novo rosto da Vichy em Portugal, depois de ter sido embaixadora digita da marca durante algum tempo. Em conversa com a ACTIVA falou sobre o novo papel e a a relação que tem com o mundo da beleza.

Imagem de Sucesso

Como usar o cinto para modernizar looks e valorizar a silhueta

Quer seja fino, grosso, de metal ou de couro, o cinto pode ser um grande aliado para no que toca ao styling.

Mulheres Inspiradoras

Joana Pessoa: um novo fado

É fadista desde os 15 anos, mas isso está longe de resumir a sua vida. Estivemos à conversa sobre escolhas, caminhos, filhos, divórcio, destino, amor, velhice, para voltarmos ao fado e fecharmos o círculo. Levei-lhe quase quatro horas de vida. É o que dá conversar com uma das mulheres mais interessantes que já entrevistei.

Celebridades

O momento exato em que o palácio anunciou a morte do duque de Edimburgo

Algumas pessoas já foram deixar flores nos portões de Buckingham para homenagear Philip, que morreu nesta quinta-feira, 9 de abril. Veja as primeiras imagens.

Comportamento

Existem quatro tipos de vinculação num relacionamento - saiba qual é o seu

Este tipo de apego é construído na infância e pode acabar por ter repercussões na vida adulta.

Lifestyle

O guia de cinco passos para começar a praticar o "self-care"

Este tipo de cuidados consigo mesma é capaz de gerar mais qualidade de vida e bem-estar.

Celebridades

Os motivos para a polícia ter ido nove vezes à mansão de Meghan e Harry na Califórnia

O afastamento da família real trouxe vários problemas de segurança para a vida dos duques de Sussex nos Estados Unidos.

Moda

Estas novidades de moda prometem fazer furor nos meses quentes

São mais de 20 artigos que aliam elegância, estilo e cor. A combinação ideal para receber a primavera.

Moda

Conheça esta coleção de roupa sustentável para a primavera/verão

Com direção criativa de Sara Carbonero.

Beleza

Beleza: as novidades que estão na ordem do dia

Os produtos que temos de experimentar