@photowsoul @barbarafj_

Quando tudo parecia estar a enveredar por um novo rumo, com a vacinação a trazer uma luz de esperança, eis que o Sars-CoV-2 nos surpreende, demonstrando a sua resistência e adaptabilidade ao meio, provando que é forte, através de uma nova variante: a Estirpe VUI-202012/01, identificada no Reino Unido.

O vírus sofre mutações desde que surgiu; isto é, alterações genéticas, que acumulando  ocasionam variantes, como a atual. Este processo provém de um mecanismo natural inerente a todos os vírus, pois à medida que circulam e sobrevivem no meio, vão criando mecanismos de defesa e adaptabilidade que os podem tornar mais resistentes. No SARS-CoV-2 surgem, em média, duas mutações por mês. No caso desta variante, esta adaptação teve sucesso, aumentando a sua taxa de contágio para 40 a 70% por cento.

A maior transmissibilidade está relacionada com mutações que ocorreram na proteína spike (S) que o Coronavírus utiliza para infetar as células humanas. A spike localiza-se no exterior do vírus e, ao ligar-se  aos recetores das células humanas, penetra e gera infeção. Esta mutação facilita a adesão e penetração nas células, tornando-a mais eficaz na sua propagação.

Apesar de ser mais transmissível, esta nova variante não apresenta quadros clínicos de maior gravidade nem taxas de mortalidade mais elevadas, não havendo, por isso, motivos para alarmismos. Mas deve ser efetuado um maior reforço das medidas de proteção já amplamente divulgadas: distanciamento social, uso de máscara e higiene das mãos. Se a disseminação do vírus é maior, os cuidados devem ser redobrados. Nada aponta para que a vacinação perca eficácia para esta variante do SARS-CoV-2.

O método de deteção desta nova estirpe é igual ao que se tem vindo a realizar até ao momento nos laboratórios SYNLAB: através de testes de diagnóstico RT-PCR à Covid-19. No momento do diagnóstico, é possível aferir a existência desta nova estirpe através da falha de deteção do gene S, que codifica para a proteína  spike. Quando ocorre esta falha, conseguimos perceber que o diagnóstico é positivo, identificando-se esta estirpe. Em Portugal, a variante VUI-202012/01 foi isolada, pelos laboratórios SYNLAB, em passageiros no controlo aeroportuário em Lisboa, Porto, Algarve e Madeira. Para além de algumas dezenas de casos de transmissão na comunidade, pelo que chamamos a atenção para a possibilidade de maior disseminação.

Palavras-chave

Relacionados

Beleza e Saúde

COVID-19: a influência de uma boa noite de sono

Entenda a relação.

Beleza e Saúde

COVID-19: a vacina protege-nos contra a nova variante do vírus?

Foram registados os primeiros casos em Portugal, na Madeira.

Beleza e Saúde

COVID:19: o que esperar da nova vacina?

Um artigo de Opinião de Paulo Paixão, médico virologista da SYNLAB Portugal e professor da Faculdade de Ciências Médicas de Lisboa.

Mais no portal

Mulheres Inspiradoras

#SairParaVotar. Fotógrafa portuguesa lança campanha online de apelo ao voto

"É um projeto fotográfico e a decisão do futuro", escreveu Inês Costa Monteiro nas redes sociais.

Beleza e Saúde

Afinal, o que é skinimalism?

Esta será uma das grandes tendências de cuidados de pele para 2021.

Moda

Estas bailarinas provam que o calçado vegan está na moda

Estes três novos modelos, que fazem parte da coleção vegan de uma marca nacional, são criados à mão por mestres sapateiros portugueses e feitos a partir de faux leather.

Lifestyle

Home staging: como (bem) decorar uma casa para vender ou arrendar

Com a ajuda do Habitissimo, explicamos como pode preparar um imóvel em apenas cinco passos.

Faits Divers

O simbolismo da onda roxa que vimos na tomada de posse de Joe Biden

A cor que marcou a cerimónia no Capitólio serviu para transmitir várias mensagens importantes.

Moda

Lily Collins mostra como usar um cardigã com muito estilo

A protagonista de "Emily in Paris" foi fotografada a usar uma peça acessível de uma marca que conhecemos bem.

Moda

Conheça três tendências que já chamam pela primavera

Diz Quem Sabe

Barriga inchada depois das festas? O motivo pode não ser assim tão óbvio

Um artigo de opinião assinado por Rita Verdasca, nutricionista nos Laboratórios SYNLAB.

Finanças de A a Z

Tudo o que deve saber antes de contrair um crédito pessoal

Este é o tema do novo episódio da rubrica Finanças de A a Z.

Faits Divers

A relação das mulheres com o batom vermelho está enraizada na História

A cor é conhecida por aumentar instantaneamente a confiança de muitas mulheres, mas também é um símbolo histórico de poder.

Beleza e Saúde

Eis um grande aliado da libido e fertilidade

É natural, acessível e rico em nutrientes essenciais ao nosso bem-estar.