@toysruspt

Se tem filhos conhece certamente os filmes “Toy Story” de trás para a frente! À parte do enredo, efeitos de animação ou peripécias vividas pelas personagens, a melhor mensagem que retiro do franchise tem a ver com a importância e o impacto que um brinquedo pode ter na vida de uma criança. Quem não se lembra do carinho e devoção de Andy pelo seu brinquedo favorito, o cowboy Woody? Apesar de se tornar obsoleto ou fora de moda com o passar dos anos, Woody será sempre aquele brinquedo especial que marcou a infância de Andy. Apesar da concorrência de outros brinquedos, é o cowboy de corda que tem sempre o protagonismo nas brincadeiras do rapaz. Andy não vive sem o seu boneco. E o seu boneco não existe sem Andy. Nestes filmes de animação todos os brinquedos falam e têm vida, num mundo paralelo ao dos humanos. Agora reflita: se os brinquedos dos seus filhos falassem, o que diriam?

  • Existem realmente e dão vida à imaginação da sua criança ou são apenas meros objetos que se vão acumulando lá por casa?
  • São valorizados e apreciados ou postos de parte com frequência?
  • Ocupam bem o tempo de brincadeira ou esgotam-se em 5min?
  • Têm potencial para brincadeiras diferentes a cada vez que são usados ou tornam-se aborrecidos em pouco tempo?
  • São estimados ou descartados com facilidade?
  • São únicos ou apenas mais 1 em 1000
  • O que pensa acerca da relação Quantidade – Qualidade?
  • Como classificaria a qualidade do tempo de brincadeira dos seus filhos?
  • Quais as hipóteses de existir um Woody na vida das suas crianças?

Ter muitos brinquedos não é mau. Mas ter muitos brinquedos disponíveis de uma só vez poderá provocar excesso de estimulação e superexcitação. A criança tende a dispersar-se na quantidade de brinquedos, alternando entre um e outro sem explorar todo o potencial que cada brinquedo, individualmente, tem para oferecer. Demasiados brinquedos de uma só vez causam distração e reduzem a qualidade do brincar. Por outro lado, se houver uma quantidade menor de brinquedos à disposição, a criança tem a oportunidade de os explorar devidamente e, com eles, criar um tempo de brincadeira muito mais enriquecedor.

Menos é mais! Experimente e veja os resultados

Estabeleça um sistema de rotatividade dos brinquedos: todas as semanas (ou outra periodicidade que considere melhor), ponha à disposição da criança um conjunto selecionado de brinquedos. Na semana seguinte selecione um novo conjunto, e assim sucessivamente. Os brinquedos “velhos” depressa se tornarão novidade outra vez! Dependendo da idade da criança, a seleção pode e deve ser feita com a participação da mesma.

Sabia que…

  • a duração do tempo de brincadeira é maior e melhor com apenas 4 brinquedos do que com 16
  • com menos brinquedos, as crianças criam melhores e mais variadas formas de brincar
  • com menos brinquedos, a brincadeira é mais profunda, consistente e sustentada
  • menos brinquedos favorecem o desenvolvimento cognitivo

Se o seu filho tem um ou mais brinquedos favoritos ou de estimação, é sinal que teve oportunidade para estabelecer ligação com eles, perceber-lhe as características, dedicar-lhes tempo e criar diferentes brincadeiras com eles.

Agora pergunto-lhe: qual era o seu brinquedo favorito? Ainda o tem? Para onde foi? Partilhe com os seus filhos a história dos seus brinquedos e as brincadeiras que criou com eles. Se ainda guarda algum consigo, mostre-o aos seus filhos e partilhe com eles a sua história e as brincadeiras que criou com eles. À semelhança do que acontece em Toy Story, pode ser que um dos seus velhos brinquedos ainda consiga uma segunda vida nas mãos e na imaginação dos seus filhos!

Palavras-chave

Relacionados

Diz Quem Sabe

Coaching infantil descodificado: o que é, em que situações é recomendado e os principais benefícios

O objetivo é levar a criança a alcançar todo o seu potencial

Diz Quem Sabe

A receita infalível para um bebé feliz

Um artigo de opinião assinado por Carolina Vale Quaresma, parental coach.

Diz Quem Sabe

Dicas úteis para um confinamento mais tranquilo com crianças em casa

Aqui ficam algumas sugestões da Dra. Carla Chambel, especialista em imunoalergologia, para tornar este tempo conturbado mais fácil para todos.

Mais no portal

Mulheres Inspiradoras

Carmo Sousa Lara: "Às vezes, estamos muito agarradas ao reforço negativo"

A nossa primeira Conversa Inspiradora chega no dia 8 de março e é sobre o corpo. O corpo da mulher real. O corpo que ainda é poucas vezes capa de revista.

Imagem de Sucesso

Saiba como escolher os modelos de óculos de sol que mais valorizam o seu rosto

No novo episódio da rubrica Imagem de Sucesso partilho algumas dicas para que escolher eyewear nunca mais seja uma dor de cabeça.

Moda

Os 8 tipos de cuecas que todas as mulheres devem ter

De modelos estilo biquíni as tangas clássicas, estas são as peças nas quais deve investir.

Comportamento

Mais de metade dos portugueses não se veem a viver sem carro

Seis em cada 10 portugueses consideram o automóvel insubstituível, mas em 2017 eram 8 em 10. A descida deve-se à crise pandémica.

Moda

Estas peças elegantes são ótimos investimentos para a primavera

Veja as sugestões que encontrámos nas lojas online da Zara, Mango e H&M.

Mulheres Inspiradoras

Guerra aos filtros: estas influencers mostram a beleza de peles reais

Depois do positivismo corporal, o movimento do "skin positivity" começa a ganhar cada vez mais força nas redes sociais.

Beleza

É suposto deixarmos passar algum tempo entre a aplicação dos produtos de skincare?

Trinta segundos? Sessenta segundos? Zero? Saiba o que dizem os especialistas.

Moda

Irina Shayk mostra como usar a tendência das calças de pele com visual rock 'n roll

A peça de eleição da modelo é de uma marca que as portuguesas conhecem bem.

Saúde

Estudo sugere que grávidas podem transmitir anticorpos contra a COVID-19 aos bebés

Uma investigação publicada recentemente pode ajudar (e muito!) na estratégia de vacinação das grávidas em todo o mundo.

Beleza

O erro que comete sempre que aplica o seu hidratante de rosto favorito

Existe uma forma muito simples de potencializar a eficácia dos produtos de skincare.

Beleza

Qual é o melhor contorno para o seu tipo de rosto?

Esclarecemos todas as dúvidas sobre como adaptar a técnica de maquilhagem aos seus traços.

Moda

Estas malas aparentam ser bem mais dispendiosas do que realmente são

Saiba o que procurar nas lojas para investir em artigos que são facilmente confundidos com peças de alta-costura.