@faustinemartin_

Não têm sido tempos fáceis. 2021, embateu-nos de frente, com trailer prévio sim, mas sem estarmos preparados para tanta ansiedade. A ansiedade coloca as nossas hormonas de stress em alerta, o que tem um absoluto impacto na nossa mente e por consequência na nossa pele. Como se não bastasse, as temperaturas caíram a níveis superiores aos normais e a nossa pele ganha mais um motivo para entrar em colapso. A pele do nosso rosto tornou-se mais sensível, mais reativa e os nossos lábios também deram sinal de alerta. Posto isto, a questão que se coloca é: perante um novo confinamento, o que podemos fazer em casa para ajudar a melhorar a nossa pele? Dou algumas dicas para aproveitar esta fase para se mimar e mudar rotinas: a sua pele e a sua mente vão brilhar e agradecer.

1- Ajuste a dieta

Compreendo que a ansiedade de um confinamento leve a erros alimentares. Mas o segredo para uma pele luminosa e saudável vem do interior: do que comemos e da nossa atitude mental. A desidratação é uma das principais causas de pele seca, até mesmo no inverno. Também a escolha das calorias corretas tem impacto, uma vez que grande parte da energia que gastamos nesta altura do ano é dirigida aos fenómenos de termogénese, isto é, a produção de calor corporal. Beber água várias vezes ao dia, se possível através de infusões tem um efeito triplo: hidrata, aquece reorientando as nossas energias para outras funções e tem um efeito calmante e antioxidante. Devemos ainda completar a nossa dieta com gorduras nobres como os óleos de peixe, as sementes e nozes. Os legumes de folha verde como os brócolos, couve e espinafre, trazem consigo cálcio, vitamina C, selénio, potássio e ferro. A suplementação nesta época do ano pode ajudar: a vitamina D3 (ativada), o zinco e o selénio são poderosos a estimular a nossa imunidade.

2- Aproveite para se disciplinar numa rotina de pele

As rotinas de pele não são fáceis de adquirir, mas quando começar a ver os resultados vai ficar motivado para continuar. É preciso investir em disciplina, tempo e algum dinheiro. O primeiro passo, e fundamental, passa pela limpeza. Toda a pouca gordura que temos na pele não deve ser removida, pelo que agentes adstringentes e detergentes estão proibidos. Por isso, sugiro uma barra ou tónico de lavagem específico para o rosto, sem sabão e sem químicos, adequado a cada tipo de pele. O segundo passo após a limpeza é o tratamento que se deve basear em séruns. À noite, este passo deve ser complementado antes por uma esfoliação. O terceiro passo é a hidratação e finalmente a fotoprotecção solar que não deve ser esquecida até mesmo no Inverno.

3- Adapte a rotina de pele ao Inverno

Após a limpeza, o tratamento com sérum pode ser realizado pela manhã. À noite deve ser precedido de uma esfoliação. O sérum deve adequar-se ao tipo de pele e às queixas. Existe toda uma gama de compostos e vitaminas, que muitas vezes estão conjuntas de forma inteligente em séruns. Por exemplo, para a pele seca com manchas seca sugiro a vitamina B3 B5 após a limpeza e para a pele mais oleosa e manchada, sugiro a vitamina C até 10%.

Um dos passos fundamentais que deve ser reforçado no inverno é a esfoliação antes da aplicação do sérum à noite. Este passo extra permite remover as células mortas, permitindo que os componentes dos cremes penetrem melhor e a pele fique mais luminosa. A esfoliação pode ser química (com vários tipos de ácidos que devem ser ajustados ao tipo de pele) ou física, a qual deve ser realizada uma a duas vezes por semana.

O terceiro passo, é a hidratação. Os tipos de cremes que usamos no inverno são diferentes dos do verão. A maior parte das peles são sensíveis e mudam de comportamento nesta altura do ano, pelo que esta é a época em que até as peles mais mistas a oleosas toleram cremes de bases mais oleosas sobretudo à noite. Esta adaptação de rotina não significa esquecer o protetor solar: as radiações mantêm-se, ainda que a sensação térmica da pele possa não ser igual a um dia de Verão. O último passo de manhã deve ser sempre a utilização de um bom protetor solar.

4- Não esqueça os lábios e as mãos

Duas das regiões anatómicas mais expostas ao frio direto e tantas vezes esquecidas são os lábios e as mãos. Os lábios devem ser sempre esfoliados, mecanicamente, pelo menos à noite. Como? Pode utilizar a sua própria escova de dentes húmida para os esfregar. De seguida pode aplicar vaselina antes de dormir. O mesmo se passa com as mãos, numa altura em que além do frio, a exposição ao álcool desinfetante ainda as fragiliza mais. Opte por utilizar um creme de mãos mais rico, à base de vitamina E ou cânhamo, e aplica nas mãos antes de dormir. No dia seguinte nem vai acreditar na diferença.

5- Pondere fazer um tratamento flash de clínica em casa

A realização de máscaras faciais semanais ou a utilização de tratamentos intensivos booster tem vindo a aumentar. Existem linhas que oferecem tratamentos intensivos com resultados em 30 dias possíveis de fazer sozinho em casa, sem necessidade de se descolar à clínica. No entanto, reitero a importância de realizar tais procedimentos com o apoio e recomendação de um especialista e não adquirir algo online sem qualquer aconselhamento, correndo riscos desnecessários para a sua pele.

6- Invista na prevenção do envelhecimento

Com o acesso globalizado aos cuidados da pele por Cirurgia Plástica em clínica pondere uma consulta de avaliação com a execução de um plano de pele e de um plano de tratamentos. Para uma pele de veludo, os faciais de limpeza ou tratamentos em clínica a cada duas meses ajudam bastante. A realização de toxina botulínica também previne rugas dinâmicas (pelo menos duas vezes por ano). A realização de bioestimuladores de colágeno vai prevenir e tratar a flacidez. Em idades mais jovens, podemos começar pelo ácido hialurónico. Independentemente das opções são os cuidados em casa na disciplina, atitude mental, dieta e rotinas de cosmocêuticos que garante a manutenção dos resultados. E isso pode começar a fazer já, mesmo em casa, e mesmo no Inverno.

Palavras-chave

Mais no portal

Diz Quem Sabe

O guia para criar uma selva urbana em casa

Um artigo de opinião assinado por José Luís Velasco, product manager da Gardenia, sobre os novos hábitos que se cultivaram e enraizaram em tempos de confinamento.

Celebridades

Oprah nem sempre foi Oprah: este é o nome verdadeiro da apresentadora americana

Estamos chocadas!

Comportamento

Como ser mais vulnerável num relacionamento (mesmo que isso a assuste)

O medo da rejeição faz-nos levantar a guarda e, por conseguinte, perdemos coisas boas como a intimidade e a conexão.

Lifestyle

Catarina Alves, arquiteta e designer de interiores, partilha cinco dicas para quando estamos a pensar decorar a nossa casa

A fundadora da CATE, Catarina Alves, partilhou connosco alguns conselhos bem úteis na altura de pensar em decorar a sua casa.

Comportamento

Os principais motivos para ex-casais terem recaídas íntimas logo após o término

Algo muito comum, principalmente logo após o término.

Moda

Que sapatos usar com calças de ganga flare? Temos a resposta

Inspire-se nestes 12 "looks" de influencers internacionais.

Celebridades

Conheça a luxuosa nova mansão de Dwayne Johnson

Faça uma visita guiada à nova propriedade do conhecido ator.

Moda

Vestidos indispensáveis para um verão boho-chic

Estas seis sugestões são a cara da nova temporada.

#ActivaEmCasa

Estes exercícios prometem deixar as suas pernas e abdominais "on fire"

Aqui fica mais um circuito de treino completamente gratuito, preparado e exemplificado por Susana Carromeu, coach do CrossFit Cais.

Beauty Spot

8 eyeliners coloridos para alegrar qualquer maquilhagem

Este é o tema da rubrica Beauty Spot desta semana.