É comum existir a ideia de que as visitas ao dentista apenas devem acontecer a partir de uma certa idade ou de que os “dentes de leite” não são tão importantes quanto os definitivos. Contudo, esta está errada: a criança deve desde cedo ter uma boa higiene oral e ser acompanhada para prevenir ou detetar eventuais problemas. Estabelecer uma boa saúde oral na infância é essencial para assegurar o conforto das crianças e a cooperação ao longo da vida.

Os cuidados de saúde oral e o acompanhamento por parte de um dentista são ainda mais importantes em crianças com necessidades especiais. Estas crianças têm uma maior incidência de doenças orais, como as gengivites devido à medicação, e maiores níveis de placa bacteriana, tártaro e halitose, decorrentes da dificuldade em realizar uma correta higiene oral diária. Para além disto, muitas vezes a sua alimentação, a medicação noturna e os reduzidos movimentos da musculatura oral são também alguns dos fatores que levam ao surgimento de cáries.

Como tal, a atenção à saúde oral destas crianças deve ser redobrada. Todos os problemas de saúde oral são progressivos e cumulativos, pelo que ignorá-los vai levar a situações mais complicadas e severas de dor e inflamação, recusa de alimentos, redução da qualidade do sono e até do rendimento escolar.

Contudo, nem sempre é fácil para os pais encontrarem equipas e clínicas preparadas para receber e acompanhar os seus filhos. Estas crianças têm, muitas vezes, comportamentos que condicionam a realização dos exames dentários necessários, tais como dificuldades de comunicação, incapacidade de seguir indicações e respostas sensoriais exacerbadas.

Neste sentido, os seus cuidados de saúde oral requerem um conhecimento especializado e adaptado, bem como medidas de integração, além do que é considerado rotina. A primeira consulta tem como objetivo compreender qual o estado da saúde oral da criança. O protocolo clínico de atendimento torna-a agradável e simplificada para o paciente com necessidades especiais: as consultas devem ser curtas e o profissional deve utilizar sempre uma comunicação em tom calmo e amigável, com indicações simples, diretas e repetidas, sempre na presença e com o auxílio dos pais.

Devem ser evitados movimentos súbitos ou sons elevados, sendo que o médico dentista utiliza várias técnicas de controlo de comportamento para que seja possível realizar a consulta e aumentar a colaboração da criança. Após o diagnóstico do estado de saúde oral, é definido, junto da família, qual o plano de tratamento individual. Em casos específicos, pode ser ainda necessário recorrer à sedação consciente ou à anestesia geral para proporcionar um tratamento dentário de qualidade e em segurança.

Para além disto, a equipa, composta pelo médico(a) dentista e assistente dentária(o), deve ser sempre a mesma para criar uma relação de confiança com a criança. Também o consultório médico deve ser sempre o mesmo, de modo a transmitir à criança uma sensação de segurança e conforto por já conhecerem o espaço. Ainda assim, o sucesso dos tratamentos está dependente da construção de relação não só com a criança, mas também com os pais.

Atualmente, ainda existem poucas clínicas de medicina dentária com as valências necessárias, tanto humanas como físicas, para o acolhimento, atendimento e tratamento de crianças com necessidades especiais. Contudo, é muito importante garantir que estas crianças têm acesso a cuidados de saúde oral adequados, que as façam sentir confortáveis, sem receios e principalmente que lhes permitam manter uma boca e dentes sempre saudáveis. As crianças não são todas iguais, mas todas devem ter o acesso à saúde oral.

Palavras-chave

Mais no portal

Moda

Fomos espreitar as propostas da Primark e estes são os nossos 10 acessórios preferidos

Os acessórios must-have para os dias de calor

Moda

Quem disse que não há lugar para fatos num armário de primavera?

Dos tons neutros aos mais vibrantes; das silhuetas justas às oversized, é impossível resistir a estes 10 conjuntos coordenados.

Beleza

Cabelos: três tendências inspiradas nas Deusas do Olimpo

Confira as sugestões Jean Louis David.

Lifestyle

Aos fins de semana, há 'brunch' na Doca de Santo

Com vista para o Tejo.

Moda

Uns ténis para quem não tem medo de brilhar debaixo dos holofotes

Os novos ténis da marca Puma em colaboração com Dua Lipa

Celebridades

Harry aterra no Reino Unido sem Meghan e reencontra-se com o irmão

A propósito do funeral do avô, Philip.

Moda

Estas cinco combinações de cores são a definição de luxo

Quer dar mais cor ao seu guarda-roupa? Então, inspire-se nestes visuais que encontram equilíbrio em apostas inesperadas.

Moda

Parfois: 10 artigos imperdíveis em promoção

Confira as sugestões que selecionámos.

Saúde

Um beijo, três consequências para a saúde oral

O Dia do Beijo celebra-se anualmente a 13 de abril, e Portugal não foge aos festejos. Aqui ficam três consequências (boas e más) deste gesto de carinho na saúde oral.

Body Shaper

A receita caseira que combate três grandes preocupações estéticas das mulheres

No novo episódio da rubrica Body Shaper, partilho uma massagem que ajuda a eliminar a celulite, a má circulação e a retenção de líquidos.

Saúde

CDC declara racismo ameaça à saúde pública

A agência americana focou-se no impacto deste a nível físico e emocional.