A dificuldade em fazer sobrar dinheiro no fim do mês, ter dívidas para pagar e pensar em como reduzir as despesas mensais são alguns dos fatores que originam stress financeiro. Para que este campo se torne mais próspero, deve ter em atenção que a primeira coisa a fazer é ter o controlo das suas finanças, e não serem elas a tomar as rédeas.

A sua mentalidade deve estar em sintonia com o seu dia a dia, com o que gasta, como gasta, etc. Para isso, aqui ficam algumas dicas:

  1. Planear a vida financeira e acompanhar mensalmente essa evolução. Como podemos fazer isto? Simples! Devemos organizar as nossas finanças e receitas versus custos associados a tudo o que faz parte do nosso dia-a-dia.
  2. Tenha sempre um plano B, mas veja bem se conhece primeiro todos os pontos do seu plano A, como está a ser feito e calendarizado. Um plano B poderá passar sempre por estar precavida para situações inesperadas de gastos que possam surgir e acarretar preocupações. Isto poderá passar, por exemplo, pela subscrição de um seguro de proteção ao salário ou de uma poupança para uma eventualidade repentina, sempre com a análise custo benefício.
  3. Crie metas temporais. Se quer ter objetivos de vida deve colocá-los no papel e ir acompanhando essas anotações, de modo a despertar o seu interesse e motivação. Esta mentalidade é fundamental para a sua saúde financeira. Para que seja mais fácil, comece por definir um objetivo no tempo (a curto, médio ou longo prazo) que gostasse mesmo de realizar e analise bem o que tem que fazer para o poder concretizá-lo no prazo que definiu.
  4. Faça investimentos conscientes. Se pretende aplicar o seu dinheiro, saiba exatamente como o fazer. Como? Aconselhando-se com um especialista em mercados de investimento como, por exemplo, um funcionário do seu banco, para fazer os investimentos de forma tranquila e consciente.

  5. Melhorar a sua relação com as dívidas. As dívidas muitas das vezes associadas a créditos podem e devem ser negociadas e analisadas caso a caso. Se não tem fôlego financeiro para liquidar parcialmente ou totalmente uma dívida neste momento, vá fazendo no tempo. É importante criar esse hábito. Ele não só ajuda a reduzir a exposição ao risco, mas também é uma forma de ir abatendo a responsabilidade e, com isso, os juros ao banco.
  6. Evite despesas supérfluas. Onde gasta o seu dinheiro? Quanto gasta e porquê? Quanto sobra no fim do mês? São estas e outras perguntas que podem e devem ser respondidas, de forma a poder perceber para onde vai o seu dinheiro e como pode evitar gastos desnecessários. Está a pagar um ginásio e usufrui poucas vezes? Então, está na hora de repensar se não será uma despesa a cortar. Está a pagar uma comissão mensal pela gestão da sua conta bancária? Então, pode e deve olhar para o mercado e analisar soluções mais vantajosas, nomeadamente contas sem despesas.

Só depende de cada um conseguir ter as suas finanças organizadas. Esta organização aliada ao planeamento financeiro pode tornar a sua vida financeira mais consciente e plena, evitando preocupações que possam surgir a curto, médio ou longo prazo.

Palavras-chave

Relacionados

Diz Quem Sabe

Sustentabilidade e poupança: qual a relação?

Saiba como aliar as duas, de modo a que os próximos tempos sejam amigos do ambiente e da sua carteira.

Diz Quem Sabe

Onde investir dinheiro em 2021? Aqui ficam algumas sugestões

Um artigo de opinião de Carina Meireles, consultora financeira, sobre os passos que pode dar para fazer investimentos ao longo do novo ano.

Lifestyle

Educação financeira nas crianças. Saiba por onde começar

Os pais podem e devem incutir conceitos como o dinheiro, a poupança (e porque são tão importantes) nos filhos desde cedo.

Mais no portal

Beauty Spot

As melhores técnicas e produtos para fazer sardas falsas

A rubrica Beauty Spot desta semana é dedicada a esta tendência divertida, que combina na perfeição com visuais mais naturais de maquilhagem.

É só uma sugestão

Falar de Livros: "D.A.D. - Desempregado, Artista, Dona de Casa" é um retrato humorista da vida de um pai

Um livro de Alexandre Esgaio publicado pela Suma de Letras.

Moda

Olivia Wilde elege sobretudo acessível para se proteger do frio em Londres

Não sabíamos que precisávamos de um sobretudo azul... até vermos um dos visuais mais recentes da atriz.

Comportamento

3 formas de manter a conta bancária emocional do seu relacionamento com saldo positivo

Este conceito está diretamente relacionado com a forma como os casais gerem discussões de conflito.

#ActivaEmCasa

Braços e pernas: cinco exercícios para maior definição muscular

Aqui fica mais um circuito de treino completamente gratuito, preparado e exemplificado por Susana Carromeu, coach do CrossFit Cais.

Beleza

Cabelo: Os produtos que temos de experimentar

Conhece as novidades mais recentes? Para fortalecer, dar brilhou ou obter o styling perfeito.

Moda

Inspire-se no que há de novo nestas marcas de moda populares

A nova estação traz muitas novidades e estas marcas dão o mote para o que vamos querer usar nos dias quentes.

Exclusivo
Beleza

Bárbara Corby: "Considero que a beleza vem de dentro"

A influencer é o novo rosto da Vichy em Portugal, depois de ter sido embaixadora digita da marca durante algum tempo. Em conversa com a ACTIVA falou sobre o novo papel e a a relação que tem com o mundo da beleza.

Imagem de Sucesso

Como usar o cinto para modernizar looks e valorizar a silhueta

Quer seja fino, grosso, de metal ou de couro, o cinto pode ser um grande aliado para no que toca ao styling.

Mulheres Inspiradoras

Joana Pessoa: um novo fado

É fadista desde os 15 anos, mas isso está longe de resumir a sua vida. Estivemos à conversa sobre escolhas, caminhos, filhos, divórcio, destino, amor, velhice, para voltarmos ao fado e fecharmos o círculo. Levei-lhe quase quatro horas de vida. É o que dá conversar com uma das mulheres mais interessantes que já entrevistei.

Comportamento

Existem quatro tipos de vinculação num relacionamento - saiba qual é o seu

Este tipo de apego é construído na infância e pode acabar por ter repercussões na vida adulta.