O SNS sobre o qual todos falam, bem ou mal, é um serviço público aos cidadãos que dele esperam capacidade de resposta e assistência clínica de qualidade. O desejo de cada cidadão ter o seu médico de família deve encontrar da parte dos médicos de família uma elevada responsabilidade profissional com a sua comunidade de utentes.

Os médicos de família devem exercer a promoção da saúde e a prevenção de doença, assumindo de vez um papel decisivo na chamada “prevenção primária”. Este período terrível de combate à infeção pela COVID-19 deixou os utentes longe dos seus médicos e os centros de saúde entrincheiraram-se em “muros”, que dificultam o acesso e a proximidade, ou seja, os princípios fundamentais dos Cuidados Primários e da Medicina Geral e Familiar.

Não é possível cumprir o objetivo dos cuidados antecipados à população, reduzindo o risco de aparecimento de determinadas patologias e atuar sobre os fatores de risco de modo atempado e precoce, se o acesso aos médicos de família não for retomado urgentemente!

Quando pensamos no acidente vascular cerebral, o AVC, temos de recordar que a idade é, também, como no caso da COVID-19, o mais importante e mais forte fator de risco. E não devemos esquecer o peso da história familiar de AVC, como possível preditor de eventos.

Mas se estes fatores, idade ou genética, são fatores de risco que os médicos não podem modificar, outras questões são tidas como modificáveis. Por exemplo, os benefícios da atividade física regular e continuada, bem como o seu impacto no controlo da hipertensão arterial, da diabetes e do peso. Ou a importância de cumprir os tratamentos indicados pelos médicos, tomando os medicamentos diariamente, nos horários e doses prescritas.

E é preciso procurar, identificar e tratar o mais precocemente possível as pessoas que têm e desconhecem valores elevados de pressão arterial, lembrando que, a hipertensão é o fator de risco modificável mais importante e com maior influência na tragédia do AVC. Temos de insistir no combate ao uso exagerado do sal, açúcar e gorduras na alimentação, reforçando a ingestão de frutas e de legumes. E o tabaco! O tabagismo é a primeira causa evitável de doença, incapacidade e morte, contribuindo qual vírus fumegante para quase todas as dez principais causas de morte a nível mundial!

A ação do médico de família e a acessibilidade aos seus doentes, e o inverso, não se podem limitar ou reduzir a contactos telefónicos ou às tecnologias de comunicação à distância. A “normalidade” da Pandemia não pode abrir mais as portas a outras “pandemias” preveníveis e igualmente dolorosas, trágicas e dispendiosas, embora menos mediáticas… E falo entre muitas outras, da doença hipertensiva, da diabetes, da insuficiência cardíaca, da doença pulmonar obstrutiva crónica, das doenças neurodegenerativas, do AVC obviamente.

Fica em 2021 o meu apelo à responsabilidade dos médicos de família no seu Dia, o Dia Mundial do Médico de Família, um sonho e um desejo renovado pela prevenção primária e pelo combate de sempre contra a doença e o AVC em particular!

Palavras-chave

Leia 6 meses GRÁTIS

Este verão assine a ACTIVA, CARAS DECORAÇÃO, VISÃO JÚNIOR, VISÃO, entre outras publicações do grupo Trust in News, por 1 ano e receba 6 meses de leitura grátis. Conheça todas as opções, incluindo as versões digitais. ASSINAR

Relacionados

Diz Quem Sabe

AVC e hipertensão arterial: é melhor prevenir do que remediar

Nesta segunda-feira, 17 de maio, assinala-se o Dia Mundial da Hipertensão.

Saúde

Este nutriente pode ser fulcral na prevenção do AVC

Uma simples mudança na dieta pode ter efeitos muito benéficos.

Saúde

Prevenir o AVC através da alimentação: 6 hábitos para incluir na rotina ainda hoje

Na véspera do Dia Mundial do AVC, uma nutricionista partilha truques para promover um estilo de vida mais saudável.

Mais no portal

Saúde

O motivo para o corpo humano libertar vapor após treinos em climas húmidos

Sim, é possível, e a explicação é muito simples.

Mulheres Inspiradoras

“Somos brasileiras antes de sermos mulheres imigrantes”

Prostitutas que roubam maridos e falam “brasileiro”. Os estereótipos construídos ao redor da mulher brasileira são usados para justificar violência, negativas de direitos fundamentais e esvaziar as suas identidades. E estamos em 2021.

Beleza

Descobrimos o segredo por detrás da pele perfeita de Rita Ora na Met Gala

Veja os bastidores da preparação da cantora para um dos eventos mais badalados do ano.

Celebridades

Meghan é uma mulher alfa. Especialista em decifrar pessoas analisa novas fotos dos Sussex

Harry e Meghan são capa de uma edição especial da revista "Time", que destaca as pessoas mais influentes no mundo em 2021.

Comportamento

Alienação parental: saiba o que é e como identificá-la

De acordo com uma psicoterapeuta.

Celebridades

O significado secreto do anel que Meghan usa no dedo mindinho

Este foi um dos acessórios que a duquesa de Sussex elegeu para aparecer na capa de uma edição especial da revista "TIME".

Celebridades

Keke Palmer expõe o que se come na Met Gala: "É por isto que não vos mostram a comida"

Os fãs ficaram chocados com o catering do evento, onde cada bilhete custa 35 mil dólares e uma mesa pode chegar aos 300 mil.

Celebridades

Kendall Jenner revela como soube que a irmã Kylie está grávida

A empresária e o namorado, o rapper Travis Scott, preparam-se para serem pais pela segunda vez.

Moda

Evite descartar estes sapatos na transição entre estações

Caso contrário, poderá arrepender-se. Entenda porquê.

Mulheres Inspiradoras

Não perca, dia 21 de setembro, a próxima Conversa Corpo&Alma com Fátima Lopes

Na quinta conversa Activa Corpo & Alma, Fátima Lopes traz a sua experiência pessoal e fala sobre Equilíbrio, e Reorganizar a vida em tempo de recomeço.

Moda

O que vestir para ir jantar fora? Estas sugestões servem de inspiração

Aqui ficam 12 propostas.

Beleza

10 alternativas ao rabo-de-cavalo clássico para treinar com muito estilo

Inspire-se nestas sugestões igualmente práticas.