@avacliniclisboa

A possibilidade de preservação da fertilidade surgiu a par da evolução das técnicas laboratoriais que permitem congelar ovócitos sem que estes percam a sua capacidade de fertilização. Se no início se destinava a doentes oncológicas que iriam ser sujeitas a quimioterapia, essa indicação alargou-se rapidamente  a outras necessidades. O social egg freezing surge pela necessidade ou conveniência de adiar a maternidade por razões pessoais, sociais ou económicas.

Em países como, por exemplo, os Estados Unidos da América, empresas de renome oferecem e custeiam a preservação da fertilidade às suas colaboradoras, de forma a beneficiar a empresa e as próprias, numa fase crucial da carreira. Já no nosso país este tema não tem sido abordado com a devida pertinência, mas não param de nos chegar solicitações de mulheres conhecedoras dessa possibilidade e conscientes dos riscos de protelar a maternidade. Para muitas mulheres, já não é a doença oncológica que as impede de serem mães, mas a implacável passagem do tempo.

São injustas as críticas com o argumento de  que as mulheres devem ter filhos mais cedo. Se, por vezes, a mulher ainda não está certa de querer ter filhos, sabe-se que na maioria dos casos o adiamento acontece porque ainda não encontrou um parceiro. Para se trazer filhos ao mundo num projeto de parentalidade consciente, não basta encontrar um qualquer homem com a função utilitária de providenciar esperma ou ser pai sem o desejar.

Esta circunstância é cada vez mais referida por mulheres que, após algumas relações sem futuro, se vêm forçadas a recorrer a Inseminação, ao tomarem consciência do declínio da sua fertilidade. Por vezes, de forma inesperada e dolorosa, acabam por se ver confrontadas com a impossibilidade de fazerem tratamento com os próprios ovócitos e, por conseguinte, com a necessidade de recorrerem também a óvulos doados. Muitas referem com pesar não terem sido suficientemente alertadas para a possibilidade do congelamento de ovócitos quando eram mais férteis.

Preservar a fertilidade não deverá ser encarado como um “seguro de vida com retorno certo”, sendo que, com as atuais técnicas de congelamento por vitrificação, cerca de 85 a 90% dos óvulos resistem ao processo de descongelamento. Contudo, recomenda-se o congelamento bem abaixo dos 35 anos. Se uma mulher protelar este processo, pode comprometer muito o sucesso na sua utilização futura. Tal como para a preservação do esperma, não há limite de tempo de criopreservação de óvulos. A criopreservação de gâmetas é feita por um período de 5 anos renováveis, caso seja esse o desejo dos próprios.

Atualmente, a preservação da fertilidade por razões sociais é feita apenas em clínicas privadas, pois, devido à limitação de meios e custos no SNS, os centros públicos só o fazem por motivos de doença oncológica. As mulheres que nos procuram para preservação dos seus óvulos têm bom nível socioeconómico. No entanto, por conta da carreira académica ou profissional, ou porque ainda não encontraram o parceiro ideal, não podem neste momento ser mães. Mas mantêm esperança de, no futuro, virem a constituir família.

Também recorrem à Ava Clinic algumas mulheres estrangeiras, agradadas com a possibilidade de fazerem a preservação da sua fertilidade de forma legal, segura e com menores custos em relação aos praticados nos países de origem. Esses seus óvulos aguardam por elas, para quando o seu projeto de maternidade se puder concretizar!

Palavras-chave

Relacionados

Diz Quem Sabe

O que a COVID-19 implica para um tratamento de fertilização in vitro e/ou fertilidade?

Entenda a relação.

Saúde

Eis um grande aliado da libido e fertilidade

É natural, acessível e rico em nutrientes essenciais ao nosso bem-estar.

Saúde

Esta é a forma de proteger a sua fertilidade se está a pensar ter filhos 'mais tarde'

Temos filhos cada vez mais tarde. E isso não nos vai facilitar a gravidez: mas pelo menos podemos aprender a preservar a nossa capacidade de criar uma família biológica.

Mais no portal

Celebridades

Ben Affleck e Jennifer Lopez namoram em público

O casal já não esconde que reatou o namoro.

Lifestyle

Dê uma nova vida à casa de banho com estas 5 ideias

Dicas simples que podem fazer toda a diferença.

Beleza

Eis a tendência de manicure mais arrojada para este verão

Quem se atreve a experimentar?

Saúde

A nossa libido aumenta mesmo durante a ovulação?

Sempre ouvimos dizer que sim. Entenda se é verdade.

Saúde

Este alimento é capaz de reduzir o colesterol quase instantaneamente

Inclua-o na sua alimentação diária.

Saúde

Gravidez: casos leves de Covid-19 não prejudicam o bebé

As informações são reveladas por um recente estudo.

Beleza

Não vai acreditar nesta nova tendência de cores de cabelo

Uma opção para as mais aventureiras.

Moda

7 macacões perfeitos para o verão

De assinatura Zara.

Saúde

5 mitos acerca de pessoas ansiosas

Entenda algumas das características associadas à ansiedade e que não são verdade.

Moda

Verde pastel: estas fotos servem de inspiração para começar a vestir a cor do momento

A cor faz sucesso entre os Millennials e a Geração Z.