Recomendado na Roda dos Alimentos (uma a três porções diárias), o leite é um alimento de eleição na dieta de crianças e adultos de todas as idades. É uma boa opção ao pequeno-almoço e/ou aos lanches, juntamente com outros grupos de alimentos, como os cereais e a fruta. Mas também pode ser uma bebida desportiva, apresentando vários benefícios na recuperação física pós-exercício.

Benefícios para a saúde

A evidência científica aponta para um efeito neutro ou protetor do leite na saúde cardiovascular e diabetes, em adultos. Estudos em crianças e adolescentes sugerem que níveis de ingestão de cálcio ou de lacticínios mais elevados estão associados a uma melhor taxa de mineralização dos ossos – um trunfo para o futuro, já que um aumento de 10% no pico de massa óssea reduz em 50% o risco de uma fratura osteoporótica durante a vida adulta. Além disso, alguns estudos demonstram que o consumo de leite, mesmo o leite inteiro, não está relacionado com aumento de peso nas crianças – pelo contrário, parece estar relacionado com menor gordura corporal na infância.

A introdução ou a reintrodução de hábitos alimentares saudáveis torna-se especialmente relevante no atual contexto de pandemia, ainda mais se tivermos em conta os confinamentos e os seus potenciais impactos negativos na alimentação e na atividade física, fatores determinantes para a obesidade. É cada vez mais reconhecido que os efeitos do leite e dos produtos lácteos na saúde vão muito além dos benefícios individuais de cada um dos nutrientes que nos fornecem, sendo atribuídos à sua combinação única de nutrientes e fatores bioativos e à forma como interagem entre si, na matriz láctea.

A matriz láctea é complexa, sendo composta por água, proteínas de alto valor biológico (e péptidos ativos libertados durante a digestão das proteínas e/ou na fermentação de produtos lácteos), por lactose, por gordura láctea (uma gordura única e complexa, com cerca de 400 ácidos gordos diferentes), por diversos micronutrientes em boa quantidade, como riboflavina (vitamina B2), potássio, cálcio, fósforo, iodo e vitamina B12, entre outros. Além de contribuir para a hidratação diária, o leite oferece uma boa relação entre nutrientes essenciais e calorias, o que faz dele um alimento de elevada densidade nutricional. E sabemos que uma alimentação rica em alimentos de elevada densidade nutricional é mais saudável, pois as calorias consumidas são ricas em nutrientes importantes para o funcionamento do organismo.

Sustentabilidade

Mas já não basta uma alimentação saudável, tem de ser sustentável. O conceito de sustentabilidade alimentar integra os aspetos nutricionais, mas também as dimensões social, económica e ambiental de toda a cadeia de abastecimento dos alimentos, que, no caso do leite, começa nas explorações leiteiras, passa pela indústria e depois pela distribuição, até chegar ao consumidor.

Quando falamos de sustentabilidade social e económica do leite, não podemos deixar de referir o peso que tem na economia portuguesa. O leite é dos poucos alimentos com uma produção autossuficiente em Portugal, garantindo o autoaprovisionamento de abastecimento interno! Há que considerar também o bem-estar animal, importante para a sustentabilidade social e económica dos produtos lácteos. E hoje em dia já existe leite nacional com certificação de bem-estar animal, que reconhece a importância do mesmo e que garante maior confiança ao consumidor.

A dimensão ambiental é também relevante para a sustentabilidade do leite, sendo importante abordá-la de uma forma integrada. Não existe uma métrica única que seja capaz de abarcar toda a sua complexidade, existem várias, como por exemplo a pegada hídrica e a pegada ecológica, em que o leite não tem destaque, ou as emissões de gases com efeito de estufa, as quais registaram um decréscimo de quase 11% na última década, de acordo com a FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura).

Não faltam razões para consumir leite

Não faltam razões para consumir leite, desde logo pela sua extraordinária riqueza nutricional e benefícios para a saúde, é economicamente acessível e tem uma relação custo benefício ímpares. Com uma dimensão económica e social muito relevante para o país, o leite português tem seguramente lugar numa dieta sustentável, que é uma dieta culturalmente aceite, nutricionalmente adequada, acessível pela população, segura e economicamente justa, de acordo com a FAO.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA

Deixe-se inspirar, assine a ACTIVA, na sua versão em papel ou digital, a partir de €2,00 a edição. Saiba tudo aqui ASSINAR

Mais no portal

Lifestyle

Healthy V.: o novo spot de comida vegan e vegetariana no Príncipe Real

Um espaço inteiramente dedicado ao conceito de #VegetarianComfortFood

Moda

5 tendências que vamos ver em todas as festas este ano

As propostas das marcas para a época festiva provam que socializar é fabuloso

Nas Bancas

A ACTIVA de novembro, com Eunice Muñoz na capa, chega amanhã às bancas!

Uma edição especial, disponível a partir de dia 23.

Comportamento

Desejo e excitação sexual são a mesma coisa?

Entenda como a resposta pode melhorar - e muito - a sua vida sexual.

Saúde

Se está a tentar engravidar, não use lubrificantes vaginais

Entenda porquê.

Beleza

Este truque pode aumentar a eficácia da sua máscara hidratante para o cabelo

Se costuma utilizar este tipo de produto mas gostava de potenciar os resultados, saiba que existe um truque capaz de o conseguir.

Moda

Com este modelo rosa 'second skin' vai estar a ajudar a Liga Portuguesa contra o Cancro

Uma forma de ajudar, com o modelo mais vendido pela marca.

Diz Quem Sabe

Novos escalões de IRS e a possibilidade de poupança: tudo o que precisa de saber

A consultora financeira Carina Meireles esclarece as principais dúvidas sobre o assunto neste artigo.

Celebridades

Kourtney Kardashian e Travis Barker partilham novas fotos do momento em que ficaram noivos

Veja as imagens românticas divulgadas pelo casal.

Celebridades

No 41º aniversário de Kim Kardashian, recorde o vídeo que tornou a socialite famosa

Não, não é esse em que está a pensar.