@christinanadin

Numa era da Medicina Dentária que se quer conservadora e onde todos os esforços do médico dentista são feitos no sentido de conservar os dentes e prevenir que estes tenham problemas, surgem algumas questões … devemos extrair os terceiros molares, conhecidos por dentes do siso? Em que situações? Porquê?

Qual a função dos dentes do siso?

Por serem dentes molares a sua função seria mastigatória, mas a verdade é que uma mastigação correta é bem conseguida com os quatro molares presentes em cada arcada (se estes estiverem em boas condições), pelo que os terceiros molares acabam por não ter função significativa na mastigação. Estes são, na verdade, estruturas vestigiais, querendo isto dizer que, com a evolução da espécie humana, terão tendência a desaparecer, havendo já muitas pessoas que não têm alguns ou nenhuns dentes do siso. Não se formam. Não nascem.

Na realidade, a evolução da espécie humana levou ao encurtamento do perímetro dos maxilares, sobretudo pela alteração dos hábitos alimentares (a nossa alimentação tem vindo, ao longo dos tempos, a tornar-se mais elaborada e mole). Este aspeto levou a que, nos dias de hoje, os sisos não tenham espaço para erupcionar devidamente, ficando impactados nos maxilares com todas as complicações associadas como, por exemplo, as pericoronarites, que são infeções especificamente associadas à erupção dentária, muito frequentemente associadas à erupção dos dentes do siso.

Porquê extrair os dentes do siso?

A questão será mais porque não extrair? Efetivamente, pela falta de espaço que a maior parte das pessoas tem na arcada dentária, é de esperar que a erupção seja anómala, em posição incorreta e, como frequentemente acontece, dolorosa! Tendo em conta que são dentes que não têm função (na presença dos outros molares), fará sentido mantê-los sabendo que na maior parte das vezes darão problemas? E para os afortunados que tenham uma erupção tranquila destes dentes, não podemos esquecer que estes se encontram numa zona de difícil acesso à escovagem e higienização, pelo que têm uma enorme probabilidade de desenvolver cáries ou problemas gengivais. E ainda poderão ser responsáveis por patologias nos dentes adjacentes.

Quando está indicada a extração dos dentes do siso?

Com a abordagem preventiva que a medicina dentária tem hoje em dia, será fácil concluir que estará quase sempre indicada uma extração preventiva ou profilática. Esta abordagem preventiva assume maior relevância em pacientes cuja consequências da infeção destes dentes sejam mais graves, nomeadamente pacientes com patologia cardíaca que favoreça o aparecimento de endocardite bacteriana, pacientes que sejam submetidos a radioterapia ou quimioterapia, ou transplante de órgãos.

Para além das indicações comuns aos outros dentes, que são todas aquelas que tornem impossível a sua conservação na arcada dentária, outras situações levam à necessidade de extração dos dentes do siso, como:

  • Pericoronarite, que é a inflamação ou mesmo infeção na zona da coroa do dente, particularmente nos casos em que o dente está apenas parcialmente erupcionado, levando à frequente colonização bacteriana desta zona pela impossibilidade de acesso à escova dentária ou antissépticos orais. Em muitos casos, a Pericoronarite é frequente e, por isso, denominada Pericoronarite de repetição;
  • Quistos ou Tumores associados ao terceiro molar;
  • Risco de fratura do maxilar (mais frequente no maxilar inferior), que existe pelo facto de o dente do siso poder ocupar muita da espessura da mandíbula, ficando por vezes esta zona com finas lâminas ósseas. Este risco é maior durante a realização de cirurgia ortognática para correção da posição desfavorável dos maxilares;
  • Cárie ou doença periodontal do segundo molar (o dente adjacente);
  • Dor orofacial ou de ouvidos , por exclusão de todas as outras possíveis causas.

A extração precoce dos dentes do siso previne a malposição dentária?

Esta é a razão pela qual a maior parte dos nossos doentes nos procura para a extração dos dentes do siso. É uma questão pouco consensual entre os médicos dentistas. A verdade é que a força eruptiva do dente do siso não é suficiente para “entortar” os dentes da frente, pois esta vai-se dissipando ao longo da arcada. É também verdade que geralmente na altura em que os dentes do siso erupcionam há algumas remodelações ósseas na região anterior dos maxilares, que resultam ainda do fim do crescimento, e que podem fazer com que a posição dos dentes anteriores sofra pequenas alterações. No entanto, em caso de tratamento ortodôntico (aparelho dentário) é quase sempre indicada a extração.

Numa abordagem risco/benefício, o risco de manter os dentes do siso (que pouca ou nenhuma função mastigatória terão, e que muito provavelmente darão problemas futuros) é muito superior ao benefício de os manter na arcada dentária (não tendo nenhuma outra função, nem estética nem fonética), pelo que a sua extração é (quase) sempre aconselhada, mesmo antes da sua erupção (dentes inclusos ou impactados).

De qualquer forma, cada caso é um caso e deverá sempre ser avaliado pelo médico dentista, para prevenir eventuais complicações e desconforto.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA

Deixe-se inspirar, assine a ACTIVA, na sua versão em papel ou digital, a partir de €2,00 a edição. Saiba tudo aqui ASSINAR

Mais no portal

Moda

Conheça a coleção de outono Parfois

Da roupa aos acessórios.

Lifestyle

Perda gestacional e interrupção voluntária da gravidez: este livro fala de ambas

"Camila, meu amor" conta na primeira pessoa a história de Renata Alves Marvão.

Nas Bancas

ACTIVA de outubro: as mulheres que são forças de mudança

A edição deste mês, com Vera Kolodzig na capa, já está nas bancas!

Celebridades

Kate regressa ao trabalho com abordagem fresca à tendência da alfaiataria

Depois de uma pausa de verão, a duquesa de Cambridge retomou os deveres oficiais com uma visita a oficias da Força Aérea Real.

Celebridades

Sofia Vergara celebra o trigésimo aniversário do filho com festa animada

A atriz foi mãe aos 19 anos e Manolo Gonzalez Vergara é o seu único filho.

Celebridades

O motivo para Morgan Freeman usar uma luva na mão esquerda

Muitos pensam que o ator teve a mão amputada ou que se trata de uma afirmação de moda, mas não é o caso.

Celebridades

Os artistas lusófonos que já se apresentaram na plataforma internacional ColorsxStudios

Carolina Deslandes fez manchetes recentemente ao apresentar o novo single "Eco", que homenageia a fadista Amália através do refrão de "Grito", neste palco global.

Moda

Como usar cabedal com estilo e elegância

Com o aproximar da nova temporada, é altura de tirar estas peças da gaveta.

Beleza

Cabelos: conheça as tendências fortes da nova temporada

Dos cortes aos penteados, estas são algumas das apostas fortes para os meses de outono e inverno.

Comportamento

Psicóloga recomenda estratégia de 7 passos para deixar um parceiro controlador

Neste tipo de dinâmica, uma pessoa domina ou participa na intimidação do parceiro. Pode acontecer a qualquer pessoa.

Moda

Ideias de looks casuais que exigem pouco esforço

Inspire-se nestas sugestões!