Pinterest

A presença de dor e formigueiro nas mãos é uma queixa muito frequente em adultos, correspondendo mais frequentemente à síndrome de túnel cárpico. Estima-se que 3,5% dos homens e 11% das mulheres venham a desenvolver a doença durante a sua vida, atingindo principalmente pessoas jovens, o que causa um forte impacto económico. Saiba mais sobre esta doença e quais os tratamentos disponíveis!

Porque adormecem as mãos?

Na síndrome do túnel cárpico existe um aperto ou compressão do nervo mediano no punho. Este nervo passa por um canal no punho (designado por canal cárpico) juntamente com nove tendões dos dedos da mão. Quando a pressão sobre o nervo dentro deste canal é suficientemente alta para perturbar o normal funcionamento do nervo, surgem os sintomas. Na maioria dos doentes a causa do aumento da pressão é desconhecida, mas pode estar associada a doenças da tiróide, artrite reumatóide, diabetes e à gravidez, pela retenção de líquidos.

Esta doença origina dor no punho ou mão, acompanhada de formigueiros dos dedos e pode evoluir para falta de sensibilidade dos dedos polegar, indicador e médio. Os sintomas são preferencialmente noturnos, mas podem surgir durante o dia, ao conduzir ou a ler. Alguns doentes referem diminuição da força e tendência para deixar cair objetos na mão afetada. A doença é normalmente de evolução lenta, mas progressiva, com compressão e dano cada vez maior do nervo que poderá não ser reversível.

Como se diagnostica?

O diagnóstico é clínico, ou seja, baseado nos sintomas e no exame clínico do doente, podendo ser confirmado por eletromiografia EMG, um exame que permite avaliar os nervos e músculos. Outras causas possíveis de dor e formigueiros da mão podem surgir por compressão dos nervos no pescoço, por uma hérnia discal cervical, ou por compressão de outros nervos no membro superior.

Existe tratamento?

O tratamento dos casos iniciais e mais ligeiros pode ser feito com recurso a anti-inflamatórios, uso de tala noturna imobilizadora do punho ou modificação das posturas do punho que causam o aparecimento dos sintomas. Casos mais avançados, ou resistentes à terapêutica conservadora, beneficiam de tratamento cirúrgico, que consiste em descomprimir o canal cárpico, cortando o ligamento que forma o teto deste canal. Esta cirurgia pode ser realizada por uma incisão na parte anterior do punho, ou de forma endoscópica (método minimamente invasivo com recurso a uma câmara) com uma incisão menor.

O tratamento endoscópico tem como vantagem uma recuperação mais rápida com menos dor e um retorno mais rápido às atividades da vida diária e ao desporto. A decisão de qual a melhor técnica a utilizar é avaliada caso a caso pelo médico em conjunto com o doente.

É importante que a cirurgia seja realizada por um cirurgião experiente e diferenciado em patologias da mão. O resultado nos casos ligeiros a moderados é geralmente excelente, sendo menos previsível a recuperação do nervo nos casos muito severos ou com duração muito longa. A melhor arma para evitar lesões graves e irreversíveis é a procura de um cirurgião da mão precocemente.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA

Deixe-se inspirar, assine a ACTIVA, na sua versão em papel ou digital, a partir de €2,00 a edição. Saiba tudo aqui ASSINAR

Mais no portal

Saúde

7 sinais físicos que indicam que está mais stressado do que pensa

Esteja atento ao que o seu corpo lhe diz.

É só uma sugestão

O meu antes e depois de usar a nova base da Make Up Factory

A coleção Light Weight promete uma aplicação leve, de acabamento luminoso e que se funde naturalmente com a nossa pele. E cumpre!

Saúde

A aparência das palmas das mãos pode indicar se tem cancro

Esteja atenta.

Celebridades

Médico legista afirma que Gabby Petito foi assassinada

As autoridades já confirmaram que o corpo encontrado pertence à blogger.

Lifestyle

Quer passar umas férias na casa de Winnie the Pooh?

Uma casa inspirada no Winnie the Pooh, da Disney, no Bosque dos Cem Acres, disponível no Airbnb

Moda

10 casacos para usar na próxima estação

Conheça estas sugestões de diferentes estilos.

Saúde

Os bebés devem ou não usar sapatos?

Veja a explicação de um ortopedista.

Celebridades

Morreu o ator que deu vida a Stanford Blatch, em "O Sexo e a Cidade"

Willie Garson tinha 57 anos.

Comportamento

Diferenças comuns que podem colocar a sua relação em perigo

De acordo com uma psicóloga.

Lifestyle

“Y: O Último Homem” estreia hoje no Disney+

Um drama de 10 episódios baseado na banda desenhada da DC Comics.